Vacina BCG protege contra tuberculose e pode indicar imunodeficiências primárias - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Vacina BCG protege contra tuberculose e pode indicar imunodeficiências primárias

Neste dia 1.° de julho é lembrada a importância dessa imunização, que foi criada nesta mesma data em 1920
30/06/2017

Ainda no primeiro mês de vida, os bebês devem receber a vacina do Bacilo de Calmette-Guérin, conhecida nacionalmente por BCG. Além de proteger contra as formas graves de tuberculose, seu efeito adverso é um dos sinais que podem indicar imunodeficiência primária. Com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre o tema, neste sábado, 1.° de julho, é lembrado o Dia da Vacina BCG, que também é a data de sua criação, em 1920.

Essa forma de imunização é fornecida pela Rede Pública de Saúde. Em alguns locais, é aplicada pela própria maternidade, sempre no braço direito, conforme as normas de saúde. “Ela é contraindicada para bebês com menos de 2Kg e que têm imunodeficiências adquiridas (por infecções virais, como o HIV) e imunodeficiências primárias (de origem genética)”,  explica a médica alergista e imunologista do Hospital Pequeno Príncipe, Carolina Prando.


Após a vacina, não se deve passar produtos ou colocar curativos no local da aplicação. “É necessário também ficar atento à formação de uma lesão, que deve cicatrizar entre 6 a 10 semanas da vacinação”, destaca a médica. As reações à vacina variam de vermelhidão ao redor e até mesmo pus no local. Uma infecção em forma de caroço também pode se formar na região da axila ou na região cervical direita (porção da coluna vertebral que forma o pescoço).

Quando não for possível verificar a marquinha da vacina no bebê, é necessário procurar por uma Unidade Básica de Saúde para receber uma nova dose da vacina, após seis meses da primeira. As recomendações são do Ministério da Saúde. ”Se o bebê já apresentou outras infecções de ouvido, pneumonia, diarreia persistente ou dificuldade de ganho de peso, é importante verificar se o sistema imunológico está funcionando corretamente antes de aplicar a segunda dose”, afirma a profissional.

Além disso, caso o bebê apresente alguma falha no sistema imunológico, a lesão da vacina pode ser muito grande e ter uma quantidade aumentada de pus. “Nesse caso, pode ocorrer uma infecção na região da vacinação e também em órgãos internos do corpo”, aponta Carolina Prando. Diante disso, é preciso procurar imediatamente por um imunologista. Quanto antes for feito o diagnóstico de uma imunodeficiência primária, maiores são as chances de um tratamento dirigido que aumente a qualidade e expectativa de vida do paciente.

Sobre as imunodeficiências primárias
O sistema imunológico é responsável pela defesa do organismo. Porém, algumas pessoas podem nascer com modificações em genes desse sistema, que alteram a produção ou o funcionamento das células. Isso faz com que elas apresentem infecções de repetição. Essas modificações fazem parte de um grupo de doenças conhecido como imunodeficiências primárias.

Sobre a tuberculose
A tuberculose, uma infecção transmissível causada pelo Mycobacterium tuberculosis, é um problema sério de saúde pública. Apesar do Brasil ter reduzido o número de casos da doença em 20% nos últimos dez anos, o país ainda está entre os 20 com o maior índice dessa enfermidade. São diagnosticados 70 mil novos casos e ocorrem 4,5 mil mortes por ano.

+ Notícias

08/08/2022

Colesterol pode ser prevenido com consumo de alimentos saudáveis

O Hospital Pequeno Príncipe ressalta a importância da adoção de bons hábitos para melhor qualidade de vida desde a infância
05/08/2022

Cirurgia de correção de malformação rara é realizada no Pequeno Príncipe

A reparação da extrofia de cloaca foi feita com a técnica de Kelley, considerada inovadora
04/08/2022

Cientistas estão desenvolvendo gel bucal para tratar mucosite

Principal reação adversa da quimioterapia, a mucosite oral causa intensa dor e pode ser porta de entrada para outras infecções
02/08/2022

Doenças raras é tema de mesa-redonda organizada pelo Pequeno Príncipe

A iniciativa fez parte da programação da 74.ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)
01/08/2022

Aleitamento materno favorece desenvolvimento da inteligência e estrutura da face

Especialistas do Hospital Pequeno Príncipe explicam ligação entre o neurodesenvolvimento e o crescimento ósseo adequado da face
28/07/2022

Hepatites A e B podem ser prevenidas por meio da vacinação

O Centro de Vacinas Pequeno Príncipe disponibiliza imunizantes contra essas duas formas da doença, que ocorrem de forma endêmica no Brasil
Ver mais