Pesquisadora da Fiocruz participa da sessão de novembro do Projeto ECHO-Complexo Pequeno Príncipe - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pesquisadora da Fiocruz participa da sessão de novembro do Projeto ECHO-Complexo Pequeno Príncipe

Uma das vozes mais ativas no combate à pandemia no Brasil, Margareth Dalcolmo falou sobre o cenário da COVID-19 no país e perspectivas para o futuro
18/11/2021

A sessão de novembro do Projeto ECHO-Complexo Pequeno Príncipe contou com a presença da pneumologista e pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Margareth Dalcolmo. O encontro, totalmente on-line, teve como abordagem o “Manejo de sequelas pós-COVID na atenção primária”.

Considerada uma das vozes mais ativas no combate à pandemia, a pesquisadora enfatizou que ainda conviveremos com o uso de máscara de proteção por bastante tempo e que uma quarta dose de vacina contra a COVID-19 será necessária. “Boas práticas salvam vidas. Há uma luz no fim do túnel, mas a transmissão do vírus é por aerossol e vamos usar máscara por muito tempo em nossas vidas”, ressaltou a médica.

Margareth ainda frisou que uma grande parte das pessoas acaba tendo sequelas pós-COVID, sejam elas leves ou moderadas. “Essa é uma doença que não é linear, ou seja, se comporta de uma forma diferente a cada paciente. Fadiga, dispneia, dores de cabeça e articulares frequentes, depressão, presença de diabetes desencadeado, piorado ou mudado de patamar, são alguns sintomas que os pacientes continuam tendo”, completou.

Saiba mais sobre a convidada especial
Pneumologista, pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz e professora na pós-graduação da PUC do Rio de Janeiro, Margareth Dalcolmo integrou a Comissão Ciência RJ no Combate à COVID-19, da Secretaria de Ciência e Tecnologia do estado do Rio de Janeiro. Em 2020, ela foi a grande vencedora do prêmio personalidade do jornal O Globo.

A médica foi a criadora e coordenadora do ambulatório de pesquisa do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, da Fiocruz, e diretora do mesmo entre 2009 e 2012. Ela também é membro do Comitê Assessor em Tuberculose do Ministério da Saúde.

Sobre o Projeto ECHO-Complexo Pequeno Príncipe
A parceria ECHO–Complexo Pequeno Príncipe oferece a oportunidade de profissionais de saúde de todo o país adquirirem novos conhecimentos, com a apresentação de casos para discussão com especialistas e a contribuição com outros relatos apresentados. Os encontros, em parceria com a Faculdades Pequeno Príncipe, são on-line – com segurança, sigilo e confidencialidade de dados e informações.

O projeto ECHO (Extension for Community Healthcare Outcomes) é uma iniciativa do especialista Sanjeev Arora, da Universidade do Novo México (EUA), que visa a ampliar a capacidade de fornecer as melhores práticas de atendimento em saúde para a população de áreas remotas ou negligenciadas.

+ Notícias

03/02/2023

Gravidez na adolescência: quais são os riscos?

A gestação nessa fase, que compreende dos 10 aos 19 anos, gera uma série de consequências para a vida da mãe e do bebê
01/02/2023

Volta às aulas e a imunização de crianças e adolescentes

As medidas de higiene das mãos, etiqueta ao tossir e uso de máscara também auxiliam a evitar a disseminação de doenças
27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
25/01/2023

Gastrosquise: diagnóstico é possível pelo ultrassom na gestação

O Hospital Pequeno Príncipe é referência no tratamento cirúrgico da doença, que é uma malformação rara da parede abdominal ocasionada ainda na formação do feto
23/01/2023

Saiba tudo sobre viroses em crianças

Hospital Pequeno Príncipe chama atenção de famílias para quadros virais comuns durante o verão
20/01/2023

Como cuidar da saúde mental na infância e adolescência?

O Hospital Pequeno Príncipe chama atenção para o tema e sugere atitudes de pais e responsáveis para contribuir com seus filhos
Ver mais