Assistência com pediatra garante qualidade em saúde às crianças

Notícias

Acompanhamento com pediatra garante qualidade em saúde para crianças

O Pequeno Príncipe reforça que isso faz com que sejam evitadas idas desnecessárias a emergências hospitalares, que podem colocar a saúde em risco
02/05/2022
consulta pediatra
O pediatra promove atendimento integral, com a promoção, prevenção e assistência à saúde. | (foto feita antes da pandemia)

 

O crescimento e o desenvolvimento saudável de uma criança dependem de diferentes fatores, por isso o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância do acompanhamento regular com um pediatra. Ele é o profissional responsável por fornecer todas as orientações necessárias aos pais, além de indicar as ações adequadas para recuperar a saúde e prevenir doenças.

O pediatra é fundamental na atenção primária à saúde, e todas as crianças devem ter acesso a esse especialista. “Quando falamos de um ser humano em crescimento e desenvolvimento, ele necessita de proteção. E o pediatra não é um médico somente para doenças, suas ações são de promoção, prevenção e assistência à saúde, para um atendimento integral”, destaca o diretor-técnico do Hospital Pequeno Príncipe, Donizetti Dimer Giamberardino Filho.

O diretor-técnico reforça que a atenção pediátrica deve iniciar no nascimento da criança, com assistência ao parto, e continuar nas consultas de puericultura. “Essas consultas são para o acompanhamento do desenvolvimento psicomotor, crescimento, peso adequado, vacinação, prática de esportes, entre outras”, diz.

As visitas ao médico devem ser mensais no primeiro ano de vida da criança e, com o decorrer do tempo, vão espaçando-se para a cada dois meses, até que seja estabelecida uma consulta por ano para a avaliação de saúde. Donizetti fala ainda que a escolha do pediatra deve acontecer já durante a gestação, e isso pode ser feito por meio de conversas com os especialistas. “A confiança é fundamental para os resultados. Também é importante que os pais procurem referências curriculares e de outros pacientes”, completa.

Esse acompanhamento faz com que sejam evitadas idas desnecessárias a emergências hospitalares, que podem colocar ainda mais em risco a saúde das crianças. “Devemos lembrar que nem toda febre precisa de atendimento hospitalar. Uma sala de emergência tem pacientes com doenças infectocontagiosas e uma série de outras situações que podem agravar ainda mais o quadro de uma criança com sintomas leves”, aponta Victor Horácio de Souza Costa Júnior, infectologista pediátrico do Pequeno Príncipe.

Quando procurar uma emergência? 

Victor Horácio de Souza Costa Júnior esclarece que, quando a criança não está bem, a primeira coisa a ser feita é entrar em contato com o pediatra para verificar todas as orientações necessárias, pois nem todos os casos precisam ser encaminhados para emergências. “Devem ser levados para atendimento emergencial os casos em que a febre não baixa com o uso de antitérmico, que a criança está sonolenta de forma excessiva, com crise convulsiva ou dificuldade respiratória, por exemplo, ou ainda apresente vômitos e diarreias persistentes”, explica.

Acompanhe os conteúdos também nas redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade – Facebook, InstagramTwitterLinkedInYouTube

+ Notícias

25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
20/11/2022

Dia Mundial da Criança chama atenção à defesa de direitos

Em sua trajetória centenária, o Hospital Pequeno Príncipe desenvolve uma série de iniciativas em favor da proteção integral de meninos e meninas  
18/11/2022

Eletrofisiologia: Pequeno Príncipe é pioneiro em pediatria e mapeamento do coração em procedimento cirúrgico

O serviço também é referência no Brasil na realização de procedimentos invasivos e colocação de dispositivos eletrônicos no público infantojuvenil
Ver mais