Pandemia: alerta de proteção à vida das nossas crianças - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pandemia: alerta de proteção à vida das nossas crianças

Confira o posicionamento do Hospital Pequeno Príncipe sobre o aumento de casos de COVID-19 entre crianças e adolescentes
16/03/2021

O Pequeno Príncipe, maior hospital pediátrico do Brasil, que há 100 anos cuida da saúde de crianças e adolescentes, vem manifestar-se publicamente para pedir às famílias que redobrem os cuidados com seus filhos e também à sociedade que se atente para a gravidade do momento da pandemia que estamos passando. A diversidade ambiental e étnica do Brasil, tendo a presença de diferentes cepas do vírus circulantes nesta fase incipiente da vacina, cria um ambiente propício e singular para a proliferação de mutações do vírus, de proporções nunca vistas, com impacto social, econômico e ambiental.

Muitas das ações corretivas deverão vir das esferas públicas, no entanto, é preciso que cada cidadão dê sua contribuição. O atual contexto mostra que: o sistema de saúde está com sua capacidade esgotada, os trabalhadores de saúde apresentam exaustão e há escassez de materiais médicos-hospitalares. A velocidade de novos casos ultrapassando o tempo para instalação de novas estruturas e a nova cepa circulante atinge a população infantojuvenil de forma ampliada, requerendo mais leitos por maior tempo.

Por outro lado, a pressão para a liberação das restrições sanitárias, bem como seu descumprimento por parte da população, tem exercido um papel dificultador no controle da pandemia. Não basta a luta das estruturas de saúde em se manterem ativas e funcionantes. É preciso que todos os setores da sociedade e os cidadãos percebam a gravidade da situação e se mobilizem para a superação da pandemia. Em especial, reduzindo a mobilidade humana, para conter a transmissão do vírus e reduzir os casos da COVID-19, aliviando também a pressão nos hospitais.

Sendo assim, recomendamos às famílias com crianças sob sua proteção que ajam com o maior rigor e consciência coletiva possível. Todas essas medidas não só protegerão seus filhos como também seus familiares e o restante da sociedade. Algumas dicas que podem ajudar: evitar o convívio familiar com pessoas que não residem no mesmo local; reforçar os cuidados diários de higiene e desinfecção da casa; não levar as crianças às compras, seja no supermercado, lojas de rua ou shoppings; priorizar o acesso às aulas remotas, retornando às aulas presenciais quando o cenário permitir; manter um ambiente domiciliar tranquilo e acolhedor para que as crianças possam enfrentar a pandemia com a devida proteção de suas famílias, adquirindo a consciência de que as restrições praticadas são por um bem maior.

Vale destacar a recomendação de atentar para os sintomas de seus filhos e não realizar automedicação, levando-os ao pediatra para evitar o diagnóstico e tratamento tardios com evolução desfavorável. Com essas medidas, estaremos cumprindo o papel de agentes de contenção do vírus e criadores de um novo ambiente com saúde planetária, possibilitando futuro para as novas gerações. Contamos com você e conte com a gente também!

+ Notícias

02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
Ver mais