Osteoporose infantojuvenil pode estar ligada a doenças crônicas - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Osteoporose infantojuvenil pode estar ligada a doenças crônicas

Neste Dia Mundial de Combate à Osteoporose, 20 de outubro, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância do diagnóstico precoce para evitar as complicações ósseas causadas pela enfermidade
20/10/2017

Ao falar de osteoporose, uma doença que causa a perda progressiva da densidade mineral óssea e aumento da fragilidade dos ossos, é natural que as pessoas associem o problema aos mais velhos. No entanto, ela também atinge crianças e adolescentes. Nesses casos, pode estar ligada a enfermidades crônicas complicações gastrointestinais, reumáticas, renais, pulmonares e endócrinas. Alergias e intolerâncias ao leite também podem prejudicar a massa óssea e causar a doença.

“O uso de alguns medicamentos, como os à base de corticoide, por exemplo, podem comprometer a saúde óssea”, explica a reumatologista do Hospital Pequeno Príncipe, Márcia Bandeira. Apesar disso, alguns outros fatores como situações nutricionais e de causas desconhecidas também podem gerar a diminuição da densidade óssea. A enfermidade é caracterizada por fraturas de repetição, que causam dor e limitação nas atividades rotineiras.

A osteoporose é, na maioria das vezes, assintomática. “O diagnóstico consiste em análises clínicas e de imagem, mas exames mais específicos podem ser necessários”, destaca o ortopedista pediátrico Luiz Antonio Munhoz da Cunha. O tratamento da doença inclui “a realização de exercícios físicos, exposição ao sol, ingestão de leites e derivados, uso de cálcio e vitamina D”, destaca a reumatologista. Além disso, o uso de bifosfonados pode ser necessário. A medicação tem eficácia comprovada no aumento da densidade mineral óssea e diminuição do número de fraturas.

Quando o diagnóstico é precoce, as chances de evitar compressões, fragmentações e achatamento ósseos, são maiores. Uma orientação importante aos pais é que a consulta ao pediatra torne-se uma prática rotineira. Assim, a osteoporose e uma série de outras doenças podem ser prevenidas ainda na infância.

+ Notícias

16/04/2024

COVID-19 e dengue são ameaças à saúde das crianças no Brasil

Primeiro trimestre de 2024 foi marcado pela elevação do número de casos e de mortes provocadas pelas duas doenças
11/04/2024

Renúncia fiscal transforma a vida de crianças e adolescentes

Destinação do Imposto de Renda contribui para a equidade no atendimento em saúde a pacientes vindos de todo o país
08/04/2024

Pronon e Pronas: Pequeno Príncipe contribui com consulta pública

Há dez anos, o Hospital elabora, executa e presta contas de projetos desenvolvidos dentro dos programas
07/04/2024

Dia Mundial da Saúde: “Minha Saúde, Meu Direito”

O Hospital Pequeno Príncipe desenvolve uma série de iniciativas em favor da proteção integral de meninos e meninas
02/04/2024

TDAH e autismo: quais são as semelhanças e diferenças?

A identificação da manifestação dos sintomas é crucial para o diagnóstico e tratamento adequados e individualizados
30/03/2024

Como ajudar a criança ou o adolescente com transtorno bipolar?

Por ser uma doença crônica, que não tem cura, o apoio dos pais, familiares e amigos é essencial
Ver mais