Torneio reúne “constelação" e mostra força do futebol para ajudar a saúde - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Torneio reúne “constelação" e mostra força do futebol para ajudar a saúde

Craques participaram do Gols pela Vida neste fim de semana
10/12/2012
Boneco do Pequeno Príncipe fez sua estreia no domingo

O III Torneio Gols pela Vida, realizado neste fim de semana (9 e 10 de dezembro), teve disputas intensas dentro de campo, muitos e belos gols, platéia animada, um jogo de encerramento repleto de estrelas do futebol nacional e, principalmente, uma mostra bem-acabada do que o futebol pode fazer pela causa da saúde infantojuvenil.

A iniciativa do Pequeno Príncipe, que reuniu ícones do esporte, teve participação de oito empresas – a Parati sagrou-se campeã, numa disputada partida com a WHB. Toda a renda arrecadada com o evento será revertida para o Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe.

No domingo, o Couto Pereira recebeu para o Jogo das Estrelas uma verdadeira constelação do mundo do futebol. Alex, Tcheco, Caio Jr, Levir Culpi, Rafinha, Pedro Ken, Lúcio Flavio, Paulo Rink, Marcão, Paulo Miranda, Mozart, Nei Santos, Rodrigo Batata, Rogério Correia e craque tricampeão do mundo pela Seleção de 1970, Paulo César Caju.

“Nós, do futebol, temos uma responsabilidade muito grande. É importante participar desse tipo de evento, que eu espero que cresça bastante em Curitiba”, disse Alex, que liderou o time Azul. Dentro de campo uma partida movimentada, que acabou com a vitória do time Amarelo (liderado por Caio Jr e Levir Culpi) por 4 a 3, depois de terminar o primeiro tempo perdendo de 3 a 2.

Ídolo tricampeão
Paulo César Caju, ícone da Seleção Brasileira, entregou troféus, concedeu inúmeras entrevistas, conversou com dezenas de pessoas, esbanjou simpatia. A participação do tricampeão mundial, ao lado dos inúmeros boleiros que compareceram ao Couto Pereira, reforçou a importância do III Torneio Gols pela Vida, realizado no fim de semana.

“Todo esse apoio dá uma ideia clara de que o futebol pode fazer coisas fantásticas também fora do campo”, resumiu José Álvaro Carneiro.

Caju recebeu uma medalha Gols pela Vida, da série de peças confeccionadas em cima dos gols marcados por Pelé, outro parceiro “de gala” do Pequeno Príncipe.

Antes do campo, Caju conheceu o Hospital Pequeno Príncipe e visitou pacientes internados.

Veja nos links abaixo como foi a final entre empresas, os artilheiros, depoimentos dos presentes à festa, patrocinadores e apoiadores, além da galeria de fotos do evento.

Acompanhe também em www.facebook.com/golspelavida.

+ Notícias

27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
25/01/2023

Gastrosquise: diagnóstico é possível pelo ultrassom na gestação

O Hospital Pequeno Príncipe é referência no tratamento cirúrgico da doença, que é uma malformação rara da parede abdominal ocasionada ainda na formação do feto
23/01/2023

Saiba tudo sobre viroses em crianças

Hospital Pequeno Príncipe chama atenção de famílias para quadros virais comuns durante o verão
20/01/2023

Como cuidar da saúde mental na infância e adolescência?

O Hospital Pequeno Príncipe chama atenção para o tema e sugere atitudes de pais e responsáveis para contribuir com seus filhos
18/01/2023

Centro de Reabilitação e Convivência Pequeno Príncipe atende de forma integral crianças e adolescentes com deficiência

A unidade conta com laboratório de marcha, parque adaptado e sala de realidade virtual
16/01/2023

ALTA COMPLEXIDADE | Serviço de Radiologia Intervencionista

A especialidade trata doenças complexas em procedimentos minimamente invasivos. Saiba mais sobre o serviço na série de alta complexidade
Ver mais