“Transplante hepático e COVID-19” é tema de palestra no Pequeno Príncipe - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

“Transplante hepático e COVID-19” é tema de palestra no Pequeno Príncipe

Para iniciar o projeto Pequeno Príncipe Conhecimento, a instituição contou com a presença do cirurgião Rodrigo Vianna, diretor do Miami Transplant Institute (MTI)
12/03/2021
O cirurgião Rodrigo Vianna compartilhou a experiência, ao longo deste um ano de pandemia, do Miami Transplant Institute (MTI) – o maior hospital de transplantes dos Estados Unidos

Reforçando seu pioneirismo no ensino em saúde, o Hospital deu início ao projeto Pequeno Príncipe Conhecimento, que, ao longo do ano, abordará assuntos pertinentes relacionados à assistência e pesquisa aos profissionais que atuam na instituição. Por meio de plataforma on-line, o primeiro encontro virtual teve como tema “Transplante hepático e COVID-19” e foi conduzido pelo cirurgião Rodrigo Vianna, diretor do Miami Transplant Institute (MTI).

Nos Estados Unidos, Miami foi o epicentro da COVID-19 logo após Nova York, com números assustadores entre abril e maio de 2020. Apesar disso, o cirurgião apontou que a diminuição do número de transplantes não foi duradoura. Em média, as cirurgias sofreram queda de sete a oito semanas durante a pandemia.

“Todos identificaram que a insuficiência do fígado ou rim trazia mais risco do que o transplante. Devido à resposta inflamatória, começou a fazer sentido que os pacientes transplantados, especificamente para essa doença, tivessem um quadro mais leve. Rapidamente, os programas começaram a voltar a transplantar”, ressaltou Vianna.

Mesmo durante a pandemia do coronavírus, a equipe do MTI realizou 721 transplantes e não houve aumento na mortalidade após esses procedimentos. Na maior parte dos casos, os transplantes realizados trouxeram resultados positivos, com ganho de sobrevida e mais qualidade de vida dos pacientes.

Dos aprendizados, o cirurgião frisa: “Vamos precisar conviver com esse vírus por, pelo menos, mais um ano; precisamos entender o que fazer para os pacientes testados positivos e para que o transplante possa ser realizado com sucesso; lembrar que eles não vão ter imunoglobulina; prestar atenção na vacinação e se irão desenvolver os anticorpos necessários. Imagino que cada país terá que criar um protocolo próprio”, finalizou.

O encontro virtual contou com a participação de mais de 50 profissionais que atuam no Pequeno Príncipe ao longo da transmissão

+ Notícias

18/04/2024

Desenvolvimento do bebê: da gestação ao parto

O vínculo formado, as relações emocionais e os estímulos durante a gravidez fazem parte da Primeiríssima Infância
16/04/2024

COVID-19 e dengue são ameaças à saúde das crianças no Brasil

Primeiro trimestre de 2024 foi marcado pela elevação do número de casos e de mortes provocadas pelas duas doenças
11/04/2024

Renúncia fiscal transforma a vida de crianças e adolescentes

Destinação do Imposto de Renda contribui para a equidade no atendimento em saúde a pacientes vindos de todo o país
08/04/2024

Pronon e Pronas: Pequeno Príncipe contribui com consulta pública

Há dez anos, o Hospital elabora, executa e presta contas de projetos desenvolvidos dentro dos programas
07/04/2024

Dia Mundial da Saúde: “Minha Saúde, Meu Direito”

O Hospital Pequeno Príncipe desenvolve uma série de iniciativas em favor da proteção integral de meninos e meninas
02/04/2024

TDAH e autismo: quais são as semelhanças e diferenças?

A identificação da manifestação dos sintomas é crucial para o diagnóstico e tratamento adequados e individualizados
Ver mais