No 20º aniversário, Dia Mundial do Brincar chama a atenção para as diferenças - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

No 20º aniversário, Dia Mundial do Brincar chama a atenção para as diferenças

Celebrada neste 28 de maio, a data propõe, em 2019, um olhar diferenciado sobre a diversidade de culturas, de povos, de costumes e de corpos e almas
28/05/2019

O Hospital Pequeno Príncipe incentiva e valoriza o brincar. Além de alegrar e fortalecer o vínculo familiar e afetivo, as brincadeiras favorecem o desenvolvimento integral das crianças e estimulam, principalmente, a confiança, a coordenação motora, o raciocínio lógico e a comunicação.

No 20º aniversário do Dia Mundial do Brincar, celebrado neste 28 de maio, o movimento internacional Aliança pela Infância propôs o tema “O Brincar que Abraça a Diferença” para marcar a data em 2019. A ideia é reforçar a importância de falar sobre a diversidade de culturas, de povos, de costumes e de corpos e almas.

Dessa forma, a brincadeira se torna território de convívio entre as diferenças. “Brincar, de forma individual ou coletiva, faz parte da vida da criança. Como estão em desenvolvimento, meninos e meninas têm mais facilidade para interagir com a diversidade, permitindo o entrosamento, pois sua prática traz diversas novidades que encantam e estimulam o novo. Por meio da brincadeira, as crianças apreendem novos conceitos que se transmitem e passam a valorizar aquilo que até então era desconhecido, agregando à sua vivência novas representações”, fala a coordenadora do Setor de Voluntariado do Hospital Pequeno Príncipe, Rita Lous.

Conviver, se relacionar e brincar com pessoas de realidades diferentes estimula o desenvolvimento da empatia que só o contato humano pode proporcionar. No caso do ambiente hospitalar, brincar se torna ainda mais essencial. “O brincar é fundamental para a criança hospitalizada e garante o seu desenvolvimento. Dessa forma, ela se adapta melhor ao ambiente, interage com mais confiança com a equipe de saúde e assegura  que tenha um comportamento mais ativo que auxilia no enfrentamento da doença”, completa Rita Lous.

Estimule o hábito de brincar

O médico pediatra neonatologista intensivista do Hospital Pequeno Príncipe, Luiz Renato Valério, lembra que brincar é fundamental para o desenvolvimento de meninos e meninas. “As crianças precisam brincar. É uma necessidade importante, que precisa ser estimulada”, completa.

O médico pediatra neonatologista intensivista Luiz Renato Valério lembra que as brincadeiras são essenciais para o o desenvolvimento da coordenação, sintonia, sincronia e atenção.

O médico frisa as vantagens do estímulo de atividades que garantem interação e o desenvolvimento de habilidades, como andar de bicicleta, pular corda, jogar betes, entre outras. “São essenciais para o desenvolvimento da coordenação, sintonia, sincronia e atenção”, fala Valério.

Andar descalço, completa o especialista, também garante, por exemplo, o contato com a natureza. “São rotinas saudáveis e que fazem um contraponto importante com as diversões eletrônicas. Por isso, cabe aos pais e à própria escola incentivar essas descobertas”, reitera.

+ Notícias

11/04/2024

Renúncia fiscal transforma a vida de crianças e adolescentes

Destinação do Imposto de Renda contribui para a equidade no atendimento em saúde a pacientes vindos de todo o país
08/04/2024

Pronon e Pronas: Pequeno Príncipe contribui com consulta pública

Há dez anos, o Hospital elabora, executa e presta contas de projetos desenvolvidos dentro dos programas
07/04/2024

Dia Mundial da Saúde: “Minha Saúde, Meu Direito”

O Hospital Pequeno Príncipe desenvolve uma série de iniciativas em favor da proteção integral de meninos e meninas
02/04/2024

TDAH e autismo: quais são as semelhanças e diferenças?

A identificação da manifestação dos sintomas é crucial para o diagnóstico e tratamento adequados e individualizados
30/03/2024

Como ajudar a criança ou o adolescente com transtorno bipolar?

Por ser uma doença crônica, que não tem cura, o apoio dos pais, familiares e amigos é essencial
25/03/2024

Sociedade Paranaense de Pediatria: 90 anos em prol da saúde infantojuvenil

Berço da pediatria no Paraná, o Pequeno Príncipe se orgulha da semente plantada naquele 25 de março de 1934
Ver mais