Pequeno Príncipe Conhecimento reúne profissionais interessados em pesquisa científica - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pequeno Príncipe Conhecimento reúne profissionais interessados em pesquisa científica

O assunto foi apresentado em quatro aulas pela consultora de pesquisas científicas e bioestatística do Hospital
11/08/2021

Com tanta tecnologia sendo desenvolvida na área da saúde e medicamentos novos lançados diariamente, o profissional de Medicina precisa ter o conhecimento metodológico de pesquisas científicas para uma leitura crítica de artigos científicos publicados e, assim, decidir qual a melhor conduta a ser tomada diante das diferentes enfermidades. Pela relevância do tema, o Pequeno Príncipe promoveu uma série com quatro aulas no mês de julho. Os encontros on-line, que integraram o Pequeno Príncipe Conhecimento, foram ministrados pela consultora de pesquisas científicas e bioestatística do Hospital, Solena Ziemer Kusma Fidalski.

A profissional, que também é mestre em Epidemiologia e Saúde Pública pela University College London e doutora em Saúde Coletiva pela PUCPR, trouxe dicas e um rico conteúdo para os profissionais terem condições de estruturar as suas próprias pesquisas científicas.  “O Pequeno Príncipe é referência em todo território nacional, assim temos muitas iniciativas que podem ser divulgadas e compartilhadas com a comunidade acadêmica e científica. Porém, é de suma importância que os profissionais sejam preparados para divulgar essa informação de forma ética, verdadeira e segura”, enfatizou Solena.

Na aula sobre anatomia e fisiologia da pesquisa científica, o destaque foi para a importância de definir uma pergunta de estudo a partir da identificação de um problema clínico que seja relevante para os pacientes. Solena trouxe dicas com três perguntas básicas para a elaboração do esquema de trabalho.  São elas: o que fazer? Como fazer? E do que eu preciso?  A pergunta de estudo também deve atender a critérios, resumidos pelo acrônimo FINER (factível, interessante, novo, ético e relevante).

Na segunda aula, foram evidenciadas dicas práticas de como organizar um projeto de pesquisa científica. A começar pela capa, folha de rosto (com resumo do projeto e local do estudo), introdução, justificativa, hipótese, passando por objetivos geral e secundários, tipo de estudo, participantes, critérios de inclusão e exclusão, metodologia proposta, riscos, benefícios, desfechos primário e secundário, até chegar na análise de dados, orçamento, cronograma e referências bibliográficas.

Na sequência, foi a vez de conhecer um pouco mais sobre o Comitê de Ética em Pesquisa Envolvendo Seres Humanos (CEP) do Hospital Pequeno Príncipe, além da importância do cadastro e documentos para a Plataforma Brasil. Criado em 2000 e formado por um colegiado multidisciplinar, o CEP tem a função de analisar, sob o ponto de vista ético e metodológico, todos os projetos de pesquisa realizados nas dependências da instituição. O grupo faz desde a análise e aprovação de projetos até o acompanhamento de estudos no Pequeno Príncipe. É certificado pelo Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e pelo Ministério da Saúde.

Por fim, nas dicas de como estruturar bases de dados, Solena apresentou recomendações importantes de como organizar base de dados, a partir de coleta de dados, formulários, entrevistas e exames físicos.  Outro destaque foi para a necessidade de estabelecer códigos para as variáveis qualitativas, utilizar dados quantitativos brutos, critérios de validação de entrada, verificar erros de digitação e criar páginas de códigos. Um verdadeiro encontro com a tecnologia.

+ Notícias

28/05/2024

Como resgatar as brincadeiras tradicionais na era digital?

Neste Dia Mundial do Brincar, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de equilibrar o tempo de tela com atividades lúdicas
26/05/2024

Centro de Vacinas Pequeno Príncipe: 25 anos de excelência em saúde

Inovação, atendimento integral, atualização contínua, compromisso e capacitação de profissionais marcam um quarto de século da unidade
22/05/2024

Qual é a importância do vínculo afetivo na Primeiríssima Infância?

A ligação entre a criança e seus cuidadores se estabelece ainda na gravidez e se estende por um longo caminho após o nascimento
18/05/2024

Aumentam registros de violência contra crianças e adolescentes

Nas últimas duas décadas, foram mais de nove mil pacientes atendidos no Hospital Pequeno Príncipe por maus-tratos; violência sexual predomina
17/05/2024

Pequeno Príncipe mobilizado pelo Rio Grande do Sul

Iniciativas vão desde teleconsultas a crianças e adolescentes em parceria com hospital gaúcho até mobilização de profissionais
15/05/2024

Como falar sobre as enchentes com as crianças?

Hospital Pequeno Príncipe destaca a importância de agir com sensibilidade e estar atento aos sinais de sofrimento manifestados pelos pequenos
Ver mais