Comissões

O Hospital Pequeno Príncipe conta com diversos comitês, comissões e equipes multidisciplinares, que atuam em diferentes áreas da instituição. Os grupos têm como função monitorar e padronizar procedimentos, assessorar setores e serviços, estabelecer diretrizes e critérios, definir especificações técnicas, regulamentar ações e propor, avaliar e definir medidas, por exemplo. Confira abaixo as comissões do Hospital.

Ver menos

  • Comissão de Avaliação de Óbitos (CAO)

    A Comissão de Avaliação de Óbitos (CAO) do Hospital Pequeno Príncipe tem como finalidade analisar os óbitos, procedimentos e condutas profissionais realizadas, bem como a qualidade das informações dos atestados de óbito.

    É composta por membros do corpo clínico da instituição e está subordinada à Direção Clínica, com atuação técnico-científica e sigilosa, não podendo ser coercitiva ou punitiva.

  • Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)

    A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital Pequeno Príncipe tem por finalidade coordenar as atividades de investigação, prevenção e controle das complicações infecciosas relacionadas com a assistência à saúde do paciente.

    É um órgão de assessoria diretamente vinculado à Diretoria Técnica, de caráter consultivo e deliberativo. A comissão é composta por representantes dos serviços de Clínica Pediátrica, Cirurgia, Enfermagem, Farmácia, Laboratório, Médico, Higiene Hospitalar, de Epidemiologia e Controle de Infecção Hospitalar (SECIH); das diretorias Administrativo-Financeira e de Manutenção e Serviços; e da Medicina do Trabalho.

  • Comissão de Ética de Enfermagem (CEE)

    A Comissão de Ética de Enfermagem (CEE) do Hospital Pequeno Príncipe é um órgão representativo do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren/PR), estando a ele vinculada.

    Essa comissão tem funções educativa, opinativa, consultiva e fiscalizadora do exercício profissional e ético da Enfermagem, além de divulgadora do Código de Ética dos profissionais de Enfermagem.

    É reconhecida pelo Pequeno Príncipe e estabelece com a Vice-Diretoria de Enfermagem – bem como com suas coordenações e gerências ou com o enfermeiro responsável técnico – uma relação de independência e autonomia, em assuntos pertinentes à ética profissional de Enfermagem.

  • Comissão de Farmácia e Terapêutica (CFT)

    A Comissão de Farmácia e Terapêutica (CFT) do Hospital Pequeno Príncipe tem por finalidade estabelecer critérios para o uso adequado e seguro de medicamentos e saneantes hospitalares, baseado em evidências científicas de caráter clínico e econômico.

    É um órgão de assessoria diretamente vinculado à Diretoria Técnica, de caráter consultivo e deliberativo. A comissão é composta por membros executores – que são profissionais da área da saúde de nível superior, como médicos, farmacêuticos e enfermeiros – e por membros consultores – que são profissionais que fazem parte do quadro funcional do Hospital.

  • Comissão de Incorporação de Novas Tecnologias em Saúde (CINTS)

    A Comissão de Incorporação de Novas Tecnologias em Saúde (CINTS) do Hospital Pequeno Príncipe tem por finalidade estabelecer diretrizes que garantam isonomia na seleção e incorporação de novas tecnologias em saúde, que atendam aos padrões de eficácia, eficiência e efetividade.

    É um órgão de assessoria diretamente vinculado à Diretoria Corporativa, de caráter consultivo e deliberativo. A comissão é composta por um médico; representantes do Setor de Suprimentos, da Diretoria Técnica, do Serviço de Farmácia Hospitalar, do Serviço de Laboratório, do Núcleo de Pesquisa Clínica e do Núcleo da Qualidade; um farmacêutico; e um profissional especialista em Tecnologia da Informação (TI).

  • Comissão de Padronização (CP)

    A Comissão de Padronização (CP) do Hospital Pequeno Príncipe tem por finalidade estabelecer diretrizes que garantam isonomia na seleção e aquisição de medicamentos, saneantes, materiais médico-hospitalares e laboratoriais e equipamentos de proteção individual que atendam aos padrões de eficácia, eficiência e efetividade.

