Programa Appam ganha brinquedoteca - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Programa Appam ganha brinquedoteca

Inaugurada no dia 04 de dezembro, espaço oferecerá atividades recreativas para crianças e adolescentes em tratamento
05/12/2013

DSC_0005Crianças e adolescentes atendidos pelo Programa APPAM (Apoio, Proteção e Assistência às Crianças e Adolescentes com Mielomeningocele), do Hospital Pequeno Príncipe, ganharam uma brinquedoteca na última quarta-feira (dia 04). Graças ao trabalho de colaboradores da transportadora Ouro Verde, por meio do programa de voluntariado Juntos Somos Mais, as crianças terão um espaço próprio para as brincadeiras e atividades recreativas, enquanto aguardam as consultas e terapias. Após reforma e adequação da sala, foram instalados móveis adaptados e disponibilizados brinquedos, jogos e livros para as atividades. Tudo viabilizado pela empresa por meio do programa de voluntariado.

Vanessa da Cunha, coordenadora do Programa Juntos Somos Mais, conta que aproximadamente 70 colaboradores participam das ações de voluntariado da empresa. “Já está instituída na empresa essa questão do voluntariado. Todo ano os colaboradores ficam aguardando para participar dos projetos”. Segundo ela, a implantação da brinquedoteca vem a contribuir para um momento de lazer para as crianças e adolescentes atendidos. “É muito gratificante saber que estamos ajudando a fazer essas crianças mais felizes. E além disso contribuir com o desenvolvimento intelectual delas, por meio dos jogos e brinquedos”.

A APPAM
DSC_0041A Associação dos Pais e Amigos das Crianças Portadoras de Mielomeningocele foi uma instituição criada por pais, médicos, assistentes sociais e outras pessoas envolvidas com a Mielomeningocele, em 1992. Atualmente, após um período de transição, foi incorporada à Associação Dr. Raul Carneiro e hoje é um Programa do Pequeno Príncipe chamado: APPAM – Apoio, Proteção e Assistência às Crianças e Adolescentes com Mielomeningocele. No Paraná, a APPAM é uma referência já que fornece fisioterapia e hidroterapia além das atividades de orientação, acompanhamento e assistência.

Em 2012, foram quase 2000 atendimentos de fisioterapia e hidroterapia, entrega de mais de 500 cestas básicas, mais de 120 atendimentos sociais e mais de 45 mil materiais hospitalares entregues para apoio ao tratamento das crianças e adolescentes. Além disso, o Complexo ainda levará para a APPAM cursos como os de complementação de renda familiar, qualificação de adolescentes e voltados à obtenção do primeiro emprego.

Mielomeningocele
Trata-se de uma doença congênita que provoca má formação na coluna vertebral (espinha bífida). Esta é uma das mais graves anormalidades do tubo neural, podendo variar do tipo oculto até uma espinha aberta, o que causaria uma incapacidade neurológica grave ou até mesmo a morte. A mielomeningocele não tem cura, mas com alguns tratamentos específicos é possível ter uma melhor qualidade de vida para essas crianças.

+ Notícias

12/08/2022

Vacinação contra a COVID-19 é fundamental para proteção de crianças de 3 a 5 anos

Especialista do Pequeno Príncipe, maior hospital exclusivamente pediátrico do Brasil, reforça pontos positivos para os responsáveis que adotam essa medida de prevenção
10/08/2022

“Nosso meio ambiente”: pacientes do Projeto Integra participam de ação ambiental

A iniciativa, realizada na sede que abrigará o Pequeno Príncipe Norte, proporcionou a experiência de explorar o vasto universo do ecossistema presente no local
08/08/2022

Colesterol pode ser prevenido com consumo de alimentos saudáveis

O Hospital Pequeno Príncipe ressalta a importância da adoção de bons hábitos para melhor qualidade de vida desde a infância
05/08/2022

Cirurgia de correção de malformação rara é realizada no Pequeno Príncipe

A reparação da extrofia de cloaca foi feita com a técnica de Kelley, considerada inovadora
04/08/2022

Cientistas estão desenvolvendo gel bucal para tratar mucosite

Principal reação adversa da quimioterapia, a mucosite oral causa intensa dor e pode ser porta de entrada para outras infecções
02/08/2022

Doenças raras é tema de mesa-redonda organizada pelo Pequeno Príncipe

A iniciativa fez parte da programação da 74.ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)
Ver mais