Pequeno Príncipe inaugura o Parque das Esculturas – Ciências para a Vida - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pequeno Príncipe inaugura o Parque das Esculturas – Ciências para a Vida

O espaço, que em breve será aberto ao público, reúne obras da escultora Elizabeth Titton e de outros importantes artistas
29/06/2021
O Parque das Esculturas – Ciências para a Vida é uma importante contribuição do Pequeno Príncipe à sociedade curitibana.

Curitiba ganhou um novo espaço ao ar livre e com esculturas de aço de grandes proporções. A área, batizada como Parque das Esculturas – Ciências para a Vida, inaugurada no dia 26 de junho, está localizada no terreno que vai abrigar o Pequeno Príncipe Norte, no bairro Bacacheri, e será aberta para visitação pública em breve.

O Parque das Esculturas reúne 21 peças da exposição “Muirapiranga”, doadas pela escultora Elizabeth Titton, além das obras “Tigre esmagando a cobra”, do artista paranaense João Turin, e “Passagem”, do escultor Alfi Vivern, nascido na Argentina e radicado no Brasil. “Cuidar da saúde é também cuidar da alma. E a arte é uma das formas de trazermos esse cuidado”, pontua José Álvaro da Silva Carneiro, diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe.

José Álvaro da Silva Carneiro, diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, e Ety Cristina Forte Carneiro, diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe: “Cuidar da saúde é também cuidar da alma. E a arte é uma das formas de trazermos esse cuidado”, reitera José Álvaro.

Muirapiranga é o nome de uma árvore amazônica, de madeira vermelha e muito similar ao pau-brasil. Com grandes dimensões e formas que remetem à natureza, as obras criadas pela artista são feitas em aço corten. Esse tipo de material tem propriedades anticorrosivas e garante três vezes mais resistência que o aço comum. As peças parecem portais e obeliscos, ou seja, dialogam perfeitamente com o ambiente em que estão expostas agora. “Como artista, agradeço ao Pequeno Príncipe por ter esta visão de como a arte é parte da vida; precisamos de comida para alimentar o corpo, o cérebro com conhecimento e a alma com arte”, diz Elizabeth Titton. As obras foram expostas, em 2019, no Complexo Cultural Funarte São Paulo.

Em breve, o Parque das Esculturas – Ciências para a Vida vai se tornar uma nova opção de lazer para quem vive na capital paranaense. “Ter a exposição da Elizabeth Titton enriquecendo nosso jardim das esculturas é extremamente inspirador e um legado que o Pequeno Príncipe está deixando para a comunidade”, destaca Ety Cristina Forte Carneiro, diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe.

A inauguração foi realizada no dia 26 de junho.

 

O Pequeno Príncipe Norte
O Parque das Esculturas está localizado no terreno que vai abrigar o Pequeno Príncipe Norte, situado no bairro Bacacheri, em Curitiba. O projeto prevê a construção de um hospital de alta complexidade, de um hospital-dia, das sedes do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe e da Faculdades Pequeno Príncipe, além de um jardim botânico, entre outras instalações. O empreendimento alia premissas de contemporaneidade, qualidade e sustentabilidade – adotadas para a elaboração e a execução dos projetos – e foi pensado de modo a evidenciar o respeito às ciências da vida.

As futuras instalações do Pequeno Príncipe Norte vão ser construídas na Associação Eunice Weaver do Paraná (AEW-PR). Julieta Carnasciali Miró, filha de Juril Carnasciali – presidente de honra da Associação (em memória) –, também esteve presente na inauguração do Parque das Esculturas e falou sobre o espaço ter a função de servir a população. “Tenho certeza que ela sabia que estava passando a AEW-PR para alguém que iria cuidar. Fico muito feliz de ver que isso vai se materializar com a construção do Complexo”, conta Julieta.

O Parque das Esculturas está localizado no terreno que vai abrigar o Pequeno Príncipe Norte, situado no bairro Bacacheri, em Curitiba.

+ Notícias

17/05/2022

Pequeno Príncipe inicia campanha televisiva para captação de recursos

A iniciativa busca dar mais visibilidade para a causa da saúde infantojuvenil, além de contribuir para a sustentabilidade econômico-financeira da instituição
16/05/2022

Atualização do calendário vacinal pode prevenir casos de SRAG no público infantojuvenil

Diversas doenças respiratórias podem evoluir para a síndrome aguda grave. O Pequeno Príncipe alerta que as medidas de prevenção, como a imunização, precisam ser mantidas
15/05/2022

Sintomas da mucopolissacaridose aparecem na primeira infância

A doença rara é genética e neurodegenerativa, que evolui com sintomas multissistêmicos
12/05/2022

Semana de Enfermagem aborda tecnologias e inovações em benefício da saúde

Neste ano, além de homenagear os profissionais de enfermagem do Pequeno Príncipe e ampliar os conhecimentos, a iniciativa apresentou as novidades do ramo
11/05/2022

Faculdades Pequeno Príncipe inaugura escritório que facilita oportunidade de estudos nos EUA

A iniciativa coloca a unidade de educação em um seleto de grupo de 43 instituições brasileiras que integram o programa global
10/05/2022

Lúpus: conscientização garante diagnóstico e tratamento corretos

O Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância da atenção à doença, que não tem cura, mas permite, com os cuidados necessários, ao paciente ter mais qualidade de vida
Ver mais