Unidos pela Vida: uma festa do esporte em prol de crianças e adolescentes - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Unidos pela Vida: uma festa do esporte em prol de crianças e adolescentes

Prova de corrida e caminhada reuniu 1.200 pessoas de várias faixas etárias em evento que beneficia o Complexo Pequeno Príncipe
17/03/2014

DSC_0047O dia 16 amanheceu prometendo ser um belo domingo. E assim foi. Um bonito cenário para um evento esportivo que celebrou a vida e que beneficiará milhares de crianças e adolescentes favorecidos pelas atividades do Complexo Pequeno Príncipe – parte do valor arrecadado com as inscrições será revertido para a instituição. Cerca de 1.200 pessoas participaram da Corrida e Caminhada Unidos pela Vida – Rebouças, uma iniciativa do Pequeno Príncipe e da Associação Pro Correr de Incentivo ao Esporte, com patrocínio da Vale Fértil e apoio da Unidos pela Vida – Instituto de Divulgação da Fibrose Cística.

A largada foi às 8h, quando já estava calor e o sol brilhava forte, e os apaixonados por corrida – entre profissionais e amadores – iniciaram os percursos de 5 km e 10 km com muita determinação e força de vontade. As crianças também marcaram presença. Ao todo, 50 atletas mirins participaram com uma superdisposição e animação do trajeto de 1.600 metros.

O primeiro corredor a cruzar a linha de chegada foi Lindomar Aparecido Francisco, que fechou os 5 km com a marca de 15’48”. Entre as mulheres, a vencedora foi Jaqueline Tadokoro, com um tempo de 20’26”. Já na prova dos 10 km, o campeão foi Henrique Artico, com 32’46”, e Maria de Fátima de Souza, com 40’48”. Artico já havia vencido os 5 km em 2013 e Maria de Fátima consagrou-se bi-campeã dos 10 km da Unidos pela Vida.
Receberam troféus os três primeiros colocados gerais masculino e feminino nos 5 km e 10 km, além do campeão da prova infantil. Mas a festa foi para todos, que ganharam medalhas de participação ao completar os percursos para os quais estavam inscritos.

Superação e celebração
Algumas histórias marcaram a segunda edição da Corrida e Caminhada Unidos pela Vida – Rebouças. Uma delas foi a de Maria Mello Mattos. Aos 80 anos, ela correu os 5 km, dando exemplo para todos os demais competidores. Uma família também esteve presente. Eles correram e levaram uma faixa com um agradecimento aos profissionais do Hospital Pequeno Príncipe, que atenderam o menino Caetano. Ele ficou internado por 54 dias na instituição para o tratamento de um problema cardíaco. Hoje, Caetano está recuperado e com ótima saúde, e a família dele tem todos os motivos para celebrar a vida.

+ Notícias

16/07/2024

Corrida e Caminhada Pequeno Príncipe 2024: veja como foi!

A oitava edição contou com a participação de mais de duas mil pessoas em uma mobilização social que uniu esporte e solidariedade
13/07/2024

ECA: ampliação de leis fortalece proteção contra violência

Entre as atualizações, está a inclusão de bullying e cyberbullying no Código Penal. Neste Dia do ECA, o Hospital Pequeno Príncipe chama a atenção para dados alarmantes destes tipos de violências
10/07/2024

Por que é importante não reprimir o choro?

Hospital Pequeno Príncipe dá dicas de como criar um ambiente seguro e acolhedor para crianças e adolescentes expressarem as emoções
09/07/2024

Sessão de cinema diverte pacientes da hemodiálise

Crianças e adolescentes atendidos no Hospital Pequeno Príncipe saíram do espaço com o coração aquecido e memórias inesquecíveis
08/07/2024

Nota de solidariedade ao hospital pediátrico bombardeado em Kiev

Pequeno Príncipe manifesta a dor pela violência cometida contra pessoas inocentes, dentre elas crianças doentes e hospitalizadas
04/07/2024

Tratamento de efluentes: Hospital e Sanepar assinam parceria

Iniciativa pioneira no país vai testar diferentes maneiras de reduzir antibióticos e combater o surgimento de superbactérias no esgoto hospitalar
Ver mais