Primeira Infância é tema de capacitação aos profissionais do Hospital - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

    Primeira Infância é tema de capacitação aos profissionais do Hospital

    O aprendizado contínuo faz parte da política do Pequeno Príncipe para aprimorar cada vez mais o atendimento de excelência a crianças e adolescentes
    23/05/2016

    DSC_0057
    A Primeira Infância – período que compreende a gestação, o parto e os primeiros seis anos de vida – é uma etapa muito importante para o desenvolvimento da criança, pois são experiências levadas para o resto da vida. Pensando em aprimorar as práticas já desenvolvidas na instituição para o fortalecimento de vínculo entre as famílias e pacientes, o Hospital Pequeno Príncipe promoveu uma capacitação sobre a Primeira Infância aos profissionais que atuam diretamente na assistência ao paciente.

    A capacitação foi ministrada pela professora e consultora técnica do programa Primeiríssima Infância da Fundação Maria Cecilia Vidigal (FMCSV), Anna Maria Chiesa, na última sexta-feira, dia 20, e sábado, dia 21. Por meio de pesquisas, a especialista destacou que mais da metade da população acredita que a criança começa a aprender somente a partir dos seis meses. Além disso, a maioria considera o cuidado com a saúde o ponto mais importante para o desenvolvimento da criança.

    DSC_0015Esses resultados expostos nas pesquisas indicaram um equívoco por parte da população. “As crianças aprendem desde a gestação. O que a mãe sente, escuta ou conversa, já é transmitido à criança mesmo antes dela nascer. Além disso, um ambiente acolhedor, com carinho e afeto, é essencial para o desenvolvimento das crianças”, destacou a especialista. De acordo com ela, construir e reforçar as competências dos pais é uma forma de desenvolver as crianças para, assim, elas desenvolverem a sociedade.

    O investimento da Primeira Infância precisa ser de todos os setores (educação, cultura, saúde, economia, política) e a iniciativa desse curso no Pequeno Príncipe foi considerada essencial pelos participantes. “Discutir sobre os processos já existentes é essencial para que eles sejam potencializados. Essa capacitação ajuda no enriquecimento e desenvolvimento de saberes ocultos”, comentou o coordenador do Centro Cirúrgico, Anderson José Aparecido Ferreira.

    Agradecimento especial
    A vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti, agradeceu, em nome do Governo do Paraná, a dedicação e o empenho de cada profissional na missão de cuidar das crianças e adolescentes. “O sempre inovador Pequeno Príncipe larga mais uma vez na frente e traz à luz da discussão a importância de um atendimento ainda mais humanizado, priorizando a família para a recuperação e no tratamento das crianças. A missão que cada um de vocês carrega é mais do que especial, é um dom”, escreveu a vice-governadora na carta para os participantes do curso.

    DSC_0054“Agradeço a cada um, às orientadoras e a todas as equipes que contribuem pelo Pequeno Príncipe. Fazemos tudo com um ingrediente muito especial: a paixão”, pontuou a diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro. “A palavra gratidão expressa o que estou sentindo hoje. A oportunidade de compartilhar minhas experiências com quem pode colocá-las em prática é fantástica. Ao mesmo tempo em que apresento conteúdos, também aprendo muito. Juntos, tenho certeza que vamos trabalhar na construção de práticas ainda melhores”, complementou a professora Anna.

    + Notícias

    23/05/2022

    Voluntários do Pequeno Príncipe retornam às atividades presenciais

    A retomada foi possível com todos os cuidados que o momento de pandemia do coronavírus ainda exige
    19/05/2022

    Representantes do CEDCA visitam o Centro de Reabilitação e Convivência Pequeno Príncipe

    A unidade, que foi reestruturada, atende a diferentes tipos de deficiências de forma integral e humanizada
    18/05/2022

    Em um ano, Hospital atende mais de 600 crianças e adolescentes vítimas de violência

    Em comparação com o ano anterior, o aumento de casos foi de 11%; mais da metade das ocorrências aconteceu na residência da própria criança
    17/05/2022

    Pequeno Príncipe inicia campanha televisiva para captação de recursos

    A iniciativa busca dar mais visibilidade para a causa da saúde infantojuvenil, além de contribuir para a sustentabilidade econômico-financeira da instituição
    16/05/2022

    Atualização do calendário vacinal pode prevenir casos de SRAG no público infantojuvenil

    Diversas doenças respiratórias podem evoluir para a síndrome aguda grave. O Pequeno Príncipe alerta que as medidas de prevenção, como a imunização, precisam ser mantidas
    15/05/2022

    Sintomas da mucopolissacaridose aparecem na primeira infância

    A doença rara é genética e neurodegenerativa, que evolui com sintomas multissistêmicos
    Ver mais