    É um órgão de assessoria diretamente vinculado à Diretoria Corporativa, de caráter consultivo e deliberativo. A comissão é composta por um representante do Setor de Suprimentos; dois médicos; representantes da Diretoria Técnica; um farmacêutico representante do Serviço de Farmácia Hospitalar; um enfermeiro do Serviço de Epidemiologia e Controle de Infecção Hospitalar (SECIH); e um representante da Vice-Diretoria de Enfermagem e um do Núcleo da Qualidade.

  • Comissão de Processamento de Produtos para Saúde (CPPS)

    A Comissão de Processamento de Produtos para Saúde (CPPS) do Hospital Pequeno Príncipe tem diversos objetivos. São eles:

    • Definir os produtos para saúde a serem processados na Central de Materiais Esterilizados (CME) ou que devem ser encaminhados a serviços terceirizados contratados;
    • Participar da especificação para a aquisição de produtos para saúde, equipamentos e insumos a serem utilizados no processamento de produtos para saúde;
    • Participar da especificação para a aquisição de produtos para saúde a serem processados pela CME;
    • Estabelecer critérios de avaliação das empresas processadoras terceirizadas para a contratação desses serviços e proceder a sua avaliação sempre que julgar necessário;
    • Analisar e aprovar os indicadores para o controle de qualidade do processamento dos produtos propostos pelo responsável pela Central de Materiais Esterilizados;
    • Manter registros das reuniões realizadas e das decisões tomadas;
    • Estabelecer ações e processos acerca da gestão de riscos;
    • Desenvolver ações e processos para a interação e a integração multiprofissional, acerca dos produtos para saúde; e
    • Estabelecer processos para identificação e avaliação de não conformidades acerca da utilização de órteses, próteses e materiais especiais (OPMEs) e de materiais, instrumentais e equipamentos.
  • Comissão de Proteção Radiológica (CPR)

    A Comissão de Proteção Radiológica (CPR) do Hospital Pequeno Príncipe tem por finalidade garantir o estabelecimento e a execução do Plano de Proteção Radiológica (PPR).

    É um órgão interdisciplinar e de assessoria diretamente vinculado à Diretoria Técnica, de caráter consultivo e deliberativo. A comissão é composta por, no mínimo, um supervisor de radioproteção e um representante da direção do Hospital, um de cada um dos setores que fazem uso das radiações ionizantes, um da Medicina do Trabalho e um da Segurança do Trabalho.

  • Comissão de Revisão de Prontuários

    A Comissão de Revisão de Prontuários do Hospital Pequeno Príncipe tem como finalidade atender à resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) nº 638/2002.

    Essa resolução define o prontuário médico como o documento único constituído de um conjunto de informações, sinais e imagens registradas, geradas a partir de fatos, acontecimentos e situações sobre a saúde do paciente e a assistência a ele prestada. O prontuário tem caráter legal, sigiloso e científico, que possibilita a comunicação entre membros da equipe multiprofissional e a continuidade da assistência prestada ao indivíduo.

    A comissão é um órgão de assessoria diretamente vinculado à Diretoria Técnica, Diretoria Administrativo-Financeira e Vice-Diretoria de Enfermagem, composto por quatro enfermeiros – sendo um enfermeiro auditor e um enfermeiro da Qualidade –, dois médicos, um gerente de internamento, um representante de faturamento, um nutricionista e um analista de Tecnologia da Informação (TI).

  • Comissão Gestora do Plano de Prevenção de Riscos de Acidentes com Materiais Perfurocortantes

    A Comissão Gestora do Plano de Prevenção de Riscos de Acidentes com Materiais Perfurocortantes do Hospital Pequeno Príncipe tem por finalidade estabelecer diretrizes para a elaboração e implementação de um plano de prevenção de riscos de acidentes com materiais perfurocortantes com probabilidade de exposição a agentes biológicos.

    Sua atuação visa à proteção, segurança e saúde dos trabalhadores dos serviços de saúde, bem como daqueles que exercem atividades de promoção e assistência à saúde em geral. É uma comissão diretamente vinculada aos Serviços Especializados em Engenharia, Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) e à Diretoria Administrativo-Financeira.

