Um alerta importante no Dia Mundial da Imunização - Complexo Pequeno Príncipe

Complexo, Doe, Faculdades, Hospital, Instituto de Pesquisa

Um alerta importante no Dia Mundial da Imunização

Na ausência de uma vacina contra o coronavírus, é fundamental manter a prevenção em dia contra outras doenças, como o sarampo e a febre amarela, que podem sobrecarregar o sistema de saúde nesta fase de pandemia

Neste Dia Mundial da Imunização, a médica Heloisa Giamberardino lembra que é importante manter o calendário vacinal em dia em tempos de pandemia e ainda dar atenção especial à saúde das crianças.

Ainda não existe uma vacina contra o coronavírus, mas é importante – neste momento de pandemia – manter distante o risco de outras doenças que podem ser prevenidas. Por conta disso, neste 9 de junho, Dia Mundial da Imunização, o Hospital Pequeno Príncipe faz um alerta a toda sociedade, principalmente àqueles que respondem também pela saúde de milhares de crianças.

A médica e coordenadora do Serviço de Epidemiologia e Controle de Infecção Hospitalar (SECIH) e do Serviço de Imunizações do Hospital Pequeno Príncipe, Heloisa Giamberardino, lembra que todo cuidado faz a diferença nesta fase de combate e prevenção à COVID-19. “As altas coberturas vacinais são fundamentais para manter o controle ou até mesmo eliminar as doenças infectocontagiosas. Elas podem sobrecarregar o sistema de saúde, pois algumas doenças imunopreveníveis levam muitas vezes à necessidade de hospitalização”, reforça a especialista.

Diante desse quadro preocupante, Heloisa Giamberardino, que também é a médica responsável pelo Centro de Vacinas do Pequeno Príncipe, alerta para doenças, como o sarampo e febre amarela, que voltaram a ser um problema nos últimos anos. “Perdemos o status de país sem a doença e um surto de sarampo neste instante seria um caos para o sistema de saúde. O mesmo problema é verificado com a febre amarela, já temos vários casos no Sul registrados em 2020”, completa.

Por essas e outras razões, a imunização é bem-vinda, recomendada e altamente necessária. Nesta época do ano, por exemplo, é preciso se prevenir ainda das meningites e doenças respiratórias. “É importante manter o calendário vacinal em dia, sobretudo das crianças. Com o coronavírus, é importante fazer mais aplicações numa mesma visita à unidade de saúde ou em sua clínica de preferência, desde que o prazo vacinal esteja correto”, completa.

+ Notícias

Faça sua doação