Unidos pela Vida: uma festa do esporte em prol de crianças e adolescentes - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Unidos pela Vida: uma festa do esporte em prol de crianças e adolescentes

Prova de corrida e caminhada reuniu 1.200 pessoas de várias faixas etárias em evento que beneficia o Complexo Pequeno Príncipe
17/03/2014

DSC_0047O dia 16 amanheceu prometendo ser um belo domingo. E assim foi. Um bonito cenário para um evento esportivo que celebrou a vida e que beneficiará milhares de crianças e adolescentes favorecidos pelas atividades do Complexo Pequeno Príncipe – parte do valor arrecadado com as inscrições será revertido para a instituição. Cerca de 1.200 pessoas participaram da Corrida e Caminhada Unidos pela Vida – Rebouças, uma iniciativa do Pequeno Príncipe e da Associação Pro Correr de Incentivo ao Esporte, com patrocínio da Vale Fértil e apoio da Unidos pela Vida – Instituto de Divulgação da Fibrose Cística.

A largada foi às 8h, quando já estava calor e o sol brilhava forte, e os apaixonados por corrida – entre profissionais e amadores – iniciaram os percursos de 5 km e 10 km com muita determinação e força de vontade. As crianças também marcaram presença. Ao todo, 50 atletas mirins participaram com uma superdisposição e animação do trajeto de 1.600 metros.

O primeiro corredor a cruzar a linha de chegada foi Lindomar Aparecido Francisco, que fechou os 5 km com a marca de 15’48”. Entre as mulheres, a vencedora foi Jaqueline Tadokoro, com um tempo de 20’26”. Já na prova dos 10 km, o campeão foi Henrique Artico, com 32’46”, e Maria de Fátima de Souza, com 40’48”. Artico já havia vencido os 5 km em 2013 e Maria de Fátima consagrou-se bi-campeã dos 10 km da Unidos pela Vida.
Receberam troféus os três primeiros colocados gerais masculino e feminino nos 5 km e 10 km, além do campeão da prova infantil. Mas a festa foi para todos, que ganharam medalhas de participação ao completar os percursos para os quais estavam inscritos.

Superação e celebração
Algumas histórias marcaram a segunda edição da Corrida e Caminhada Unidos pela Vida – Rebouças. Uma delas foi a de Maria Mello Mattos. Aos 80 anos, ela correu os 5 km, dando exemplo para todos os demais competidores. Uma família também esteve presente. Eles correram e levaram uma faixa com um agradecimento aos profissionais do Hospital Pequeno Príncipe, que atenderam o menino Caetano. Ele ficou internado por 54 dias na instituição para o tratamento de um problema cardíaco. Hoje, Caetano está recuperado e com ótima saúde, e a família dele tem todos os motivos para celebrar a vida.

+ Notícias

08/02/2023

Gravidez na adolescência: a prevenção começa com educação e diálogo

Um ambiente acolhedor e de confiança é fundamental para o desenvolvimento saudável de meninos e meninas  
07/02/2023

Nota de pesar pelo falecimento do pediatra Danilo Cerqueira Leite Junior

O médico, com mais de 50 de formação, atuou no Pequeno Príncipe e contribuiu com cuidados a milhares de crianças e adolescentes que passaram pelo Hospital nas últimas décadas
06/02/2023

ALTA COMPLEXIDADE | Serviço de Cirurgia Vascular

O Hospital Pequeno Príncipe tem equipe especializada no tratamento de doenças do sistema circulatório em crianças e adolescentes
03/02/2023

Gravidez na adolescência: quais são os riscos?

A gestação nessa fase, que compreende dos 10 aos 19 anos, gera uma série de consequências para a vida da mãe e do bebê
01/02/2023

Volta às aulas e a imunização de crianças e adolescentes

As medidas de higiene das mãos, etiqueta ao tossir e uso de máscara também auxiliam a evitar a disseminação de doenças
27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
Ver mais