Cuidados com o paciente

A presença do acompanhante durante a internação faz toda a diferença para o paciente. Ele se sente seguro e protegido, o que contribui para a sua rápida recuperação e para a segurança no tratamento.

A seguir, confira algumas orientações importantes sobre a participação do acompanhante no cuidado e na segurança do paciente.

Uso da pulseira de identificação do paciente

É obrigatório, e a pulseira deve ser usada durante toda a permanência no Hospital. Na pulseira constam o nome completo do paciente, a sua data de nascimento e o nome completo da mãe. Esses dados devem ser verificados pelo profissional de saúde em várias situações, como na administração de medicamentos e na realização de exames para garantir que se trata do paciente certo.

Participe ativamente dos procedimentos

O acompanhante deve ficar atento e garantir a conferência durante a realização da medicação e alimentação, além da transfusão de sangue, quando prescrita, ou outros procedimentos. É importante observar se o profissional de saúde está com a prescrição em mãos e se confirma as informações do paciente na prescrição médica, na pulseira de identificação e na etiqueta do medicamento, do alimento ou da bolsa de sangue, por exemplo. Em caso de dúvidas, o acompanhante deve conversar com o enfermeiro responsável antes que o procedimento seja realizado.

Higiene das mãos e cuidados com o cateter venoso

Antes de qualquer cuidado com o paciente, é importante certificar-se de que o profissional de saúde higienizou as mãos com álcool 70% gel e usou o álcool sachê no cateter. O cateter venoso é muito importante para o tratamento e recuperação da criança ou do adolescente. Por isso, alguns cuidados devem ser tomados durante o internamento, como não abrir o cateter e protegê-lo antes do banho para que não molhe.

Como evitar quedas

Manter as grades do leito sempre elevadas e não dormir com o paciente no colo são atitudes que evitam quedas. Algumas atividades apresentam elevado risco de queda. Por isso, durante a internação, é essencial ficar ainda mais atento durante o banho, durante o transporte do paciente na cadeira de rodas ou maca e durante a circulação entre os andares. Importante: para garantir a segurança, o paciente deve estar sempre acompanhado enquanto circula pelo Hospital, utilizando sempre o elevador para se deslocar, e nunca as escadas.

Esclareça as suas dúvidas

Para que o tratamento transcorra bem, o acompanhante deve sempre conversar com os profissionais de saúde – como médico, equipe de enfermagem, nutricionista, farmacêutico e psicólogo – e fornecer todas as informações necessárias sobre o paciente. Esclarecer todas as dúvidas faz parte dos direitos do paciente e seus responsáveis e é de responsabilidade das equipes do Pequeno Príncipe, que estão disponíveis para respondê-las.

Ver menos