Paciente do Pequeno Príncipe conquista ouro no Parapan de Toronto

Notícias

Paciente do Pequeno Príncipe conquista ouro no Parapan de Toronto

Além da medalha, a mesa-tenista Danielle Rauen garantiu a vaga nos Jogos Paralímpicos Rio 2016
13/08/2015

Paciente do Pequeno Príncipe desde os seis anos de idade, a catarinense Danielle Rauen faturou a medalha de ouro no tênis de mesa nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto no último domingo, 09. Além de alcançar o topo do pódio, Danielle se tornou a primeira atleta brasileira do tênis de mesa a garantir vaga nos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Danielle Rauen com o ouro do Parapan de Toronto
Danielle Rauen com o ouro do Parapan de Toronto

Natural de São Bento do Sul (SC), a jovem de 17 anos começou o tratamento de artrite idiopática juvenil no Hospital em 2003. Ela pratica a modalidade desde os nove anos e encontrou no esporte uma forma de tratamento, já que mantém um controle motor mais rigoroso por causa da atividade. Depois de uma classificação funcional na adolescência, se desenvolveu rapidamente até ser convocada para a seleção paralímpica, em 2013.

Confira a mensagem que Danielle Rauen mandou para o Pequeno Príncipe depois de conquistar a medalha!

Para a atleta, o importante feito merece ser compartilhado. “Essa medalha também é do Pequeno Príncipe, que é um lugar que eu admiro muito. O Hospital é fantástico para as crianças”, disse Danielle.

Danielle Rauen comemora a vaga para os Jogos Paralímpicos Rio 2016
Danielle Rauen comemora a vaga para os Jogos Paralímpicos Rio 2016

Hoje, a garota mora em Piracicaba (SP) com os atletas da seleção, mas alguns cuidados ainda são realizados em Curitiba. “A Danielle é paciente da doutora Márcia Bandeira. Sentimos muita confiança no tratamento e, sempre que precisa de algum procedimento, é no Pequeno Príncipe que ela vai”, revela a mãe da jogadora, Doralice Rauen.

A mensagem de superação é o que motiva a mesa-tenista. “Apesar da doença dela, descobrimos que nada é impossível. Queremos motivar outras crianças e mostrar que a doença não impede de realizar sonhos”, finaliza Doralice.

+ Notícias

22/05/2024

Qual é a importância do vínculo afetivo na Primeiríssima Infância?

A ligação entre a criança e seus cuidadores se estabelece ainda na gravidez e se estende por um longo caminho após o nascimento
18/05/2024

Aumentam registros de violência contra crianças e adolescentes

Nas últimas duas décadas, foram mais de nove mil pacientes atendidos no Hospital Pequeno Príncipe por maus-tratos; violência sexual predomina
17/05/2024

Pequeno Príncipe mobilizado pelo Rio Grande do Sul

Iniciativas vão desde teleconsultas a crianças e adolescentes em parceria com hospital gaúcho até mobilização de profissionais
15/05/2024

Como falar sobre as enchentes com as crianças?

Hospital Pequeno Príncipe destaca a importância de agir com sensibilidade e estar atento aos sinais de sofrimento manifestados pelos pequenos
13/05/2024

É normal a criança ter amigos imaginários?

A criação desses personagens é comum no desenvolvimento infantil, mas veja alguns sinais que indicam atenção a essa prática
09/05/2024

Ministra da Saúde visita área onde será o Pequeno Príncipe Norte

Nísia Trindade de Lima destacou a importância do projeto e da instituição para a saúde infantil do país
Ver mais