CoronaVac: é seguro vacinar crianças de 3 a 5 anos contra a COVID-19?

Notícias

É seguro vacinar crianças de 3 a 5 anos contra a COVID-19?

A Anvisa autorizou o uso da CoronaVac com base em diversos estudos nacionais e internacionais que apontam a eficácia e segurança do imunizante
15/07/2022
coronavac
A CoronaVac está liberada para crianças a partir de 3 anos e a aplicação será em duas doses, com intervalo de 28 dias.

 

Mais um passo importante foi dado contra a COVID-19 no Brasil. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou o uso da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, em crianças de 3 a 5 anos de idade. A decisão foi pautada pelos estudos nacionais e internacionais que comprovaram a eficácia e segurança do imunizante nessa faixa etária.

Entre os estudos realizados, a pediatra Heloisa Ihle Garcia Giamberardino menciona um feito no Chile, que constatou a efetividade de 55% da CoronaVac contra a hospitalização de crianças que testaram positivo para a COVID-19. “Vale destacar que as crianças têm uma resposta imunológica muito melhor do que em adultos. É um imunizante extremamente seguro, principalmente por ser com vírus inativado”, pontua.

No Hospital Pequeno Príncipe, 186 dos 288 casos de internamento em 2022 (até dia 12 de julho) devido à COVID-19 se concentraram em crianças até 5 anos, sendo a maioria (111 casos) lactente. “Por isso, sabemos que temos que avançar mais, pois os casos tendem a se deslocar para o público que ainda não está imunizado. Nos Estados Unidos, por exemplo, já foi aprovada a vacinação para crianças a partir de 6 meses”, alerta.

Com a passagem do 32º aniversário do Estatuto da Criança e do Adolescente, a médica lembra que a vacinação é um direito assegurado por lei. “O adulto toma a decisão por ele, mas deixar de vacinar a criança é uma interpretação equivocada e sem respaldo científico. É importante considerar o olhar da ciência, se conscientizar da importância da vacinação e levar seus filhos para se vacinar”, completa a especialista.

Pontos de destaque da CoronaVac

  • Está liberada para crianças a partir de 3 anos.
  • Pode ser aplicada em pacientes imunossuprimidos.
  • A aplicação será em duas doses, com intervalo de 28 dias.
  • A vacina é com vírus inativado, com mesma formulação aplicada em adultos.
  • O início da aplicação será divulgado de acordo com cada região do Brasil.

Segurança e eficácia comprovadas

A CoronaVac está aprovada em 56 países pela Organização Mundial da Saúde (OMS). As pesquisas que anuíram o uso do imunizante entre as crianças de 3 a 5 anos foram realizadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Instituto Butantan, além de entidades internacionais.

A COVID-19 é imprevisível e reage de forma diferente em cada pessoa, podendo gerar complicações e sequelas em longo prazo. Ainda não há tratamento específico e, por isso, a prevenção é a melhor forma de cuidado individual e coletivo. Só até maio de 2022, o Brasil já registrou quase 300 mortes de crianças até 5 anos, de acordo com o Instituto Butantan.

Acompanhe os conteúdos também nas redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade – Facebook, InstagramTwitterLinkedInYouTube

+ Notícias

25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
20/11/2022

Dia Mundial da Criança chama atenção à defesa de direitos

Em sua trajetória centenária, o Hospital Pequeno Príncipe desenvolve uma série de iniciativas em favor da proteção integral de meninos e meninas  
18/11/2022

Eletrofisiologia: Pequeno Príncipe é pioneiro em pediatria e mapeamento do coração em procedimento cirúrgico

O serviço também é referência no Brasil na realização de procedimentos invasivos e colocação de dispositivos eletrônicos no público infantojuvenil
Ver mais