Enfermagem - Hospital Pequeno Principe

Enfermagem

No Hospital Pequeno Príncipe, o atendimento às crianças e aos adolescentes é voltado para a atenção integral e o cuidado humanizado, individualizado, solidário, profissional e atualizado. Os profissionais de enfermagem são essenciais à assistência prestada ao paciente, e seu quadro é formado por enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

A enfermagem integra a equipe multiprofissional dos diversos serviços do Pequeno Príncipe. Seus colaboradores estão na linha de frente do cuidado prestado aos meninos e meninas em tratamento no Hospital e se dedicam diariamente à causa da saúde infantojuvenil, com atenção e comprometimento. Assim, esses profissionais contribuem para transformar a vida de milhares de crianças e adolescentes de todo o Brasil que são atendidos todos os anos na instituição.

O profissional enfermeiro é responsável por garantir uma assistência segura e de qualidade a todos os meninos e meninas que chegam ao Hospital Pequeno Príncipe para atendimento. Em todas as unidades de atendimento, as equipes de enfermagem são formadas pelo enfermeiro como responsável e sua equipe, composta por técnicos e auxiliares de enfermagem, que prestam assistência direta ao paciente, ministrando o tratamento prescrito por todos os profissionais da equipe de saúde.

O enfermeiro está preparado para esclarecer as dúvidas dos familiares das crianças e dos adolescentes em relação a procedimentos, equipamentos ou medicamentos. Junto aos técnicos e auxiliares, esses enfermeiros também fazem recomendações importantes aos pacientes e seus acompanhantes antes da alta hospitalar.

A enfermagem do Pequeno Príncipe valoriza o trabalho ético e pautado nas legislações profissionais. Para tanto, constituiu a Comissão de Ética de Enfermagem, atuante há 27 anos. Além da atuação na assistência, o profissional enfermeiro do Hospital participa de diversos grupos de trabalho e comissões técnicas, tais como a Comissão Multidisciplinar de Prevenção e Tratamento de Pele, o Time de Acessos Vasculares e a Comissão Multidisciplinar de Traqueostomia. Esse trabalho resulta em melhorias e reflete em um serviço com excelência técnico-científica, mais qualidade e segurança garantidos a cada paciente.

Equipe capacitada

O corpo de Enfermagem do Hospital Pequeno Príncipe conta com profissionais capacitados técnica e eticamente. Há enfermeiros pós-graduados com títulos de especialistas e de mestres. Além disso, a instituição tem um programa de enfermeiros trainees voltado a profissionais com até 3 anos de experiência, que são contratados para atuar no Hospital por 2 anos, com possibilidade de contratação definitiva após esse período. Para participar do processo de seleção, os profissionais interessados devem encaminhar o seu currículo para o Setor de Recursos Humanos do Pequeno Príncipe (clique aqui).

Ambulatório de Enfermagem

O Hospital Pequeno Príncipe tem um ambulatório de enfermagem voltado ao atendimento de crianças e adolescentes com traqueostomia. No ambulatório, são oferecidas orientações aos familiares e cuidadores dos pacientes, a fim de assegurar a continuidade do tratamento, a qualidade de vida e o bem-estar dos meninos e meninas em todos os momentos do seu dia a dia.

A traqueostomia é um dos recursos que podem ser utilizados quando a criança ou o adolescente apresenta dificuldades para respirar naturalmente, podendo ser transitória ou definitiva.

O Ambulatório de Traqueostomia do Hospital Pequeno Príncipe recebe os pacientes para a troca da cânula, que pode ser plástica – a mais utilizada na instituição – ou metálica, sendo que a decisão sobre qual tipo será usado é da equipe médica. O atendimento no ambulatório é feito 3 vezes por mês no serviço de Pronto Atendimento Convênios, e o agendamento deve ser feito diretamente na Vice-Diretoria de Enfermagem.

Educação Continuada

Para oferecer um atendimento com cada vez mais qualidade a crianças e adolescentes vindos de todo o Brasil, o Hospital Pequeno Príncipe trabalha para ampliar o conhecimento e qualificar os seus colaboradores. A instituição conta com o Setor de Educação Continuada, que faz parte do Serviço de Enfermagem.

