Campanha de Multivacinação: leve as crianças e adolescentes para vacinar

Notícias

Campanha de Multivacinação: leve as crianças e adolescentes para vacinar

O Hospital Pequeno Príncipe lembra que as vacinas são essenciais para garantir uma vida saudável e que é papel dos pais e responsáveis manter a carteira atualizada
17/10/2023
Campanha de Multivacinação
No Paraná, a Campanha de Multivacinação será realizada até o dia 28 de outubro, com o Dia D de mobilização marcado para 21 de outubro.

O Dia Nacional da Vacinação deste ano coincide com a Campanha de Multivacinação, promovida pelo Ministério da Saúde. No Paraná, será realizada até o dia 28 de outubro, com o Dia D de mobilização marcado para 21 de outubro. A vacinação é um ato de extrema importância para a saúde pública, e a campanha é uma oportunidade de garantir que as crianças e os adolescentes recebam todas as imunizações necessárias para um desenvolvimento saudável.

Desafios da cobertura vacinal no Brasil

No Brasil, somente a vacina BCG, que protege contra formas graves de tuberculose, atingiu a meta preconizada pelo Ministério da Saúde em 2022, com 99,5% de crianças vacinadas. Um levantamento inédito do Observatório de Saúde da Infância (Observa Infância – Fiocruz/Unifase), baseado em dados dos sistemas públicos de saúde, levou em consideração quatro imunizações essenciais. Entre elas, a BCG, a poliomielite, a DTP (difteria, tétano e coqueluche) e a MMRV (sarampo, caxumba, rubéola e varicela).

Infelizmente, o cenário está longe do ideal. A poliomielite, por exemplo, atingiu 85,3% das doses iniciais e apenas 67,7% em relação à dose de reforço. Entre as Américas, o Brasil é o segundo país com maior risco da reintrodução do vírus, atrás apenas do Haiti. “As doenças evitáveis pela vacinação podem causar sequelas para a vida toda. Por isso, defendo as vacinas como a principal ferramenta atual de proteção contra doenças infecciosas para as crianças, adolescentes e população em geral”, explica a pediatra e coordenadora do Centro de Vacinas Pequeno Príncipe, Heloisa Ihle Garcia Giamberardino.

Campanha de Multivacinação

A Campanha de Multivacinação tem como objetivo reforçar as coberturas vacinais de imunizantes que fazem parte do Calendário Nacional de Imunização, bem como campanhas contra a COVID-19 e a influenza. O foco principal é em crianças e adolescentes com até 15 anos. E a expectativa é de aplicar cerca de 250 mil doses em todo o Paraná.

As vacinas disponíveis na campanha são: BCG, Hepatite B, Pentavalente, Vacina Inativada Poliomielite (VIP), Vacina Oral de Poliomielite (VOP), Pneumocócica 10 Valente, Meningocócica C, Meningocócica ACWY, Tríplice Viral (SCR), Varicela, Hepatite A, Febre Amarela, Rotavírus, HPV, DTP, COVID-19 e Influenza.

“A proteção de nossas crianças e adolescentes começa com a conscientização e ação de pais, médicos e autoridades de saúde, trabalhando juntos para tornar o presente e o futuro mais saudáveis e seguros para todas as gerações. Não deixe de levar seus filhos para se vacinar, não apenas nessa campanha, mas sempre que indicado pelo pediatra”, finaliza a médica.

Centro de Vacinas Pequeno Príncipe

O Centro de Vacinas Pequeno Príncipe, referência em imunizações há mais de 20 anos, disponibiliza os imunizantes para todas as faixas etárias – de recém-nascidos até idosos. Funciona de segunda a sexta, das 8h às 19h, e aos sábados, das 8h às 18h, sem necessidade de agendamento. Além disso, também é possível que uma equipe vá realizar a vacinação em casa, mediante agendamento por meio do telefone (41) 3310-1414 ou (41) 3310-1141.

O Pequeno Príncipe é signatário do Pacto Global desde 2019. A iniciativa presente nesse conteúdo contribui para o alcance do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS): Saúde e Bem-Estar (ODS 3).

Acompanhe os conteúdos também nas redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade – FacebookInstagramTwitterLinkedIn e YouTube.

+ Notícias

22/05/2024

Qual é a importância do vínculo afetivo na Primeiríssima Infância?

A ligação entre a criança e seus cuidadores se estabelece ainda na gravidez e se estende por um longo caminho após o nascimento
18/05/2024

Aumentam registros de violência contra crianças e adolescentes

Nas últimas duas décadas, foram mais de nove mil pacientes atendidos no Hospital Pequeno Príncipe por maus-tratos; violência sexual predomina
17/05/2024

Pequeno Príncipe mobilizado pelo Rio Grande do Sul

Iniciativas vão desde teleconsultas a crianças e adolescentes em parceria com hospital gaúcho até mobilização de profissionais
15/05/2024

Como falar sobre as enchentes com as crianças?

Hospital Pequeno Príncipe destaca a importância de agir com sensibilidade e estar atento aos sinais de sofrimento manifestados pelos pequenos
13/05/2024

É normal a criança ter amigos imaginários?

A criação desses personagens é comum no desenvolvimento infantil, mas veja alguns sinais que indicam atenção a essa prática
09/05/2024

Ministra da Saúde visita área onde será o Pequeno Príncipe Norte

Nísia Trindade de Lima destacou a importância do projeto e da instituição para a saúde infantil do país
Ver mais