Obesidade infantil atinge 2,5 milhões de crianças menores de cinco anos na América do Sul - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Obesidade infantil atinge 2,5 milhões de crianças menores de cinco anos na América do Sul

Diante do alto índice, neste 11 de outubro, Dia Nacional de Prevenção da Obesidade, o Hospital Pequeno Príncipe alerta para a necessidade de controlar o excesso de peso, que é um fator de risco para uma série de doenças
11/10/2017

Estima-se que 2,5 milhões de crianças menores de cinco anos estejam com sobrepeso na América do Sul, de acordo com os dados mais recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS). O alto índice alerta para a necessidade de prevenção da obesidade. A condição médica é um fator de risco para uma série de doenças.

Nesta quarta-feira, 11 de outubro, é lembrado o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade. “Esse é um problema de saúde pública. O sobrepeso tem consequências ainda maiores na infância, como a possibilidade do desenvolvimento de pressão alta e problemas psicológicos. Além disso, também corrobora para o surgimento de doenças cardíacas, diabetes e câncer na vida adulta”, ressalta a endocrinologista do Hospital Pequeno Príncipe, Rosângela Réa.

De acordo com a médica, fatores genéticos, má alimentação e sedentarismo são as principais causas da obesidade infantil. “O maior exemplo de uma criança vem de casa. É importante que os pais ou cuidadores mantenham uma rotina alimentar saudável e, de preferência, façam as refeições junto dos meninos e meninas”, afirma.

Praticar atividades físicas regularmente também é essencial para combater a obesidade. “Esse equilíbrio é muito importante. Crianças e adolescentes não precisam deixar de comer tudo o que gostam, mas devem balancear a alimentação com a realização de exercícios. Uma das formas de incentivar o hábito é limitar o tempo dos meninos e meninas em frente à televisão, brincando com videogames ou acessando mídias sociais”, explica a profissional.

+ Notícias

13/07/2024

ECA: ampliação de leis fortalece proteção contra violência

Entre as atualizações, está a inclusão de bullying e cyberbullying no Código Penal. Neste Dia do ECA, o Hospital Pequeno Príncipe chama a atenção para dados alarmantes destes tipos de violências
10/07/2024

Por que é importante não reprimir o choro?

Hospital Pequeno Príncipe dá dicas de como criar um ambiente seguro e acolhedor para crianças e adolescentes expressarem as emoções
09/07/2024

Sessão de cinema diverte pacientes da hemodiálise

Crianças e adolescentes atendidos no Hospital Pequeno Príncipe saíram do espaço com o coração aquecido e memórias inesquecíveis
08/07/2024

Nota de solidariedade ao hospital pediátrico bombardeado em Kiev

Pequeno Príncipe manifesta a dor pela violência cometida contra pessoas inocentes, dentre elas crianças doentes e hospitalizadas
04/07/2024

Tratamento de efluentes: Hospital e Sanepar assinam parceria

Iniciativa pioneira no país vai testar diferentes maneiras de reduzir antibióticos e combater o surgimento de superbactérias no esgoto hospitalar
03/07/2024

Como o celular e as redes sociais afetam os adolescentes?

Hospital Pequeno Príncipe dá dicas sobre como promover a utilização equilibrada e responsável dessas tecnologias
Ver mais