Pacientes do projeto Integra participam de animada festa julina - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pacientes do projeto Integra participam de animada festa julina

Evento contou com uma apresentação musical especial, que faz parte do projeto cultural “Ad Cordis: Ritmos do Coração”
20/07/2018
Com apresentação especial do projeto cultural “Ad Cordis: Ritmos do Coração”, a festa julina dos pacientes e familiares atendidos por meio do projeto Integra, iniciativa do Hospital Pequeno Príncipe, foi um sucesso.

Pacientes e familiares atendidos por meio do projeto Integra, iniciativa do Hospital Pequeno Príncipe,  participaram, no dia 11 de julho, de uma animada festa julina. A programação incluiu uma apresentação especial do violeiro Emiliano Pereira e banda, que mesclou as principais influências do artista, como a música caipira e a world music. O espetáculo, que contou ainda com a participação do músico Rogério Gulin, faz parte do projeto cultural “Ad Cordis: Ritmos do Coração” e encantou a plateia.

“Foi muito bonita a apresentação. O grupo musical é adorável e as crianças e os pais ficaram muito felizes. Os pequenos curtiram bastante e estavam curiosos em saber a respeito dos instrumentos”, disse a psiquiatra do Hospital Pequeno Príncipe e coordenadora do Integra, Maria Carolina Oliveira Serafim. “A música nos enlaça, transforma tudo em momentos sublimes”, completou.

Os sentimentos e sensações que a música proporciona também foram compartilhados pelos pacientes e familiares presentes na festa julina. “Meu filho nunca tinha demonstrado tanto interesse pela música como teve hoje. Ele ficou atento a todas as canções. Eu costumo ouvir música em casa, mas ele me surpreendeu, pois lá não costuma ouvir muito. A apresentação foi fantástica”, relatou André Lange, pai do paciente Otto Lange.

E esses sentimentos não contagiaram apenas quem estava na plateia. “Para nós, fazer uma apresentação aqui foi muito satisfatório e gratificante. Além de estarmos entre amigos e fazendo o que mais gostamos, tocar para essas crianças é de uma importância grandiosa. Pois em um quadro onde às vezes a comunicação pode ser limitada, a música e a arte são capazes de quebrar ou, ao menos, diminuir essas barreiras”, afirmou o violeiro Emiliano Pereira.

Sobre o Ad Cordis
Realizado por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, o projeto “Ad Cordis: Ritmos do Coração” proporciona atrações musicais com artistas locais no Pequeno Príncipe e em instituições parceiras. Durante o ano, serão realizadas 18 apresentações com diferentes convidados e uma grande variedade de ritmos. Ainda como parte do projeto, serão realizadas duas apresentações com os músicos Yamandu Costa e Renato Borghetti, com a renda revertida integralmente ao Hospital: uma em Curitiba, no dia 6 de setembro, no Teatro Guaíra, e outra em Nova York, nos Estados Unidos, em 20 de outubro, no 92-Y (Kaufmann Concert Hall).

O projeto “Ad Cordis: Ritmos do Coração” conta com o patrocínio das seguintes empresas: Sideral Linhas Aéreas; Grupo GPS; Novartis; Caminhos do Paraná; Grupo Electra; Ademilar; Agrícola Horizonte; Accord Farmacêutica; Ciapetro; Minauro Informática; Cesbe; Nipponflex; Bebidas Nova Geração; Codepe; Tratornew; Nórdica Veículos; Frameport; Ravato; Fagundez Distribuição; Companhia Internacional de Logística; Engepeças; Viposa; e Boulos.

+ Notícias

29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
20/11/2022

Dia Mundial da Criança chama atenção à defesa de direitos

Em sua trajetória centenária, o Hospital Pequeno Príncipe desenvolve uma série de iniciativas em favor da proteção integral de meninos e meninas  
Ver mais