Pequeno Príncipe dá boas-vindas a jovens selecionados para o programa de trainee - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pequeno Príncipe dá boas-vindas a jovens selecionados para o programa de trainee

Durante cinco meses, dez universitários passarão por experiências nas áreas de negociação e relacionamento com clientes, busca de investidores e desenvolvimento de projetos
22/07/2013
Nos próximos 15 dias, os jovens participarão de treinamentos focados no conhecimento da instituição e na capacitação pessoal e profissional.

Os dez universitários aprovados no 6° Programa Jovens Talentos, do Complexo Pequeno Príncipe, foram recepcionados nesta manhã (22 de julho). Nos próximos 15 dias, eles participarão de treinamentos focados no conhecimento da instituição e na capacitação pessoal e profissional. Dentre as palestras a que irão assistir, destaque para a do renomado especialista em capital humano Bernt Entschev; para a da consultora de imagem Cíntia Demori; para a do presidente do Coritiba, Vilson Ribeiro; para a do consultor e palestrante em gerenciamento de equipes comerciais, Cláudio Diogo; para a do diretor da Mondelez, Fábio Acerbi; para o do diretor da Explay, Daniel Filla; e para a do diretor da UEXP – Universidade da Experiência, Guto de Lima.

A diretora-executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro, fez questão de dar as boas-vindas aos jovens. Apresentou informações que mostram porque a instituição se tornou referência no atendimento a crianças e adolescentes, ensino em saúde e desenvolvimento de pesquisas científicas. Além disso, a diretora os motivou. “Temos um grande desafio de existir. Desejo boa sorte aos jovens para que desenvolvam um ótimo trabalho e aperfeiçoamento no Pequeno Príncipe”.

Neste primeiro encontro, os jovens demonstraram interesse e grande expectativa. “Espero aprender bastante. Evolução não apenas profissional, mas também pessoal”, afirmou Diana Hanae Guimarães, 21 anos, acadêmica de Direito.

A sexta seleção do Programa Jovens Talentos contou com 891 inscritos, totalizando 89 candidatos para cada vaga oferecida. “A seleção a uma vaga foi mais disputada que para o curso de Medicina da Universidade Federal. Por isso, essa conquista tem um gostinho especial. Vou trazer o melhor possível para o Hospital e ter o melhor aprendizado com essa experiência”, ressaltou Vitor Polo Mazurek, 18 anos, que cursa Administração.

Durante cinco meses, os dez aprovados atuarão principalmente no Projeto Gols Pela Vida, uma das plataformas de arrecadação de recursos do Pequeno Príncipe.

Sobre o Programa Jovens Talentos
É um dos únicos programas de trainee desenvolvidos para uma instituição do terceiro setor no Brasil. Criado em 2009, o Programa Jovens Talentos do Pequeno Príncipe trabalha com o desenvolvimento de uma equipe ágil, cooperativa e apta a atingir metas ousadas. Os universitários se dedicam às áreas comercial, de relacionamento com clientes e desenvolvimento de projetos.

+ Notícias

02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
Ver mais