Talentos Pequeno Príncipe passam por intensa imersão na instituição - Complexo Pequeno Príncipe

Talentos Pequeno Príncipe passam por intensa imersão na instituição

Os novos integrantes do maior programa de desenvolvimento de talentos do Terceiro Setor do Brasil tiveram a oportunidade de ampliar seus conhecimentos sobre o Hospital e desenvolver novas habilidades

O Talentos Pequeno Príncipe é uma iniciativa voltada a universitários e profissionais que têm até  2 anos de formados com o intuito de oferecer um desenvolvimento diferenciado aos seus participantes, com foco nas áreas comerciais e de negócios. Desde 2 de março, os novos integrantes do programa têm participado de uma intensa imersão no Hospital Pequeno Príncipe, com treinamentos e palestras que proporcionaram novos conhecimentos e habilidades. As atividades seguem até sexta-feira, dia 13.

O processo seletivo contou com 1.435 inscritos e selecionou 11 novos talentos para integrar a equipe de Novos Projetos do maior hospital pediátrico do Brasil. “Somos uma instituição centenária e de alta complexidade que exige muito foco e muito trabalho. Buscamos valorizar a todos, principalmente as crianças e os adolescentes. Estou muito feliz que vocês escolheram o Pequeno Príncipe”, enfatizou a diretora executiva da Hospital, Ety Cristina Forte Carneiro, na sua fala de boas-vindas.

Uma das atividades da imersão foi uma conversa com a diretora da ONG Habitat, Carla Nóbrega, que falou com os talentos sobre o papel do jovem no terceiro setor e destacou a importância de acreditar e persistir na causa pela qual se trabalha. “Existe muita criatividade e qualidade na captação de recursos no Brasil. A maior recomendação que deixo, é a de que devemos persistir, porque um não que se recebe agora pode se tornar um sim depois. Devemos sempre reavaliar o que foi feito e tentar uma nova oportunidade, assim como tirar aprendizados”, disse. “Fiquei muito feliz com o convite do Pequeno Príncipe, porque além de eu admirar a instituição, é incrível o trabalho que realiza para formar uma nova geração com os fundamentos da captação de recursos”, completou.

Já o representante de recursos humanos do Banco Volkswagen, Mauro Aurélio de Castro, compartilhou suas experiências profissionais e disse se sentir grato pela oportunidade de poder ver jovens trabalhando em prol do Terceiro Setor. “Nós entendemos que as novas gerações devem ter um olhar mais humano e, em eventos como esse, percebemos que o Pequeno Príncipe busca jovens profissionais, os motiva e os desenvolve para realizar um trabalho espetacular. O conselho que deixo a todos é de que devemos trabalhar muito, mas jamais esquecer que trabalhamos com pessoas, e pessoas são as coisas mais preciosas que temos, principalmente as crianças”, enfatizou.

A expectativa dos novos integrantes
Um dos novos integrantes da equipe de Novos Projetos é Jaime Silva, que atuava como voluntário  no Pequeno Príncipe e, ao retomar sua graduação aos 62 anos, viu uma oportunidade ainda maior de contribuir com a causa da saúde infantojuvenil. “Eu resolvi fazer voluntariado no Pequeno Príncipe porque era um sonho pessoal e ao me aposentar, resolvi colocá-lo em prática. Uma das culturas do Hospital fala sobre a empatia e a dignidade humana, isso me tocou muito e parei para pensar em como poderia contribuir mais com meu conhecimento e experiências. Fiz a inscrição para o Talentos Pequeno Príncipe porque vi a oportunidade de lutar pela vida de crianças e adolescentes. Estou muito realizado”, contou.

“Eu já conhecia o Pequeno Príncipe como instituição hospitalar, mas eu não tinha ideia da complexidade do programa de talentos. É muito emocionante estar aqui e, tudo o que vimos até agora, aquece nosso coração. Quero desenvolver um conhecimento mais amplo do terceiro setor nesse ambiente que é muito rico em aprendizagem”, falou a estudante de relações internacionais, Gioavanna Ferronato Welter, também selecionada para o programa de desenvolvimento de talentos.

Área de Novos Projetos
Criada em 2006, apoia o desafio de atrair investimentos de empresas e pessoas físicas para viabilizar projetos na área da saúde, modernização hospitalar, pesquisa científica, educação e cultura. É referência em captação de recursos do Terceiro Setor no Brasil e já viabilizou o engajamento de milhares de empresas investidoras de todo o país para o Pequeno Príncipe.

Visita especial
O ex-jogador de futebol Tinga – que em sua palestra abordou temas como protagonismo e resiliência – e a diretora da ONG Habitat visitaram o Hospital Pequeno Príncipe e puderam conhecer de perto os trabalhos assistenciais realizados pela instituição, além de setores como o de Educação e Cultura e o Programa Família Participante. “O que mais me chamou a atenção foi ver a alegria nos olhos das pessoas que trabalham na instituição, além de poder conhecer a qualidade do Hospital e do atendimento que realiza por meio do SUS. Foi um grande aprendizado estar aqui”, concluiu Tinga.

+ Notícias

Faça sua doação