A Educação Continuada promove cursos, palestras, fóruns, oficinas e cafés científicos, com foco no desenvolvimento e no aprimoramento dos conhecimentos e das habilidades técnicas desses colaboradores.

Em 2018, foram realizadas oficinas de tecnovigilância e de avaliação e instrução de residentes de Enfermagem; o IV Fórum de Cuidados de Enfermagem ao Paciente Pediátrico com Lesão de Pele; e o 1º Curso de Metodologia Científica para Enfermeiros. Em 2019, ocorreu a 1ª Mostra de Conhecimento, durante a Semana de Enfermagem, e foi dado início à certificação de cuidados com lesão de pele, entre outras ações.

O Setor de Educação Continuada também é responsável pela realização do Curso Introdutório de Enfermagem, voltado a novos colaboradores da área e que conta com a participação dos enfermeiros assistenciais como instrutores. Essa capacitação específica para enfermeiros, técnicos, auxiliares, trainees e residentes abrange atividades teóricas e práticas que contemplam protocolos, procedimentos, rotinas e condutas específicas para o cuidado voltado ao público infantojuvenil.

Além da participação nas ações de educação continuada realizadas no Pequeno Príncipe, os profissionais de enfermagem do Hospital são incentivados a se inscrever em congressos e outros eventos científicos externos, em busca de aprimoramento, o que refletirá em uma assistência com mais qualidade, excelência técnico-científica e segurança no cuidado prestado aos pacientes.

Residência em Enfermagem

O Hospital Pequeno Príncipe oferece, em parceria com a Faculdades Pequeno Príncipe, o Programa de Residência em Área Profissional Enfermagem em Saúde da Criança e do Adolescente. Voltada a enfermeiros, a residência tem duração de 2 anos e permite a vivência nos cenários de prática em um hospital pediátrico de grande porte e na Rede de Atenção à Saúde, em Unidades Básicas de Saúde de Curitiba.

No Programa de Residência em Enfermagem são usadas metodologias problematizadoras que abrangem as competências essenciais à formação dos profissionais da área. No Pequeno Príncipe, eles passam por diferentes unidades de internação e pelas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), vivenciando o acompanhamento de agravos clínicos, cirúrgicos e crônicos, bem como tendo a oportunidade de aprendizagem em conjunto com outros enfermeiros e colaboradores das equipes multiprofissionais.

Para mais informações sobre a residência – como vagas disponíveis, inscrições e processo seletivo –, clique aqui.

Visitas

O Serviço de Enfermagem do Hospital Pequeno Príncipe recebe visitas de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem de outros hospitais, bem como de estudantes de diversas instituições de ensino. As visitas de observação – que são guiadas por um colaborador da instituição – são realizadas na primeira e na terceira quarta-feira de cada mês, das 14h às 15h30, e precisam ser agendadas previamente. São recebidos grupos de, no máximo, 20 pessoas.

Para solicitar uma visita ao Pequeno Príncipe, entre em contato com a Vice-Diretoria de Enfermagem pelo e-mail diretoria.enfermagem@hpp.org.br. Após o envio do pedido, será necessário preencher um documento padrão e, então, será definida a data da visita.

Ver menos

Mais informações e agendamento de atendimento – SUS, convênios e particular

Telefone: (41) 3310-1143
Horário para agendamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
Endereço: Av. Silva Jardim, 1.677 (1º andar)
E-mail: diretoria.enfermagem@hpp.org.br

 

A Enfermagem em números

  • 154

    enfermeiros

    e 35 enfermeiros trainees

  • 494

    técnicos e auxiliares de enfermagem

  • 350

    atendimentos realizados

    por ano no ambulatório de Enfermagem

  • 478

    atividades realizadas

    pelo Setor de Educação Continuada

  • 18.170

    participações em treinamentos

    da Educação Continuada

  • 27.617

    horas de treinamentos

    da Educação Continuada