Eletrofisiologia

O Serviço de Eletrofisiologia do Hospital Pequeno Príncipe é o maior do Brasil especializado em Eletrofisiologia Pediátrica. Por meio dos exames e procedimentos realizados na especialidade, é possível diagnosticar e tratar os distúrbios que provocam alterações nos batimentos cardíacos de crianças e adolescentes.

O serviço do Pequeno Príncipe conta com modernos equipamentos que possibilitam fazer diagnósticos precisos e, quando necessário, intervenções que oferecem mais qualidade de vida aos pacientes e contribuem para reduzir as possibilidades de morte súbita em um grande número de casos. Além disso, a Eletrofisiologia é responsável por implantes e monitoramento de marca-passos e cardiodesfibriladores.

Exames oferecidos

  • Holter 24 horas 3 canais: o objetivo do exame é analisar o ritmo cardíaco basal e a variabilidade da frequência cardíaca, pesquisar arritmias cardíacas e correlacionar os sintomas com o traçado eletrocardiográfico. Por meio dele é feita a monitorização do traçado eletrocardiográfico contínuo durante um período de 24 horas. O exame é realizado com a instalação de um aparelho conectado ao tórax do paciente, com fios e eletrodos, e assim é obtida a gravação contínua do traçado eletrocardiográfico. Ao mesmo tempo, o paciente deve preencher um diário contendo informações a respeito das suas atividades e sintomas, acompanhados dos horários precisos dos acontecimentos.
  • Monitor de eventos: o objetivo do exame é estabelecer correlações entre os sintomas mencionados pelo paciente com o traçado eletrocardiográfico. Nele é utilizado o mesmo equipamento do holter 24 horas, porém a sua programação é diferente. O aparelho pode permanecer com a criança ou o adolescente por períodos variáveis, entre 7 e 30 dias. A monitorização do traçado eletrocardiográfico é contínua e com memória circular. Dessa forma, a gravação é efetuada somente no momento em que o paciente apresenta o sintoma e aciona um botão do aparelho.
  • Teste ergométrico (ou teste de esforço): o objetivo do exame é analisar o comportamento da frequência cardíaca, do traçado eletrocardiográfico e da pressão arterial com o esforço físico. É feito em esteira ou bicicleta ergométrica, que são comandadas por um programa de computador que faz um aumento progressivo do esforço e, ao mesmo tempo, registra a pressão arterial, a frequência cardíaca e o traçado eletrocardiográfico.
  • Tilt Teste (ou teste de inclinação): o objetivo do exame é observar as alterações na pressão arterial e/ou na frequência cardíaca e estabelecer correlações com sinais e sintomas. É recomendado para a investigação de casos de síncope vasovagal ou neurocardiogênica (desmaio) e nele é testado o sistema nervoso autônomo. O exame é realizado com o paciente em jejum, em um ambiente climatizado, silencioso e com pouca luz, para evitar estímulos externos. Primeiramente, o paciente precisa ficar deitado em uma maca especial e é monitorizado com um aparelho de pressão arterial e com eletrodos conectados ao seu tórax, para registro do eletrocardiograma contínuo. Ele permanecerá nessa posição de repouso por um determinado tempo e, em seguida, a maca será inclinada até uma posição de 70 graus, na qual permanecerá por um período estipulado ou até mencionar algum sintoma significativo.

Preparo para os exames de eletrofisiologia

Para garantir o sucesso dos exames, alguns cuidados são fundamentais:

  • Holter 24 horas: antes da realização do exame, é preciso que o paciente tome banho, pois ficará com os eletrodos conectados ao corpo durante 24 horas.
  • Teste ergométrico (ou teste de esforço): no dia do exame, o paciente pode ter uma alimentação normal e deve vir ao Hospital com roupas apropriadas para atividade física. Para os meninos, é solicitado o uso de tênis e bermuda ou calça de agasalho. Para as meninas, é solicitado o uso de tênis, bermuda ou calça de agasalho e top. Os cabelos deverão estar amarrados, e a paciente não deverá usar adornos (brinco e correntes).
  • Tilt Teste (ou teste de inclinação): o paciente deverá estar em jejum de 4 horas.
Ver menos

Mais informações – SUS, convênios e particular

Telefones: (41) 3310-1279 e (41) 3310-1091
Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
Endereço: Av. Silva Jardim, 1.677 (1º andar)
E-mail: eletrofisiologia@hpp.org.br

  • Médica Responsável

    Dra. Lânia Fátima Romanzin Xavier

    CRM-PR 13706

O serviço em números

  • 4.189

    exames e procedimentos

    de eletrofisiologia realizados, entre diagnósticos e terapêuticos

  • 6.826

    exames

    de eletrocardiografia realizados