    A comissão tem caráter preventivo e de cumprimento legislativo e é composta pelos seguintes membros: o empregador, seu representante legal ou representante da direção do serviço de saúde; representante do SESMT; vice-presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA); representante da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar; Vice-Diretoria de Enfermagem; Direção Clínica; responsável pela elaboração e implementação do Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde (PGRSS); e representantes da Central de Material e Esterilização, do setor de compras e do setor de padronização de material.

  • Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA)

    A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do Hospital Pequeno Príncipe tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar o trabalho compatível permanentemente com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador.

    É uma comissão diretamente vinculada aos Serviços Especializados em Engenharia, Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) e à Diretoria Administrativo-Financeira. Com caráter preventivo e de cumprimento legislativo, é composta de representantes do empregador e dos colaboradores.

  • Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT)

    A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do Hospital Pequeno Príncipe tem por finalidade assegurar de forma organizada e sistemática o funcionamento das ações da comissão, baseado na conduta ética, de forma que possibilitem o processo de captação e doação de órgãos e tecidos para transplantes.

    É um órgão de assessoria diretamente vinculado à Diretoria Técnica, de caráter consultivo e deliberativo. A comissão é composta por quatro representantes dos serviços de Enfermagem, Psicologia, Serviço Social e médicos. Esses profissionais são da área da saúde, de nível superior e devem fazer parte do quadro funcional do Hospital.

  • Comissão Multidisciplinar de Prevenção e Tratamento de Pele (CMPTP)

    A Comissão Multidisciplinar de Prevenção e Tratamento de Pele (CMPTP) do Hospital Pequeno Príncipe foi constituída para regulamentar as ações efetivadas pela equipe multidisciplinar no cuidado à criança e ao adolescente com lesões de pele.

    É um órgão de assessoria diretamente vinculado à Vice-Diretoria de Enfermagem. A comissão é composta por 16 enfermeiros assistenciais, que atuam nas unidades críticas, nos postos de enfermagem dos serviços de Pediatria (Berçário) e Neurologia, e demais setores.

  • Comissão Multidisciplinar de Traqueostomia (CMT)

    A Comissão Multidisciplinar de Traqueostomia (CMT) do Hospital Pequeno Príncipe foi constituída para regulamentar as ações efetivadas pela equipe multidisciplinar no cuidado à criança e ao adolescente com traqueostomia. Também tem como finalidade definir as competências e as atribuições dos seus membros, de acordo com as necessidades e os avanços técnico-científicos.

    É um órgão de assessoria diretamente vinculado à Vice-Diretoria de Enfermagem. A comissão é composta por 12 enfermeiros assistenciais, que atuam nas unidades críticas, nos postos de enfermagem dos serviços de Pediatria (Berçário) e Neurologia, e demais setores.

  • Equipe Multidisciplinar da Terapia Antineoplásica (EMTA)

    A Equipe Multidisciplinar da Terapia Antineoplásica (EMTA) do Hospital Pequeno Príncipe tem a função de definir especificações técnicas detalhadas de todos os medicamentos, produtos farmacêuticos e produtos para saúde, necessários à terapia antineoplásica (TA), o que garante os padrões de qualidade estabelecidos.

    Tem caráter deliberativo e sua composição mínima deve ser de três membros: médico, farmacêutico e enfermeiro, sendo coordenada pelo Serviço de Oncologia. Porém nada impede que haja mais membros.

  • Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional (EMTN)

    A Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional (EMTN) do Hospital Pequeno Príncipe tem por finalidade estabelecer critérios para a prescrição correta e a administração segura de nutrição enteral e parenteral, baseada em evidências científicas de caráter clínico e econômico.

    É um órgão de assessoria diretamente vinculado à Diretoria Técnica, de caráter consultivo e deliberativo, composto por membros executores – sendo esses profissionais da área da saúde, de nível superior, como médicos, nutricionistas, enfermeiro e farmacêutico – e por membros consultores, sendo esses profissionais que fazem parte do quadro funcional do Hospital.