Direitos e deveres - Hospital Pequeno Principe

Direitos e deveres

O paciente em tratamento no Hospital Pequeno Príncipe e o seu acompanhante têm vários direitos garantidos, assim como deveres correspondentes.

É direito do paciente e de seu acompanhante:

  • Ter a companhia em tempo integral de um acompanhante, seja um dos pais ou responsável legal.
  • O paciente pode receber visitas, quando autorizadas pelo médico.
  • Receber informações claras sobre o diagnóstico da criança ou do adolescente, possibilidades de tratamento, medicamentos a serem utilizados, exames solicitados e suas finalidades, bem como sobre os riscos, benefícios e possíveis efeitos colaterais causados pelos procedimentos.
  • Receber, antes de qualquer cirurgia, informações claras sobre o procedimento, anestesia, seus riscos, efeitos colaterais, duração e cuidados, além do tempo de jejum necessário antes e após a cirurgia.
  • Aceitar ou recusar um procedimento a ser realizado com o paciente, após a situação ser amplamente discutida com a equipe de saúde, paciente e familiares, respeitando os princípios da bioética.
  • Ser tratado com respeito pelos profissionais do Pequeno Príncipe.
  • Ter acesso ao prontuário completo e atualizado; e, em caso de transferência, solicitar cópia do documento.

É dever do acompanhante:

  • Informar ao médico o histórico de saúde do paciente; procedimentos médicos realizados anteriormente; medicamentos que sempre utiliza em casa; alimentação de rotina; se tem alguma alergia ou intolerância alimentar; mudanças de estado de humor; e outros detalhes que considerar importante.
  • Comunicar à equipe de enfermagem qualquer mudança no estado geral do paciente, como febre, apetite, sono, humor, vômito, cor ou quantidade de urina e fezes, e se reclama de dor, entre outras alterações observadas.
  • Esclarecer com os profissionais de saúde qualquer dúvida referente ao tratamento.
  • Respeitar a privacidade do paciente, evitando comentários sobre o seu quadro clínico.
  • Evitar discussões na presença do paciente e nos ambientes de tratamento.
  • Cumprir as orientações das equipes de saúde, como as orientações de precaução de contato, gotículas e/ou aéreas.
  • Manter o paciente no leito adequado. Não o deixar descansar na cama ou cadeira destinada ao acompanhante, para evitar quedas.
  • Manter suas mãos higienizadas, lavando-as com água e sabão e usando o álcool 70% com glicerina. É preciso pedir aos visitantes para seguirem os mesmos cuidados.
  • Não receber visitas ou acompanhantes que apresentem febre, tosse, espirros, conjuntivite, quadro gripal, resfriado ou quadro de diarreia e vômitos, para proteger o paciente.
  • Seguir rigorosamente a dieta prescrita. Não ofertar alimentos que não foram prescritos/autorizados em conjunto pelo médico e os profissionais do Serviço de Nutrição e Dietética, bem como pelo Serviço de Suporte Nutricional.
  • Não oferecer alimentos aos outros pacientes.
  • Não manusear os equipamentos de assistência. Se for necessário, solicitar o auxílio da enfermagem. É preciso conservar os objetos de uso e de propriedade do Pequeno Príncipe.
  • Tratar com respeito os demais pacientes, seus acompanhantes e profissionais do Hospital.

Importante: conforme assinado em contrato, é de responsabilidade do acompanhante ler, compreender e esclarecer eventuais dúvidas – sobre o atendimento e a rotina do Hospital Pequeno Príncipe – com as equipes da instituição, que estão preparadas para esclarecê-las.

Ver menos