Pequeno Príncipe recebe homenagem na Assembleia Legislativa do Paraná pelos 100 anos de dedicação à causa da saúde infantojuvenil - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pequeno Príncipe recebe homenagem na Assembleia Legislativa do Paraná pelos 100 anos de dedicação à causa da saúde infantojuvenil

O plenário da casa legislativa reuniu colaboradores, médicos, pesquisadores, professores e voluntários que representaram os milhares de profissionais da instituição
22/03/2019
O plenário da casa legislativa reuniu colaboradores, médicos, pesquisadores, professores e voluntários que representaram os milhares de profissionais do Complexo Pequeno Príncipe

O Pequeno Príncipe é reconhecido nacionalmente como referência no atendimento em saúde a crianças e adolescentes. Em celebração aos 100 anos de história, que será comemorado em outubro deste ano, a instituição recebeu uma homenagem na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). A solenidade, realizada em 21 de março, Dia Mundial da Infância, foi proposta pelo deputado Michele Caputo (PSDB).

O diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, relembrou a importância dos profissionais que fazem parte da história centenária.

O plenário da casa legislativa reuniu colaboradores, médicos, pesquisadores, professores e voluntários que representaram os milhares de profissionais que se dedicam à causa da saúde infantojuvenil. A homenagem referenciou toda a história de cuidado e inovação, incluindo a criação da Faculdades Pequeno Príncipe, em 2003, e do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, em 2005.
O propositor da cerimônia agradeceu a todos os deputados e deputadas que aprovaram com unanimidade a homenagem. “No Pequeno Príncipe você tem quantidade e qualidade, você tem cirurgias, intervenções ambulatoriais e uma série de procedimentos que honram todo o nosso estado e o Brasil”, enfatizou o deputado Michele Caputo.

“Temos o senso de responsabilidade associado a pessoas muito fortes que juntam ativismo, empatia e compaixão. Certamente nos 100 anos de Pequeno Príncipe, a dona Ety, nossa presidente, foi a pessoa que mais batalhou para fazermos o Pequeno Príncipe chegar onde está hoje. A outra força motriz absolutamente impressionante que a gente tem associada ao amor à criança são os profissionais da saúde, que nos impelem com direção ao futuro”, lembrou o diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro.

Uma história de amor à criança
O Pequeno Príncipe é o maior hospital pediátrico do país e destina 70% dos seus atendimentos para o Sistema Único de Saúde (SUS).  A instituição beneficiou milhares de crianças e adolescentes ao longo de um século e se consagrou como referência em 32 especialidades, recebendo pacientes de todos os estados brasileiros. Reconhecido pela excelência técnico-científica e o atendimento humanizado, realiza por ano mais de 300 mil atendimentos ambulatoriais, 20 mil cirurgias e 22 mil internações.

+ Notícias

05/08/2022

Cirurgia de correção de malformação rara é realizada por Pequeno Príncipe

A correção da extrofia de cloaca foi realizada pela técnica de Kelley, considerada inovadora
04/08/2022

Cientistas estão desenvolvendo gel bucal para tratar mucosite

Principal reação adversa da quimioterapia, a mucosite oral causa intensa dor e pode ser porta de entrada para outras infecções
02/08/2022

Doenças raras é tema de mesa-redonda organizada pelo Pequeno Príncipe

A iniciativa fez parte da programação da 74.ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)
01/08/2022

Aleitamento materno favorece desenvolvimento da inteligência e estrutura da face

Especialistas do Hospital Pequeno Príncipe explicam ligação entre o neurodesenvolvimento e o crescimento ósseo adequado da face
28/07/2022

Hepatites A e B podem ser prevenidas por meio da vacinação

O Centro de Vacinas Pequeno Príncipe disponibiliza imunizantes contra essas duas formas da doença, que ocorrem de forma endêmica no Brasil
27/07/2022

Único hospital do Brasil com 35 especialidades pediátricas atrai estudantes de todo o país

Com 50 anos de existência, a residência em pediatria do Pequeno Príncipe ajuda a melhorar o déficit de especialistas em diversos estados brasileiros
Ver mais