Complexo, Doe, Gols Pela Vida, Hospital, Instituto de Pesquisa

“Quarta Nobre – Torneio de Golfe 100 anos do Hospital Pequeno Príncipe” foi um sucesso

O evento, realizado no dia 2 de outubro, reuniu praticantes do esporte em uma disputa marcada pela solidariedade. Jantar de encerramento também contou com leilão em prol dos trabalhos de assistência e pesquisa da instituição

O torneio envolveu atletas do golfe em uma disputa em favor da saúde de crianças e adolescentes de todo Brasil.

Esporte e solidariedade deram o tom ao evento “Quarta Nobre –  Torneio de Golfe 100 anos do Hospital Pequeno Príncipe”, realizado nessa quarta-feira, dia 2 de outubro, em Curitiba. A ação reuniu 130 golfistas – nas categorias masculino e feminino – que participaram da competição promovida no Alphaville Graciosa Clube, Clube Curitibano e Graciosa Country Club. Parte da renda obtida por meio das inscrições e dos patrocínios será revertida para os trabalhos de assistência e pesquisa da instituição.

Além do torneio, a Quarta Nobre contou com um jantar especial de encerramento e um leilão em prol do maior hospital pediátrico do Brasil, comandado pelo leiloeiro Helcio Kronberg, apoiador da instituição.  O diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, explicou as dificuldades de assegurar o atendimento pelo SUS e de garantir os trabalhos do Hospital e do Instituto de Pesquisa Pelé Príncipe, além de possibilitar a capacitação profissional de seus mais de 2 mil colaboradores. “Por isso quero agradecer a todos pela generosidade envolvida nesse torneio. Vocês se divertiram, nos ajudaram e garantiram às nossas equipes a energia necessária para continuar o trabalho realizado”, ponderou.

O diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, destacou a importância de iniciativas como a “Quarta Nobre” para a manutenção das atividades do hospital.

O torneio é resultado da parceria entre os golfistas participantes do grupo Quarta Nobre, sob a liderança de Geninho Thomé, Patrice Vian e Glaucio Bley, com o Alphaville Graciosa Clube de Golfe, o Clube Curitibano Golfe e o Graciosa Country Club. A iniciativa tem o apoio da Confederação Brasileira de Golfe, da Associação Brasileira de Golfe Sênior, de Sir Nick Faldo e família, além da Faldo Series. “Minha história com o Pequeno Príncipe começou em 1994. Há 25 anos fiz um estágio para ser ortopedista e vi duas questões que me chamaram a atenção: a excelência e qualidade dos profissionais que lá atuam e as dificuldades da instituição, que nunca fechou as portas e se tornou referência em todo país”, destacou o médico Alcy Vilas Boas Júnior, capitão de golfe do Graciosa Country Club e anfitrião do jantar de encerramento do evento.

Muitas histórias norteiam os 100 anos do Pequeno Príncipe e uma delas chamou a atenção de Patrice Vian. “Meu caddie, que carrega a bolsa com os tacos de golfe no fim de semana, é engenheiro e faz esse trabalho para ajudar a família. Quando ele soube desse torneio, disse que queria muito participar, pois o Pequeno Príncipe salvou sua vida quando era criança. Me arrepiei ouvindo isso, é uma sensação de satisfação muito grande”, observou. Geninho Thomé salientou a satisfação em ajudar as crianças. “Esse é o sentimento de todos que se inscreveram. A colaboração foi muito grande”, apontou.

Irineu Vitor Leite, vice-presidente da NeoOrtho – Soluções Seguras para Saúde, patrocinadora master do evento, destacou uma experiência pessoal com  o Hospital. “Em 2012, meu filho foi precocemente diagnosticado com meningite e o Pequeno Príncipe foi decisivo na sua história. Poucas instituições podem se gabar, aos 100 anos, de tantas conquistas e de ainda salvar vidas”, reiterou.

O evento teve categorias masculino e feminino.

 

Leilão em favor da saúde infantojuvenil

Durante o jantar de encerramento da  “Quarta Nobre –  Torneio de Golfe 100 anos do Hospital Pequeno Príncipe”, realizado no Graciosa Country Club, foi promovido um leilão em prol das atividades de assistência e pesquisa da instituição. Um dos lotes mais aguardados da noite foi o Faldo Experience.

O Faldo Experience permite que o comprador tenha a chance de jogar e almoçar com um dos maiores nomes do esporte de todos os tempos: Sir Nick Faldo, que acumula 41 vitórias profissionais na carreira e que foi – por 97 semanas – o número 1 do ranking mundial.

O leilão contou ainda com outros lotes (bandeiras do torneio The Open 2012, autografada pelo golfista Ernie Els; e  bandeira do Aberto do Brasil PGA Tour 2019, autografada pelo campeão Shad Tuten). O leiloeiro Helcio Kronberg, da Kronberg Leilões, parceiro do Complexo Pequeno Príncipe, comandou a ação.

 

+ Notícias

Faça sua doação