Telemedicina Pequeno Príncipe inicia atendimentos na modalidade particular - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Telemedicina Pequeno Príncipe inicia atendimentos na modalidade particular

Teleconsultas são mais uma forma de oferecer continuidade de tratamento durante a pandemia da COVID-19. Atualmente, estão sendo realizados atendimentos particulares em oito especialidades pediátricas
06/08/2021

Se por um lado a pandemia do coronavírus (COVID-19) trouxe inúmeros desafios e sofrimentos para a sociedade, por outro também acelerou alguns processos benéficos para a população, como o uso da tecnologia na saúde. O Hospital Pequeno Príncipe, atento às necessidades de seus pacientes e familiares, avançou em várias frentes nesse sentido. Um dos avanços é o Serviço de Telessaúde, que iniciou os seus trabalhos oficialmente em 2021 e que agora passa a disponibilizar teleconsultas em especialidades pediátricas na modalidade particular para crianças e adolescentes.

O objetivo dos atendimentos realizados por meio da Telemedicina Pequeno Príncipe é reduzir a distância entre os pacientes e o Hospital, com responsabilidade e excelência técnico-científica, que são marcas da instituição. “A telemedicina é um método de prestação de serviços médicos feita com o uso de tecnologias interativas. Por meio de um dispositivo de áudio e vídeo, você pode conversar com o seu médico, trocar informações, e ele pode enviar documentos eletrônicos digitalmente assinados. Na pandemia isso é ainda mais especial, pois grande parte das consultas que são consideradas eletivas estão sendo perdidas. As pessoas estão procurando o médico somente em um contexto de necessidade eminente”, ressalta a médica Rafaela Wagner, coordenadora do Serviço de Telessaúde do Pequeno Príncipe.

As teleconsultas contribuem para garantir a adesão dos pacientes ao tratamento em longo prazo, somando-se, assim, às consultas presenciais. No Pequeno Príncipe, os atendimentos são realizados por meio de uma plataforma que oferece condições essenciais para a prática correta e segura da telemedicina, como uma boa qualidade de som e imagem, o sigilo a que o paciente tem direito na consulta e no compartilhamento de dados, e a prescrição segura dos medicamentos necessários. Para a realização das teleconsultas, é necessário estar conectado à internet pelo computador ou celular, com acesso permitido à câmera e ao microfone. Os atendimentos para pacientes que estejam em Curitiba ou qualquer outra cidade do país precisam ser agendados previamente de forma on-line, e atualmente são disponibilizadas teleconsultas na modalidade particular em oito especialidades pediátricas – cirurgia pediátrica, gastroenterologia, hematologia, nefrologia, neurologia, ortopedia, otorrinolaringologia e pneumologia.

Ampliação do acesso à medicina
Os trabalhos do Serviço de Telessaúde do Hospital Pequeno Príncipe iniciaram oficialmente em fevereiro deste ano. Em um primeiro momento, médicos de diversas especialidades passaram a atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de baixa, média e alta complexidade, porém com estabilidade clínica, que já faziam tratamento nos ambulatórios da instituição. “Começamos pela parcela da população que mais necessita de acesso à saúde. É nossa responsabilidade ampliar o acesso à medicina, bem como entender suas aplicações, visando à segurança do paciente e à integralidade de seu cuidado”, observa o diretor técnico da instituição, Donizetti Dimer Giamberardino Filho.

De 12 de fevereiro a 30 de junho, o Pequeno Príncipe realizou 490 teleconsultas para pacientes do SUS em 15 especialidades, como cardiologia, oncologia, nefrologia, neurologia, ortopedia e reumatologia. No mês de maio, a prática da telemedicina passou a ser oferecida de forma piloto também para crianças e adolescentes atendidos na modalidade particular, com início oficial das teleconsultas particulares em julho.

Para mais informações, clique aqui e acesse o hotsite da Telemedicina Pequeno Príncipe.

+ Notícias

03/02/2023

Gravidez na adolescência: quais são os riscos?

A gestação nessa fase, que compreende dos 10 aos 19 anos, gera uma série de consequências para a vida da mãe e do bebê
01/02/2023

Volta às aulas e a imunização de crianças e adolescentes

As medidas de higiene das mãos, etiqueta ao tossir e uso de máscara também auxiliam a evitar a disseminação de doenças
27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
25/01/2023

Gastrosquise: diagnóstico é possível pelo ultrassom na gestação

O Hospital Pequeno Príncipe é referência no tratamento cirúrgico da doença, que é uma malformação rara da parede abdominal ocasionada ainda na formação do feto
23/01/2023

Saiba tudo sobre viroses em crianças

Hospital Pequeno Príncipe chama atenção de famílias para quadros virais comuns durante o verão
20/01/2023

Como cuidar da saúde mental na infância e adolescência?

O Hospital Pequeno Príncipe chama atenção para o tema e sugere atitudes de pais e responsáveis para contribuir com seus filhos
Ver mais