A obra de Ziraldo estimula a criatividade das crianças e adolescentes do Hospital Pequeno Príncipe - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

A obra de Ziraldo estimula a criatividade das crianças e adolescentes do Hospital Pequeno Príncipe

Projeto inspirado no livro "O Menino Quadradinho" traz histórias divertidas, música e teatro para os pacientes, familiares e colaboradores da instituição
06/03/2018
A artista Rosy Greca comanda o projeto. Foto: Aleksander Schoeffel

Desde o início de fevereiro, teatro, música e artes visuais encantam os pacientes e familiares nos ambulatórios, corredores, quartos e no Setor de Educação e Cultura (EDUC) do Hospital Pequeno Príncipe. Por seis meses, o projeto “O Menino Quadradinho e o Tempo das Palavras” vai promover 96 oficinas, além de quatro apresentações de um espetáculo musical no Teatro Bom Jesus, em setembro.

Semanalmente, as atividades realizadas são diferentes e têm a intenção de instigar a imaginação dos participantes e estimular a criatividade. O projeto é baseado na obra “O Menino Quadradinho”, de Ziraldo.

Em uma das ações, as crianças e adolescentes criaram suas próprias histórias em quadrinhos com onomatopeias e figuras, desenharam e pintaram figuras inspiradas na história “Flicts”, também de Ziraldo, e até tiveram contato com diferentes instrumentos musicais. “É a minha primeira vez realizando uma peça dentro de um hospital e a experiência está sendo engrandecedora. Uso o teatro para abrilhantar a vida das crianças e familiares “, comenta o oficineiro e ator Rafael Wolff.

Sobre a ação – Realizado com recursos captados através da Lei Rouanet, o projeto “O Menino Quadradinho e o Tempo das Palavras” conta com o patrocínio de ExxonMobil, Niponflex, BHS Corrugated, Omni Financeira, Westaflex, Banco UBS, Grupo Lonza e PK Cables.

“A arte tem o poder de cativar as pessoas e humanizar as relações. A partir dela, pode-se levar alegria, beleza e entretenimento para aliviar as dores e dificuldades”, comenta a coordenadora e oficineira do projeto, Rosy Greca,  que reforça o quão gratificante é o envolvimento e curiosidade dos pacientes e familiares. “Aqui é uma escola da vida, solidariedade, amor, troca, aprendizagem e muita emoção. Faz com que questionemos os nossos valores e passemos a valorizar mais a saúde da nossa família”, avalia.

Foto: Aleksander Schoeffel

+ Notícias

28/05/2024

Como resgatar as brincadeiras tradicionais na era digital?

Neste Dia Mundial do Brincar, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de equilibrar o tempo de tela com atividades lúdicas
26/05/2024

Centro de Vacinas Pequeno Príncipe: 25 anos de excelência em saúde

Inovação, atendimento integral, atualização contínua, compromisso e capacitação de profissionais marcam um quarto de século da unidade
22/05/2024

Qual é a importância do vínculo afetivo na Primeiríssima Infância?

A ligação entre a criança e seus cuidadores se estabelece ainda na gravidez e se estende por um longo caminho após o nascimento
18/05/2024

Aumentam registros de violência contra crianças e adolescentes

Nas últimas duas décadas, foram mais de nove mil pacientes atendidos no Hospital Pequeno Príncipe por maus-tratos; violência sexual predomina
17/05/2024

Pequeno Príncipe mobilizado pelo Rio Grande do Sul

Iniciativas vão desde teleconsultas a crianças e adolescentes em parceria com hospital gaúcho até mobilização de profissionais
15/05/2024

Como falar sobre as enchentes com as crianças?

Hospital Pequeno Príncipe destaca a importância de agir com sensibilidade e estar atento aos sinais de sofrimento manifestados pelos pequenos
Ver mais