Pequeno Príncipe caminha ao lado dos profissionais no combate ao coronavírus - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pequeno Príncipe caminha ao lado dos profissionais no combate ao coronavírus

Neste Dia Mundial da Segurança do Paciente (17 de setembro), o Hospital está com a cor da campanha, que tem como tema a segurança dos profissionais de saúde. A iluminação na fachada segue até domingo, dia 20
17/09/2020
Neste Dia Mundial da Segurança do Paciente (17 de setembro), o Pequeno Príncipe está com a cor da campanha, que tem como tema a segurança dos profissionais de saúde.

Ao mesmo tempo em que cuidam, os profissionais de saúde precisam se preocupar com a própria saúde e em não contaminar seus familiares. E nessa luta contra o coronavírus, o Pequeno Príncipe caminha ao lado de todos os colaboradores e médicos que atuam na instituição e busca diariamente oferecer toda a proteção, cuidado e informação.

Definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o tema da campanha do Dia Mundial da Segurança do Paciente (17 de setembro) deste ano não poderia ser diferente: “a segurança do profissional da saúde”. Afinal, o contexto da pandemia da COVID-19 exige um olhar atento às necessidades dos profissionais, assegurando o máximo de proteção e acolhimento.

Com planejamento, educação continuada, atualizações e busca incessante em fazer sempre mais e melhor, o Pequeno Príncipe tomou diversas medidas para proteger a saúde dos pacientes em tratamento, de seus familiares e dos mais de dois mil profissionais da instituição durante a pandemia.

Em alusão à data, o Pequeno Príncipe entregou kits de autocuidado para todos os profissionais que, independentemente da função, transformam a vida de crianças e adolescentes todos os dias.

“Se temos os `Cs’ desafiadores do coronavírus, no Pequeno Príncipe temos coragem, curiosidade, comunicação, ciência, cultura, conhecimento, cuidado, controles e o mais especial: colaboradores comprometidos. Mais do que nunca, nós agradecemos toda a dedicação dos profissionais em levar adiante nossa missão. Estamos juntos sempre”, enfatiza a diretora executiva do Hospital, Ety Cristina Forte Carneiro.

Desde o início da pandemia, no Brasil, 257 mil profissionais de saúde foram infectados pela COVID-19, de acordo com o Ministério da Saúde. A taxa de letalidade da doença no país é de 3,1%, com mortalidade de 58,9 para cada 100 mil habitantes. Apesar dos números alarmantes, no Hospital Pequeno Príncipe, a taxa de letalidade é 0% e a taxa de contaminação é de 7,46%. Isso é resultado das ações de proteção que foram tomadas precocemente e do comprometimento de cada profissional.

Ações que fazem a diferença

Relembre algumas medidas de proteção e prevenção tomadas pelo Pequeno Príncipe em prol dos profissionais

Elaboração do Plano de Contingência e criação de grupo da COVID-19.

Revisão e implementação de fluxos e protocolos específicos.

Definição de áreas exclusivas para atendimento de pacientes com COVID-19.

Treinamentos contínuos das equipes, com diferentes abordagens.

Comunicação constante pelo hotsite específico e outros meios como flyers, cartazes, e-mails e intranet.

Criação do Ambulatório Estratégico da COVID-19 para atendimento exclusivo aos profissionais.

Criação da Central de Distribuição de equipamentos d17e proteção individuais (EPIs) e inspeções de segurança para o uso correto.

Afastamento de quase 200 profissionais do grupo de risco (com 60 anos ou mais; portadores de doenças crônicas e grávidas).

Criação do projeto de Busca Ativa para Orientação Baseada em Acolhimento e Apoio (BAOBA).

Apoio psicológico gratuito por meio do Serviço de Psicologia e Central de Apoio ao Colaborador Pequeno Príncipe (CAC PP).

Incentivo à arte, por meio do projeto “Piano na Praça”, que envolve com música e mantém a característica de alegria do Hospital.

Doação de álcool e máscaras de tecido para os profissionais, que também se estendeu aos seus familiares.

Disponibilização de diárias em hotéis para profissionais com restrição de convivência familiar.

Instalação de contêineres na entrada de colaboradores, para evitar aglomerações nos vestiários.

Adequação de barreiras físicas nas recepções, refeitório e outras áreas administrativas, bem como indicação do distanciamento correto em diversas áreas.

Foco na segurança em todas as esferas
Com o comprometimento e dedicação dos profissionais, em 2020, o Pequeno Príncipe manteve o Nível 3 da Acreditação ONA, o mais elevado nesta importante certificação em saúde, mesmo durante a pandemia, por meio de visita remota. Este reconhecimento comprova a excelência em gestão e a segurança e qualidade na assistência.

+ Notícias

12/08/2022

Vacinação contra a COVID-19 é fundamental para proteção de crianças de 3 a 5 anos

Especialista do Pequeno Príncipe, maior hospital exclusivamente pediátrico do Brasil, reforça pontos positivos para os responsáveis que adotam essa medida de prevenção
10/08/2022

“Nosso meio ambiente”: pacientes do Projeto Integra participam de ação ambiental

A iniciativa, realizada na sede que abrigará o Pequeno Príncipe Norte, proporcionou a experiência de explorar o vasto universo do ecossistema presente no local
08/08/2022

Colesterol pode ser prevenido com consumo de alimentos saudáveis

O Hospital Pequeno Príncipe ressalta a importância da adoção de bons hábitos para melhor qualidade de vida desde a infância
05/08/2022

Cirurgia de correção de malformação rara é realizada no Pequeno Príncipe

A reparação da extrofia de cloaca foi feita com a técnica de Kelley, considerada inovadora
04/08/2022

Cientistas estão desenvolvendo gel bucal para tratar mucosite

Principal reação adversa da quimioterapia, a mucosite oral causa intensa dor e pode ser porta de entrada para outras infecções
02/08/2022

Doenças raras é tema de mesa-redonda organizada pelo Pequeno Príncipe

A iniciativa fez parte da programação da 74.ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)
Ver mais