No 20º aniversário, Dia Mundial do Brincar chama a atenção para as diferenças - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

No 20º aniversário, Dia Mundial do Brincar chama a atenção para as diferenças

Celebrada neste 28 de maio, a data propõe, em 2019, um olhar diferenciado sobre a diversidade de culturas, de povos, de costumes e de corpos e almas
28/05/2019

O Hospital Pequeno Príncipe incentiva e valoriza o brincar. Além de alegrar e fortalecer o vínculo familiar e afetivo, as brincadeiras favorecem o desenvolvimento integral das crianças e estimulam, principalmente, a confiança, a coordenação motora, o raciocínio lógico e a comunicação.

No 20º aniversário do Dia Mundial do Brincar, celebrado neste 28 de maio, o movimento internacional Aliança pela Infância propôs o tema “O Brincar que Abraça a Diferença” para marcar a data em 2019. A ideia é reforçar a importância de falar sobre a diversidade de culturas, de povos, de costumes e de corpos e almas.

Dessa forma, a brincadeira se torna território de convívio entre as diferenças. “Brincar, de forma individual ou coletiva, faz parte da vida da criança. Como estão em desenvolvimento, meninos e meninas têm mais facilidade para interagir com a diversidade, permitindo o entrosamento, pois sua prática traz diversas novidades que encantam e estimulam o novo. Por meio da brincadeira, as crianças apreendem novos conceitos que se transmitem e passam a valorizar aquilo que até então era desconhecido, agregando à sua vivência novas representações”, fala a coordenadora do Setor de Voluntariado do Hospital Pequeno Príncipe, Rita Lous.

Conviver, se relacionar e brincar com pessoas de realidades diferentes estimula o desenvolvimento da empatia que só o contato humano pode proporcionar. No caso do ambiente hospitalar, brincar se torna ainda mais essencial. “O brincar é fundamental para a criança hospitalizada e garante o seu desenvolvimento. Dessa forma, ela se adapta melhor ao ambiente, interage com mais confiança com a equipe de saúde e assegura  que tenha um comportamento mais ativo que auxilia no enfrentamento da doença”, completa Rita Lous.

Estimule o hábito de brincar

O médico pediatra neonatologista intensivista do Hospital Pequeno Príncipe, Luiz Renato Valério, lembra que brincar é fundamental para o desenvolvimento de meninos e meninas. “As crianças precisam brincar. É uma necessidade importante, que precisa ser estimulada”, completa.

O médico pediatra neonatologista intensivista Luiz Renato Valério lembra que as brincadeiras são essenciais para o o desenvolvimento da coordenação, sintonia, sincronia e atenção.

O médico frisa as vantagens do estímulo de atividades que garantem interação e o desenvolvimento de habilidades, como andar de bicicleta, pular corda, jogar betes, entre outras. “São essenciais para o desenvolvimento da coordenação, sintonia, sincronia e atenção”, fala Valério.

Andar descalço, completa o especialista, também garante, por exemplo, o contato com a natureza. “São rotinas saudáveis e que fazem um contraponto importante com as diversões eletrônicas. Por isso, cabe aos pais e à própria escola incentivar essas descobertas”, reitera.

+ Notícias

12/08/2022

Vacinação contra a COVID-19 é fundamental para proteção de crianças de 3 a 5 anos

Especialista do Pequeno Príncipe, maior hospital exclusivamente pediátrico do Brasil, reforça pontos positivos para os responsáveis que adotam essa medida de prevenção
10/08/2022

“Nosso meio ambiente”: pacientes do Projeto Integra participam de ação ambiental

A iniciativa, realizada na sede que abrigará o Pequeno Príncipe Norte, proporcionou a experiência de explorar o vasto universo do ecossistema presente no local
08/08/2022

Colesterol pode ser prevenido com consumo de alimentos saudáveis

O Hospital Pequeno Príncipe ressalta a importância da adoção de bons hábitos para melhor qualidade de vida desde a infância
05/08/2022

Cirurgia de correção de malformação rara é realizada no Pequeno Príncipe

A reparação da extrofia de cloaca foi feita com a técnica de Kelley, considerada inovadora
04/08/2022

Cientistas estão desenvolvendo gel bucal para tratar mucosite

Principal reação adversa da quimioterapia, a mucosite oral causa intensa dor e pode ser porta de entrada para outras infecções
02/08/2022

Doenças raras é tema de mesa-redonda organizada pelo Pequeno Príncipe

A iniciativa fez parte da programação da 74.ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)
Ver mais