Torneio reúne “constelação" e mostra força do futebol para ajudar a saúde - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Torneio reúne “constelação" e mostra força do futebol para ajudar a saúde

Craques participaram do Gols pela Vida neste fim de semana
10/12/2012
Boneco do Pequeno Príncipe fez sua estreia no domingo

O III Torneio Gols pela Vida, realizado neste fim de semana (9 e 10 de dezembro), teve disputas intensas dentro de campo, muitos e belos gols, platéia animada, um jogo de encerramento repleto de estrelas do futebol nacional e, principalmente, uma mostra bem-acabada do que o futebol pode fazer pela causa da saúde infantojuvenil.

A iniciativa do Pequeno Príncipe, que reuniu ícones do esporte, teve participação de oito empresas – a Parati sagrou-se campeã, numa disputada partida com a WHB. Toda a renda arrecadada com o evento será revertida para o Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe.

No domingo, o Couto Pereira recebeu para o Jogo das Estrelas uma verdadeira constelação do mundo do futebol. Alex, Tcheco, Caio Jr, Levir Culpi, Rafinha, Pedro Ken, Lúcio Flavio, Paulo Rink, Marcão, Paulo Miranda, Mozart, Nei Santos, Rodrigo Batata, Rogério Correia e craque tricampeão do mundo pela Seleção de 1970, Paulo César Caju.

“Nós, do futebol, temos uma responsabilidade muito grande. É importante participar desse tipo de evento, que eu espero que cresça bastante em Curitiba”, disse Alex, que liderou o time Azul. Dentro de campo uma partida movimentada, que acabou com a vitória do time Amarelo (liderado por Caio Jr e Levir Culpi) por 4 a 3, depois de terminar o primeiro tempo perdendo de 3 a 2.

Ídolo tricampeão
Paulo César Caju, ícone da Seleção Brasileira, entregou troféus, concedeu inúmeras entrevistas, conversou com dezenas de pessoas, esbanjou simpatia. A participação do tricampeão mundial, ao lado dos inúmeros boleiros que compareceram ao Couto Pereira, reforçou a importância do III Torneio Gols pela Vida, realizado no fim de semana.

“Todo esse apoio dá uma ideia clara de que o futebol pode fazer coisas fantásticas também fora do campo”, resumiu José Álvaro Carneiro.

Caju recebeu uma medalha Gols pela Vida, da série de peças confeccionadas em cima dos gols marcados por Pelé, outro parceiro “de gala” do Pequeno Príncipe.

Antes do campo, Caju conheceu o Hospital Pequeno Príncipe e visitou pacientes internados.

Veja nos links abaixo como foi a final entre empresas, os artilheiros, depoimentos dos presentes à festa, patrocinadores e apoiadores, além da galeria de fotos do evento.

Acompanhe também em www.facebook.com/golspelavida.

+ Notícias

01/03/2024

Pequeno Príncipe celebra a formatura de 75 residentes

A entrega dos certificados de conclusão dos programas de residência e especialização médica reuniu 350 convidados em uma noite de comemoração
29/02/2024

Doenças raras: diagnóstico precoce é decisivo para qualidade de vida

Quando descobertas de maneira rápida, as doenças podem ser controladas com medicamentos; e algumas, curadas por meio de transplantes
28/02/2024

Prêmio Mais Saúde TOPVIEW homenageia Pequeno Príncipe

A instituição foi reconhecida em duas categorias: Melhor Hospital Filantrópico e Melhor Clínica de Pediatria
22/02/2024

O que é e como identificar o transtorno de personalidade borderline?

Conheça os sintomas, as causas e a importância da psicoterapia como forma de tratamento
20/02/2024

Crianças podem ter uma dieta vegetariana?

A prática é adequada em qualquer fase da vida, mas é preciso garantir o consumo de todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento infantil
15/02/2024

Quando levar a criança ao dermatologista?

Hospital Pequeno Príncipe destaca quais são as doenças de pele mais comuns e os cuidados desde a infância
Ver mais