Na Semana da Montanha, Pequeno Príncipe traz a escalada para perto dos pacientes - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Na Semana da Montanha, Pequeno Príncipe traz a escalada para perto dos pacientes

Em parceria com a 5.13 Esportes de Montanha, uma ação inédita movimentou o Hospital
22/08/2017

Um carregamento diferente chegou ao Hospital Pequeno Príncipe na manhã gelada desta terça-feira, dia 22 – um carro puxando um muro de escalada, de 6 metros de altura, que seria instalado no pátio do Hospital, e proporcionaria experiências únicas e desafiadoras aos pacientes que vieram para consultas no Pequeno Príncipe.

Em parceria com a 5.13 Esportes de Montanha, que trouxe a possibilidade às crianças e adolescentes que estivessem na instituição durante a realização da ação, os pacientes festejaram a Semana da Montanha nas alturas. Devidamente equipados e com instrutores orientando a prática, os meninos e meninas foram, dois a dois, superando medos, anseios e limites.

Registrando o momento com o celular, com direito aos gritos de “não desiste, vamos, até o topo!”, Maria de Fátima Barbosa, mãe do paciente Antônio Frances Neto, de 12 anos, apoiou o filho em mais essa empreitada de superação. “O Antônio é cardiopata e viemos do interior do Paraná, da cidade de Amaporã, para fazer um ecocardiograma depois de ele ter passado muito mal esses dias. Quando viu esse muro não pensou duas vezes: ‘Mãe, eu quero. Posso subir? ’. E eu respondi que sim na hora também, olha a alegria dele. Quando iria fazer isso na vida? Achamos o máximo. Até eu fiquei com vontade de subir”, brincou a mãe.

E foi com essa intenção, segundo a proprietária da 5.13 Esportes de Montanha, Daniele Sauner, que a equipe dela se colocou à disposição do Pequeno Príncipe. “Aceitamos o desafio na hora. É experiência para eles, mas para nós também. Já recebi agradecimentos que vou levar para sempre. Viemos divulgar o esporte, falar sobre a natureza, mas também proporcionar momentos divertidos e únicos aos pacientes. O melhor pra mim foi ouvir uma criança dizendo: ‘Eu consegui, eu consegui’”, relatou Daniele.

Ouvindo essas histórias, o diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, complementou com um pensamento: “A aventura precisa ser meio maluca, o aventureiro precisa ser lúcido. Precisamos sempre estar atentos para encarar os desafios, mas também ficar atentos às necessidades de um planejamento – fazer a lição de casa com responsabilidade para que a aventura dê certo. Essa também pode ser uma analogia à vida do nosso Hospital e dos nossos pacientes”, completou.

Presença pra lá de especial
A atividade contou com a presença do alpinista paranaense Waldemar Niclevicz, primeiro brasileiro a escalar a montanha mais alta do mundo, o Everest. Parceiro do Pequeno Príncipe, o montanhista apreciou a vivência das crianças, deu dicas, curtiu com eles e se disse emocionado e sensibilizado em conhecer e estar próximo de ‘alpinistas que escalam as dificuldades da vida todos os dias’.

“O esporte é importante na vida de qualquer pessoa, acima de tudo para cuidar da saúde. Mas uma coisa interessante na escalada é que ela instiga a pessoa a superar um desafio particular – a chegar ao topo. A escalada aperfeiçoa a coragem. E, se com as minhas histórias e conquistas posso trazer um pouco de esperança e sonhos a essas crianças, estarei aqui sempre que for convidado”, reiterou Niclevicz.

+ Notícias

03/02/2023

Gravidez na adolescência: quais são os riscos?

A gestação nessa fase, que compreende dos 10 aos 19 anos, gera uma série de consequências para a vida da mãe e do bebê
01/02/2023

Volta às aulas e a imunização de crianças e adolescentes

As medidas de higiene das mãos, etiqueta ao tossir e uso de máscara também auxiliam a evitar a disseminação de doenças
27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
25/01/2023

Gastrosquise: diagnóstico é possível pelo ultrassom na gestação

O Hospital Pequeno Príncipe é referência no tratamento cirúrgico da doença, que é uma malformação rara da parede abdominal ocasionada ainda na formação do feto
23/01/2023

Saiba tudo sobre viroses em crianças

Hospital Pequeno Príncipe chama atenção de famílias para quadros virais comuns durante o verão
20/01/2023

Como cuidar da saúde mental na infância e adolescência?

O Hospital Pequeno Príncipe chama atenção para o tema e sugere atitudes de pais e responsáveis para contribuir com seus filhos
Ver mais