Nova economia e humanismo digital são temas de workshop promovido pelo Complexo Pequeno Príncipe em São Paulo - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Nova economia e humanismo digital são temas de workshop promovido pelo Complexo Pequeno Príncipe em São Paulo

Voltado a apoiadores da instituição, o evento foi conduzido pelo CFO da Ingresso Rápido, Diego Barreto
22/03/2018
Diego Barreto, CFO da Ingresso Rápido, trouxe reflexões importantes sobre a nova economia para os apoiadores do Complexo Pequeno Príncipe.

O Complexo Pequeno Príncipe promoveu, no dia 21 de março, o primeiro workshop de 2018 para investidores do Complexo Pequeno Príncipe em São Paulo. Intitulado “Liderança e Estratégias de Negócios na Nova Economia”, o encontro, liderado pelo CFO da Ingresso Rápido, Diego Barreto,  proporcionou aos participantes valiosas reflexões sobre o papel do líder no atual cenário econômico.

Mestre pelo IMD (Suíça), com foco em estratégia e liderança, especialista em finanças pela Fipecafi/USP e bacharel em Direito pela PUC-SP, Diego relembrou os modelos tradicionais de negócios, nos quais as empresas forçavam a sociedade a se ajustar aos seus produtos. “Isso funcionava porque havia monopólio de riqueza e de informação. Hoje, embora ainda exista muita concentração de riqueza, vivemos uma época em que o poder aquisitivo está mais descentralizado e há acesso ao crédito. A informação está em todo lugar e, para gerar negócios, muitas vezes é preciso mais conhecimento do que capital. As pessoas hoje têm voz quando defendem uma causa legítima. Diante desse novo cenário, as empresas precisam se reinventar. As que estão se adaptando, estão saindo na frente”, alerta.

Diego Barreto: ““É preciso descentralizar o poder. Mais do que ouvir, é preciso refletir sobre o que se ouve antes de tomar as decisões”.

Durante o encontro, Barreto destacou algumas características da nova economia. “São negócios que se baseiam, preferencialmente, no mundo on-line, são escaláveis e não geram atrito com a sociedade”, explica.

Liderar nesse cenário, portanto, exige uma nova postura. “É preciso descentralizar o poder. Mais do que ouvir, é preciso refletir sobre o que se ouve antes de tomar as decisões”, considera.

Diego Barreto lembra que, acima de tudo, o conceito de nova economia está associado à definição de humanismo digital, que vem proporcionando uma convergência do patrimônio cultural com a tecnologia, fazendo com que a sociabilidade avance sem barreiras. Localização geográfica, língua e várias outras limitações deixam de existir no ambiente virtual, potencializando a inovação e o acesso à informação de forma democrática.

Nesse ambiente, Diego considera fundamental a superação dos pré-conceitos inconscientes, pois só assim a sociedade conseguirá avançar. “Muitas vezes temos atitudes que consideramos corretas, mas que no fundo escondem um pré-conceito. Quanto mais conscientes formos dessas situações, mais empurraremos a sociedade para a real transformação que ela necessita”, defende.

Repercussão
A psicóloga Elisângela Lima, apoiadora do Pequeno Príncipe que participou do evento, ressaltou a importância de se autoconhecer para conseguir superar esses pré-conceitos. “Quanto mais nos conhecemos, mais seguros nos tornamos e mais capazes de quebrar essas crenças seremos capazes”, acredita.

A engenheira Ana Carolina elogiou o encontro. “Esta troca é muito importante. Além de nos proporcionar uma atualização, o Hospital mostra com esta iniciativa que é uma organização inovadora, que utiliza bem os recursos que recebe”, avaliou.

Atuando no 3.º Setor, Lorena Braga, da ONG ABACE, também participou do workshop. “Para nós, é interessante entender um pouco mais sobre como essas empresas da nova economia estão sendo estruturadas e como podemos nos conectar com elas, pois nosso trabalho tem como objetivo qualificar o investimento social privado, fazendo com as empresas se tornem parceiras reais das organizações da sociedade civil”, avalia

+ Notícias

07/12/2022

5 dicas para manter uma alimentação saudável nas férias

O Hospital Pequeno Príncipe relembra a importância de cuidar de alguns hábitos nesta época do ano
06/12/2022

Espetáculo de Natal vai alterar o trânsito no entorno do Hospital

As apresentações do “Papai Noel na Sumiçolândia” acontecerão nos dias 9, 10 e 11 de dezembro, às 21h, na fachada histórica da instituição
05/12/2022

Serviço de Ortopedia do Pequeno Príncipe é referência em tratamento de doenças e síndromes complexas

Em 2021, o serviço realizou 17.249 procedimentos cirúrgicos, além de 13.040 consultas ambulatoriais
02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
Ver mais