Voluntária mirim do Pequeno Príncipe dá lição de altruísmo - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

    Voluntária mirim do Pequeno Príncipe dá lição de altruísmo

    Paciente de 9 anos decidiu dedicar tempo ao Hospital, quando vinha para suas consultas, ao perceber a importância do trabalho dos voluntários
    24/09/2015

    Aberto a quem quiser se engajar na causa da saúde infantojuvenil, o Pequeno Príncipe tem um corpo de voluntários diversificado. A idade mínima para ser voluntário é de 18 anos, mas a restrição etária não é motivo para deixar de ajudar. O exemplo vem até de alguns pacientes do Hospital.

    DSC_0523
    Isabelle de Oliveira já recebeu alta da quimioterapia, mas deixou uma lição de amor pelo voluntariado

    É o caso de Isabelli de Oliveira Rodrigues Pereira, de nove anos, que é paciente do Pequeno Príncipe desde 2011. A menina frequentou a instituição para tratar uma leucemia e recentemente teve alta da quimioterapia. Paralelo ao tratamento de saúde, a pequena construiu uma história de dedicação ao voluntariado.

    Tudo começou quando, em um dia de aniversário no Hospital, Isabelli recebeu um presente de um grupo de voluntários. O simples gesto de carinho mudou a vida da garota, que decidiu se engajar no voluntariado do Pequeno Príncipe. Todos os dias em que tinha retorno médico agendado, a menina dedicava um tempo para distribuir desenhos e lápis de colorir para outros pacientes. Isabelli até pediu para que a mãe providenciasse um avental amarelo, semelhante ao que é utilizado pelos voluntários adultos.

    A atitude positiva ajudou na recuperação da garota. “No começo, ela ia para a consulta, mas era mais difícil. Quando ela começou a ser voluntária, adquiriu um entusiasmo diferente para ir ao Hospital. Ficou mais fácil para ela passar pelo tratamento”, contou a mãe Laura de Oliveira, em uma entrevista à TV Educativa em 2012.

    Hoje, as consultas já são em menor frequência: Isabelle retorna ao Pequeno Príncipe a cada seis meses. O exemplo da menina, contudo, ainda motiva aqueles que dedicam tempo para as crianças e adolescentes do Hospital. “Em todo o treinamento de integração dos voluntários, eu sempre conto a história da Isabelli. É importante que os voluntários entendam que o que eles vêm fazer aqui faz diferença para as crianças e para as famílias”, explica Mariana Santos, psicóloga do Setor de Voluntariado.

    + Notícias

    25/11/2022

    Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

    O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
    24/11/2022

    Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

    A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
    23/11/2022

    Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

    Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
    21/11/2022

    Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
    20/11/2022

    Dia Mundial da Criança chama atenção à defesa de direitos

    Em sua trajetória centenária, o Hospital Pequeno Príncipe desenvolve uma série de iniciativas em favor da proteção integral de meninos e meninas  
    18/11/2022

    Eletrofisiologia: Pequeno Príncipe é pioneiro em pediatria e mapeamento do coração em procedimento cirúrgico

    O serviço também é referência no Brasil na realização de procedimentos invasivos e colocação de dispositivos eletrônicos no público infantojuvenil
    Ver mais