Complexo, Gols Pela Vida, Hospital, Instituto de Pesquisa

Uso de fogos de artifício nas festas de ano novo exige atenção especial às crianças

Por segurança e para evitar acidentes graves, meninos e meninas nunca devem estar perto no momento de manusear e soltar os artefatos. Animais de estimação também precisam de cuidados diferenciados

As crianças devem ficar bem longe dos fogos de artifício.

Os fogos de artifício, tradicionais nas festas de fim de ano, exigem muita atenção dos pais e responsáveis. Afinal, as crianças nunca devem estar por perto no momento de manusear e soltar os artefatos. A brincadeira pode acarretar desde queimaduras de segundo grau até amputações de membros. Em incidentes mais graves, pode até mesmo provocar a morte.

De acordo com o pediatra do Hospital Pequeno Príncipe, Eduardo Gubert, meninos e meninas ficam impressionados com as cores e barulhos dos fogos. “Elas acham legal e, por isso, acabam chegando perto dos artefatos e até mesmo os soltando. Nem preciso dizer que isso não dá certo, né?”, afirma.

Para soltar os fogos de artifício é preciso ter experiência, um suporte adequado e manter-se afastado. “O que acontece muitas vezes é que algumas pessoas soltam com as mãos e não colocam os artefatos em um suporte. Isso é muito arriscado”, destaca o médico.

Muito utilizado pelas crianças, os estalinhos também oferecem riscos. “Eles podem estourar no bolso e também causar queimaduras sérias”, reitera. No caso de acidentes, é essencial procurar atendimento médico para tomar as medidas necessárias.

Animais de estimação também precisam de cuidados

Além dos perigos às crianças, os fogos de artifício também causam muitos problemas a cães, gatos e aves. O estresse pode levar muitos pets à morte. Por isso, caso tenha um bichinho em casa, procure protegê-lo adequadamente.

Veja algumas dicas:

  • Evite deixar o animal sozinho. De preferência, fique com ele em um local fechado para diminuir os ruídos externos
  • Permita que o animal se esconda em um local em que se sinta seguro, mas fique de olho para evitar que ele se machuque
  • Aja normalmente durante a queima de fogos para não reforçar a sensação de que algo estranho está acontecendo
  • Ligue a TV ou o rádio, barulhos familiares ajudam o animal a se acalmar
  • Evite ficar agradando ou pegar o animal no colo, pois essas atitudes só intensificam o medo
  • O ideal é não deixar os animais sozinhos durante a queima de fogos, porém, caso seja inevitável, mantenha portas e janelas fechadas para abafar os ruídos

Fonte: Mundo Pet

+ Notícias

Faça sua doação