Inverno: 5 cuidados essenciais para prevenir acidentes e doenças

Notícias

Inverno: 5 cuidados essenciais para prevenir acidentes e doenças

Pequeno Príncipe reforça conjunto de ações para proteger as crianças e evitar idas desnecessárias às emergências hospitalares
21/06/2023
cuidados no inverno
No inverno, é importante deixar a criança agasalhada na medida certa.

A queda das temperaturas anuncia a chegada da estação mais fria do ano: o inverno. Manter as crianças bem agasalhadas é apenas o primeiro cuidado para garantir o bem-estar de meninos e meninas. Mas existem outras atitudes essenciais para evitar doenças e também acidentes domésticos. Por isso, o Hospital Pequeno Príncipe orienta pais e familiares com dicas de segurança para os pequenos nesta época.

Confira 5 dicas para cuidar da saúde no inverno:

  • Banhos mornos para uma pele saudável

Os bebês têm a pele mais seca do que crianças maiores e adolescentes. Por isso, é preciso cuidar com o tempo, porque banhos prolongados podem fazer com que a pele resseque, facilite a entrada de bactérias e o surgimento de dermatites. Combinar banhos mornos com sabão na medida certa pode manter a saúde da pele das crianças e evitar o uso exagerado de hidratantes.

“Geralmente o lugar mais gelado da casa é o banheiro, e a gente acaba compensando isso com a água do chuveiro mais quente. Então a dica é esquentar antes o ambiente e depois controlar a temperatura da água, seja no chuveiro ou na banheira, em mais ou menos 38°C”, explica Eduardo Maranhão Gubert, pediatra do Hospital Pequeno Príncipe.

  • Sono aconchegante e sem acidentes

É comum que, nas noites mais frias, bebês e crianças durmam entre os pais e familiares. No entanto, é preciso cuidar para prevenir acidentes durante a noite. “Já atendemos vários casos de asfixia que decorrem de algum momento em que o pai ou a mãe se mexem durante o sono e ficam sobre a criança, que não consegue respirar. É uma situação grave que pode ser evitada”, destaca o pediatra.

Ao manter a cama ou o berço aconchegantes, meninos e meninas podem ter uma noite de sono tranquila mesmo não dormindo com os pais. É importante também deixar a criança agasalhada na medida certa e observar a presença de suor ou brotoejas no pescoço. Luvas e meias podem ajudar a manter as extremidades mais quentinhas, mas é normal que pés e mãos sejam mais frios que o restante do corpo.

  • Evitar lugares fechados

No inverno, aumenta a circulação de vírus e bactérias que causam infecções respiratórias. De acordo com dados da Fiocruz, 19 dos 26 estados brasileiros, mais o Distrito Federal, estão com crescimento significativo de quadros de influenza, VSR (vírus sincicial respiratório) e COVID-19. No Pequeno Príncipe, de janeiro a maio deste ano, foram registrados 77 internamentos de crianças com influenza, mais que o dobro que no mesmo período de 2022; já os casos de VSR tiveram aumento de 44% na instituição.

Por isso, evitar a exposição das crianças a ambientes aglomerados e com menos circulação de ar é ainda mais essencial nesta época do ano. Quando for necessário expor-se a esses ambientes, manter a higiene correta das mãos é essencial – principalmente para quem utiliza transporte público. Em casa, conservar os ambientes livres de pó e mofo também ajuda a prevenir desconfortos, especialmente no caso de casacos e cobertores de lã guardados e que concentram poeira e ácaros.

  • Manter a hidratação e a boa alimentação

A hidratação adequada é fundamental para o funcionamento de todo o organismo, especialmente para as crianças, que estão em fase de desenvolvimento. No inverno, a água pode auxiliar também na recuperação de doenças do sistema respiratório ao eliminar melhor o acúmulo de secreção nas vias respiratórias.

Nesta época do ano, incluir na alimentação das crianças frutas e vegetais ricos em vitamina C, como verduras verde-escuras, além de laranja, acerola e goiaba, também auxilia o sistema imunológico. Outro nutriente importante para a imunidade é o zinco, um mineral com ação antioxidante encontrado em carnes, leguminosas, cereais e sementes (feijão, ervilha, lentilha, sementes de girassol e de gergelim).

  • Proteção completa com vacinação

O aumento de casos respiratórios e de hospitalizações de crianças se deve, principalmente, à baixa cobertura vacinal em todo o país. “Nenhuma vacina do calendário nacional atingiu a meta de cobertura, que é 95%. Esse ano está surpreendendo com o grande número de casos respiratórios e de hospitalizações de crianças não vacinadas”, destaca Heloísa Giamberardino, pediatra e coordenadora do Centro de Vacinas Pequeno Príncipe. Por isso, a melhor prevenção é a imunização.

O Pequeno Príncipe é signatário do Pacto Global desde 2019. A iniciativa presente nesse conteúdo contribui para o alcance do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS): Saúde e Bem-Estar (ODS 3).

Acompanhe os conteúdos também nas redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade – FacebookInstagramTwitterLinkedIn e YouTube.

+ Notícias

21/06/2024

Pequeno Príncipe lamenta morte de dona Celeste, mãe de Pelé

A matriarca doou um diamante ao maior e mais completo hospital pediátrico do país
21/06/2024

Primeiríssima Infância: como criar um ambiente rico em estímulos?

Proporcionar um local diverso em interações é essencial para o desenvolvimento infantil integral e saudável
20/06/2024

Professor Kiyoshi Tanaka, da Universidade Shinshu, visita Pequeno Príncipe

O objetivo principal foi estreitar os laços para futuras colaborações
14/06/2024

II Encontro Internacional de Especialidades em Pediatria reforça a importância da educação continuada em saúde

Evento on-line promovido pelo Pequeno Príncipe contou com mais de 530 participantes de 24 estados brasileiros e do Distrito Federal
12/06/2024

Cardiopatias congênitas: diagnóstico precoce evita complicações graves

Neste Dia Nacional de Conscientização da Cardiopatia Congênita, o alerta é para os exames disponíveis para diagnóstico e à importância do tratamento adequado para cada caso
11/06/2024

Gala Pequeno Príncipe 2024 será realizado em São Paulo

Jantar com a participação das madrinhas marcou o lançamento do evento, programado para o dia 30 de setembro
Ver mais