Representantes da FAS e Comtiba conhecem as instalações revitalizadas do Pronto-Atendimento SUS do Pequeno Príncipe - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Representantes da FAS e Comtiba conhecem as instalações revitalizadas do Pronto-Atendimento SUS do Pequeno Príncipe

O serviço foi reinaugurado no início de junho, após seis meses do início da obra
24/06/2021

Na terça-feira, dia 22, o presidente da Fundação de Ação Social de Curitiba (FAS) e o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comtiba) estiveram no Hospital Pequeno Príncipe para conhecer as instalações revitalizadas do Pronto-Atendimento do SUS. O serviço foi reinaugurado no último dia 11, após seis meses do início da obra.

O custo total foi de R$ 1,5 milhão, com recursos oriundos da destinação de empresas e pessoas físicas, por meio da renúncia fiscal do Imposto de Renda. “Nos esforçamos profundamente para oferecer dignidade e excelência técnico-científica para todas as crianças que estão aqui. É muito importante podermos contar com o apoio do Comtiba e da FAS para isso”, ressaltou o diretor corporativo do Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro.

A reforma do Pronto-Atendimento do SUS integra o projeto “Para Mais 100 Anos: Renovação da Estrutura Predial do HPP”. Aprovado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comtiba), e apto a receber recursos de renúncia fiscal de pessoas físicas e jurídicas pelo Fundo da Infância e Adolescência (FIA).  O projeto prevê a renovação da estrutura predial do Hospital, para beneficiar a qualidade do atendimento, circulação e segurança dos pacientes, famílias, profissionais, estudantes e visitantes, aprimorando as condições para os serviços de saúde no presente e garantindo a longevidade da instituição. É o princípio da equidade do atendimento colocado em prática.

O presidente do Comtiba, Renan Gustavo Costa Ferreira, destacou a importância do cuidado da instituição com meninos e meninas. “É muito gratificante ver que o conselho é um degrau para que tudo isso aconteça. É um somatório da sociedade com o poder público no olhar para o próximo, especialmente para a criança e ao adolescente. O Pequeno Príncipe traz dignidade no atendimento não só para o paciente, mas também para sua família”, disse.

Para Fabiano Ferreira Vilaruel, presidente da Fundação de Ação Social de Curitiba, é um motivo de orgulho fazer parte dessa revitalização que beneficia toda a população da capital. “É uma alegria enorme poder viver este momento com o Pequeno Príncipe e é uma gratidão pelo trabalho que a FAS realiza no município. Os servidores da fundação, que se dedicam tanto para que os processos sejam materializados, não fazem ideia da repercussão positiva do trabalho deles. Nós nos sentimos parte de tudo isso”, finalizou.

Aplicativo Curitiba 156

Durante a visita, os representantes da Fundação de Ação Social de Curitiba (FAS) enfatizaram a importância da união de toda a sociedade, especialmente neste momento de pandemia que não tem previsão para terminar. Com a chegada da COVID-19 e todos os desafios impostos por ela, muitas famílias foram para as ruas, e os casos de exploração infantil aumentaram. As denúncias contra maus-tratos podem transformar a realidade de meninos e meninas e agora também podem ser feitas pelo aplicativo Curitiba 156, que está disponível para todos os celulares.

O Hospital Pequeno Príncipe atua na Rede de Proteção à Infância de Curitiba como referência para atendimento de crianças vítimas de violência. Ao ajudar a reforçar a disponibilidade desse aplicativo, a instituição contribui ainda mais para fortalecer as ações voltadas à defesa de direitos e proteção de meninas e meninos, bem como para reduzir a violência e mobilizar sociedade em prol dessa causa.

+ Notícias

03/02/2023

Gravidez na adolescência: quais são os riscos?

A gestação nessa fase, que compreende dos 10 aos 19 anos, gera uma série de consequências para a vida da mãe e do bebê
01/02/2023

Volta às aulas e a imunização de crianças e adolescentes

As medidas de higiene das mãos, etiqueta ao tossir e uso de máscara também auxiliam a evitar a disseminação de doenças
27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
25/01/2023

Gastrosquise: diagnóstico é possível pelo ultrassom na gestação

O Hospital Pequeno Príncipe é referência no tratamento cirúrgico da doença, que é uma malformação rara da parede abdominal ocasionada ainda na formação do feto
23/01/2023

Saiba tudo sobre viroses em crianças

Hospital Pequeno Príncipe chama atenção de famílias para quadros virais comuns durante o verão
20/01/2023

Como cuidar da saúde mental na infância e adolescência?

O Hospital Pequeno Príncipe chama atenção para o tema e sugere atitudes de pais e responsáveis para contribuir com seus filhos
Ver mais