Pacientes do Hospital Pequeno Príncipe conhecem a riqueza da cultura indígena - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pacientes do Hospital Pequeno Príncipe conhecem a riqueza da cultura indígena

Grupo Towê Fulni-ô, de Pernambuco, fez uma apresentação especial na instituição
13/04/2018
A apresentação trouxe a cultura indígena para os pacientes do Pequeno Príncipe.

Únicos indígenas a manter viva sua língua nativa no Nordeste do Brasil, as tradições e a história dos Fulni-ô conquistaram pacientes, familiares e colaboradores do Hospital Pequeno Príncipe na manhã desta sexta-feira, dia 13. “A gente fica emocionado de estar em um lugar que têm crianças que precisam de ajuda. É sempre bom a gente estar aqui e fazer uma saudação com a mãe terra para que tudo se ilumine na vida das nossas crianças”, fala Towê, líder do grupo Towê Fulni-ô.

A apresentação, que faz parte do projeto cultural “Que Pira é Essa?”, permite uma imersão na cultura indígena. A apresentação foi realizada a convite de José Álvaro da Silva Carneiro, diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe.

O grupo Towê Fulni-ô, que canta e dança a música sagrada de sua cultura, conquistou a atenção de todos. “Muitas crianças nunca viram um índio de perto e é bom a gente vir fazer esse trabalho para que eles saibam que existe o índio e tenham um contato”, reitera Towê.

Sobre o projeto “Que Pira é Essa?”
O projeto “Que Pira é Essa?”, viabilizado pela Lei Rouanet, prevê a edição e publicação do livro de mesmo nome, fruto de uma incursão pelo universo das culturas indígenas e sua presença na língua portuguesa  falada no Brasil na contemporaneidade. Tendo como ponto de partida o vocábulo de origem tupi-guarani pira (peixe), o livro irá propor uma viagem lúdica pela influência indígena no português falado no Brasil, percorrendo de forma divertida alguns nomes de lugares, coisas e animais. O projeto também ofereceu, aos pacientes do Hospital Pequeno Príncipe e seus familiares, oficinas artísticas com inspiração na arte desenvolvida pelos povos indígenas do Brasil. As oficinas, realizadas no Setor de Educação e Cultura da instituição, tiveram início no ano de 2017 e terminam no dia 28 de fevereiro de 2018. A iniciativa conta com os seguintes patrocinadores: Andali, Nipponflex, Ciapetro, Comtrafo, Agrícola Horizonte, Metisa, Nórdica Veículos, Tratornew, Tintas Vergínia, Aços Continente, Gemu, Fiorelo Pergoraro e Ravato.

+ Notícias

08/08/2022

Colesterol pode ser prevenido com consumo de alimentos saudáveis

O Hospital Pequeno Príncipe ressalta a importância da adoção de bons hábitos para melhor qualidade de vida desde a infância
05/08/2022

Cirurgia de correção de malformação rara é realizada no Pequeno Príncipe

A reparação da extrofia de cloaca foi feita com a técnica de Kelley, considerada inovadora
04/08/2022

Cientistas estão desenvolvendo gel bucal para tratar mucosite

Principal reação adversa da quimioterapia, a mucosite oral causa intensa dor e pode ser porta de entrada para outras infecções
02/08/2022

Doenças raras é tema de mesa-redonda organizada pelo Pequeno Príncipe

A iniciativa fez parte da programação da 74.ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)
01/08/2022

Aleitamento materno favorece desenvolvimento da inteligência e estrutura da face

Especialistas do Hospital Pequeno Príncipe explicam ligação entre o neurodesenvolvimento e o crescimento ósseo adequado da face
28/07/2022

Hepatites A e B podem ser prevenidas por meio da vacinação

O Centro de Vacinas Pequeno Príncipe disponibiliza imunizantes contra essas duas formas da doença, que ocorrem de forma endêmica no Brasil
Ver mais