Projeto “Cirandas Brasileiras” traz a arte do bordado para pais e responsáveis de pacientes do Hospital Pequeno Príncipe - Complexo Pequeno Príncipe

Complexo, Doe, Gols Pela Vida, Hospital, Instituto de Pesquisa

Projeto “Cirandas Brasileiras” traz a arte do bordado para pais e responsáveis de pacientes do Hospital Pequeno Príncipe

Realizada por meio da Lei Rouanet, a ação permite que os participantes desenvolvam uma atividade criativa em meio à rotina diária na instituição.

O projeto “Cirandas Brasileiras” promoveu oficinas de bordados para acompanhantes de pacientes em tratamento no Hospital Pequeno Príncipe.

Para tornar mais leve e inspiradora a rotina de pais e responsáveis dos pacientes em tratamento no Hospital Pequeno Príncipe, dezembro começou com uma novidade especial. O projeto “Cirandas Brasileiras”, que durante o ano de 2018 garantiu distração, conhecimento e estímulo à criatividade às crianças e adolescentes da instituição, neste mês traz também oficinas de bordado para os acompanhantes.

No começo da oficina, um kit com agulha, linha e tesoura é distribuído aos participantes e depois eles podem escolher a cor das miçangas e do coração que será bordado. Com o auxílio dos orientadores, aprendem todo o passo a passo, desde dar o nó na linha até como fazer os primeiros pontos.

Para Itaercio Rocha, que coordena a atividade, bordar é como andar de bicicleta. “No começo você tem o auxílio das duas rodinhas, o próximo passo é tirar uma rodinha e quando você vê já aprendeu a andar”, destaca.

Repercussão

Os participantes receberam kits e todas as orientações necessárias.

Gisele Lousano Barros conta que quando ficou sabendo da oficina logo quis participar “ É uma distração, eu gosto muito de mexer com essas coisas. Gostei muito de fazer e participar”, fala.

Gislaine Cristina Dinis achou a oficina muito interessante. “Aqui o tempo passa mais rápido e nós pensamos menos nos problemas”, afirma. Seu filho, Davi Felipe, tem 11 anos e também participou.

Enquanto os pais e responsáveis participam do projeto, em uma sala ao lado as crianças e adolescentes podem participar de outras atividades. Ao término da oficina os participantes podem levar o kit para casa e dar continuidade ao bordado.

 

O projeto

Viabilizado pela Lei Rouanet, o projeto “Cirandas Brasileiras”, além das atividades mencionadas, realizou ao longo de 2018 cerca de 100 oficinas inspiradas em elementos da cultura popular brasileira, voltadas para pacientes e familiares do Pequeno Príncipe. A iniciativa contou ainda com 4 sessões do espetáculo de mesmo nome, com bilheteria integralmente revertida para a instituição. O “Cirandas Brasileiras” tem o apoio das seguintes empresas: Sideral Linhas Aéreas, Veirano Advogados, Klabin, DHL Logistics, Caterpillar, Eletrofrio, Accord Farmacêutica, Grupo Vaccaro, Brasilmad, Grupo Electra, Elejor, Trutzchlern e Orsegups.

+ Notícias

Faça sua doação