Quimioterapia

Genericamente, câncer é o nome dado a um conjunto de doenças que tem em comum o crescimento desordenado de células anormais e pode ocorrer em qualquer região do corpo. A quimioterapia é um tratamento feito com o uso de medicamentos visando a destruir essas células cancerígenas que se multiplicam desordenadamente. Pode ser realizado separadamente ou combinado com outros procedimentos, como radioterapia, que é feita com radiação por uma máquina, e cirurgia, para retirar as partes afetadas pela enfermidade.

O Hospital Pequeno Príncipe oferece uma estrutura completa para o tratamento de crianças e adolescentes com câncer. Além de consultas, a instituição disponibiliza todo o suporte laboratorial e de exames de imagem, tratamento cirúrgico e quimioterápico, inclusive com hospital-dia, que permite ao paciente receber a quimioterapia sem ter de ficar internado.

O tratamento é oferecido a meninos e meninas via Sistema Único de Saúde (SUS), por convênios e particular. Ele envolve a participação de uma equipe multiprofissional, formada por médico, enfermeiro, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, assistente social, educador e dentista. Cada um deles tem um papel fundamental para auxiliar o paciente e seus familiares.

A quimioterapia é realizada no ambulatório do Serviço de Oncologia e Hematologia. As sessões são previamente agendadas, e o tempo de cada uma delas depende do tipo de tumor e da quantidade de medicação a ser utilizada. Os medicamentos para o tratamento contra o câncer podem causar algumas reações, que são chamadas de efeitos colaterais, como fraqueza, vômito, diarreia, enjoo e perda de apetite, de cabelo e de pelos, entre outros. Mas é importante ressaltar que a equipe multiprofissional que acompanha cada paciente está preparada para auxiliar a criança ou o adolescente em relação a esses efeitos, com orientações e alternativas para enfrentar esses momentos, além de dar suporte aos familiares.

Para que sejam alcançados bons resultados com a quimioterapia, o tratamento deverá ser mantido de forma disciplinada. O paciente deverá comparecer ao Hospital Pequeno Príncipe nos dias marcados para a realização do procedimento, bem como nas datas agendadas para controle e consulta e para fazer exame de sangue (hemograma) e de imagem, como raio X, tomografia e ressonância magnética. Também devem ser seguidas as orientações sobre hábitos saudáveis (alimentação e sono, por exemplo) e horários certos para tomar as medicações, assim como seguir as demais recomendações médicas.

Preparo para a quimioterapia

Para garantir o sucesso do procedimento, alguns cuidados são fundamentais:

  • O paciente não deve vir ao Hospital em jejum; precisa chegar no horário agendado; deve usar roupas confortáveis; precisa comunicar ao médico ou à enfermeira qualquer alteração que tenha apresentado, como mal-estar, febre, diarreia e vômito; e deve manter sempre a calma, pois toda a equipe do Serviço de Oncologia e Hematologia está trabalhando para cuidar de cada um de seus pacientes.

Histórico

  • Desde 1962, o Hospital Pequeno Príncipe já realizava atendimentos hematológicos.Mas foi em 1968 que o Serviço de Oncologia e Hematologia foi criado. Aos poucos, foi se firmando como uma especialidade com os médicos Eurípides Ferreira, Raul Ribeiro e Flora Mitie Watanabe.
  • Entre 1999 e 2009, o volume de atendimentos ambulatoriais aumentou quase 250%,passando de 1.954, em 1999, para 6.729, em 2009. É o Serviço de Oncologia que atende o maior número de crianças e adolescentes com câncer no estado do Paraná.
  • Em maio de 2011, a instituição ganhou uma Unidade de Transplante de Medula Óssea (TMO) e uma nova ala para o Serviço de Oncologia e Hematologia, que foi totalmente reformada e readequada.
Ver menos

Mais informações–SUS, convênios e particular

Telefone:(41) 3310-1472
Atendimento: de segunda-feira a sábado, das 7h às 19h
Endereço: Av. Silva Jardim, 1.677 (térreo)
E-mails: oncologia@hpp.org.br, hematologia@hpp.org.br e tmo@hpp.org.br

Equipe

  • Dra. Flora Mitie Watanabe

    Médica Responsável

    Dra. Flora Mitie Watanabe

    CRM-PR 4152

  • Dra. Alejandra Adriana Cardoso de Castro

    CRM-PR 31797

  • Dra. Ana Paula Kuczynski Pedro Bom

    Dra. Ana Paula Kuczynski Pedro Bom

    CRM-PR 9953

  • Dra. Camile Cripa Vicentini

    CRM-PR 23559

  • Dra. Edna Kakitani Carboni

    CRM-PR 7315

  • Dra. Gabriela Caus Fernandes Luiz Canali

    CRM-PR 24797

  • Dra. Marja Cristine Reksidler

    CRM-PR 22843

  • Dra. Roberta Abreu de Figueiredo

    CRM-PR 40633

O procedimento em números

  • 3.467

    sessões de quimioterapia

  • 35

    aplicações

    de quimioterapia ambulatorial feitas diariamente, aproximadamente