Nota de falecimento do Dr. Nilson Santos - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Nota de falecimento do Dr. Nilson Santos

Membro do conselho do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, foi um dos grandes incentivadores da criação do IPP e aproximação da instituição com o rei do futebol Pelé
13/10/2020
Com sua elegância e gentileza, Dr. Nilson foi uma grande figura humana e será para sempre lembrado na história centenária do Pequeno Príncipe

O Pequeno Príncipe se solidariza com familiares, amigos e todos os profissionais que conheceram e conviveram com o médico Nilson Santos, que faleceu nesta segunda-feira à noite, dia 12, em Curitiba, vítima de infarto. Com 87 anos de idade, era membro do conselho do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe e marido da pesquisadora e diretora de Relações Institucionais do IPP, Dra. Mara Lúcia Cordeiro.

O médico ficou conhecido pela sua trajetória profissional de sucesso como radiologista nos Estados Unidos. Por décadas, manteve clínicas em Los Angeles. Foi médico e amigo pessoal do rei do futebol Pelé.

“O Dr. Nilson foi um dos grandes incentivadores da criação do Instituto de Pesquisa e, junto com a Dra. Mara, responsável pela aproximação do Pequeno Príncipe com o Pelé. Juntos acreditamos e ousamos pelo desenvolvimento da ciência e do direto a vida,” destaca a diretora-geral do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro.

Em entrevista para o livro Um Hospital de Crianças, que marcou os 93 anos do Pequeno Príncipe, Dr. Nilson demonstrou a sua confiança e expectativa com a ciência produzida no IPP. “Na época da criação do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, Dra. Mara podia escolher entre ficar na Califórnia ou vir para o Brasil. Eu acreditava que o Brasil não precisava de mais médicos, mas sim de mais ciência. A medicina do Brasil tem qualidade, mas a ciência estava engatinhando. Com a criação do Instituto de Pesquisa eu acreditei que poderíamos colocar Curitiba no mapa científico do Brasil”, afirmou o médico.

Com sua elegância e gentileza para com todas as pessoas, foi uma grande figura humana, que já deixa saudades e será para sempre lembrado na história centenária do Pequeno Príncipe. Ele deixa a esposa e dois filhos.

+ Notícias

02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
Ver mais