No Dia Mundial da Segurança do Paciente, Pequeno Príncipe propõe reflexão sobre o papel do profissional de saúde - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

No Dia Mundial da Segurança do Paciente, Pequeno Príncipe propõe reflexão sobre o papel do profissional de saúde

Neste 17 de setembro, o Hospital sensibiliza sobre a importância de atitudes conscientes para garantir um atendimento seguro
17/09/2019

Segurança do paciente é a redução do risco de dano desnecessário associado aos cuidados de saúde. No Pequeno Príncipe, esse é um assunto que merece atenção diária, afinal, a segurança na assistência depende do olhar consciente de todos, especialmente de médicos, equipes de enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia e nutrição, além de acompanhantes de pacientes.

Neste 17 de setembro, Dia Mundial da Segurança do Paciente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) propõe uma mobilização conjunta para que profissionais, instituições governamentais, de saúde e demais organizações envolvidas com a segurança do  paciente conversem sobre o assunto. O Hospital Pequeno Príncipe aproveita a data para sensibilizar os profissionais, familiares e visitantes sobre como cada um pode contribuir para garantir o atendimento seguro a crianças e adolescentes diariamente.

Segurança do paciente tem atenção diária no Pequeno Príncipe
Há 100 anos, o Pequeno Príncipe tem o compromisso de cuidar e proteger crianças e adolescentes nas suas diferentes dimensões. A segurança do paciente está sempre em pauta no Hospital. Tanto que a instituição, com o comprometimento e dedicação dos profissionais, conquistou a Acreditação ONA – Nível 3, o mais elevado nesta importante certificação em saúde. Este reconhecimento comprova desde a excelência em gestão, qualidade na assistência até a segurança aos pacientes e familiares. É uma conquista que motiva cada profissional a manter essa certificação fazendo sempre mais e melhor pelas crianças e adolescentes.

Ação especial

Para marcar o Dia Mundial da Segurança do Paciente, profissionais do Pequeno Príncipe entregaram flyers, orientando pais e responsáveis pelas crianças e adolescentes em tratamento sobre como cada um pode contribuir para garantir o atendimento seguro.

Conheça dados globais sobre eventos adversos
* 134 milhões de eventos adversos ocorrem todos os anos devido à atenção insegura em hospitais nos países de baixa e média renda.
* 2,6 milhões de mortes relacionadas a eventos adversos são registradas anualmente.
* 1 um em cada 10 pacientes é prejudicado enquanto recebe atendimento hospitalar em países de alta renda.

+ Notícias

03/02/2023

Gravidez na adolescência: quais são os riscos?

A gestação nessa fase, que compreende dos 10 aos 19 anos, gera uma série de consequências para a vida da mãe e do bebê
01/02/2023

Volta às aulas e a imunização de crianças e adolescentes

As medidas de higiene das mãos, etiqueta ao tossir e uso de máscara também auxiliam a evitar a disseminação de doenças
27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
25/01/2023

Gastrosquise: diagnóstico é possível pelo ultrassom na gestação

O Hospital Pequeno Príncipe é referência no tratamento cirúrgico da doença, que é uma malformação rara da parede abdominal ocasionada ainda na formação do feto
23/01/2023

Saiba tudo sobre viroses em crianças

Hospital Pequeno Príncipe chama atenção de famílias para quadros virais comuns durante o verão
20/01/2023

Como cuidar da saúde mental na infância e adolescência?

O Hospital Pequeno Príncipe chama atenção para o tema e sugere atitudes de pais e responsáveis para contribuir com seus filhos
Ver mais