Mundo das fadas invade Curitiba e Rio de Janeiro - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Mundo das fadas invade Curitiba e Rio de Janeiro

O novo livro de Fernanda Salgueiro, Fada de Botas e o Menino Adormecido, foi lançado nas duas cidades com um único objetivo, incentivar ainda mais crianças ao hábito da leitura
16/05/2016

13256431_479730418888784_1330315343725099357_nA escritora Fernanda Salgueiro, autora do livro Fada de Botas e o Menino Adormecido, participou de um encontro para lá de especial com vários meninos e meninas nos dias 11 e 14, em Curitiba e no Rio de Janeiro, respectivamente. A Biblioteca Pública do Paraná e a Biblioteca Parque Estadual foram os palcos desse momento cheio de surpresas.

13254622_479730445555448_7487361943669513338_nLanternas entregues para as crianças na entrada do lançamento recriaram vaga-lumes e deixaram fluorescentes desenhos feitos com canetinha nas mãos dos pequenos. “Eu sabia que era um vaga-lume. A fada Amanda, agora, é a minha amiga”, contou Luiza Passos, de três anos.

“Fada de Botas e o Menino Adormecido”, com ilustrações de Maureen Miranda e Rogério Borges, é o segundo livro da série “Fada de Botas”, um projeto de incentivo à leitura, que fomenta e democratiza o acesso ao livro, por meio da distribuição gratuita dos exemplares. Outro diferencial é a promoção ao hábito de ler, com a contação da história pela autora em escolas, bibliotecas, e, até, no Pequeno Príncipe, o maior hospital pediátrico do país e uma das instituições beneficiadas pelo projeto.

Foi uma conversa de Fernanda com um paciente do Hospital que a motivou a escrever. “Eu dei um livro para criança, ele o abraçou e perguntou se era de presente mesmo ou se tinha que devolver. Depois que vi sua alegria e soube que ele nunca tinha ganhado um livro anteriormente, pensei: posso ajudar a mudar isso”, relatou.

13239959_479731425555350_6318907881510941749_nO desejo foi ainda mais instigado após ter acesso aos dados da pesquisa Retratos da Leitura do Brasil. “Descobri o que já imaginava, que 86% dos não leitores nunca ganharam um livro na vida. Já 40% dos que leem foram incentivados durante a infância. O dado foi decisivo para o desenvolvimento do projeto. “Meu objetivo é levar a oportunidade de leitura para a maior quantidade possível de crianças”, reforçou a autora.
Depois da contação de histórias, Fernanda e os ilustradores receberam homenagens, tiraram fotos e ainda participaram de uma sessão de autógrafos do livro.

A história
Amanda, um fada diferente e curiosa, adora observar os humanos que moram na Cidade das Pessoas. Em uma tarde, depois da escola, ao passear pelo Bosque das Fadas encontra uma estranha luz “piscante”. “Será uma fada perdida? Ou uma joaninha brilhante?” Ao seguir a estranha luz até uma casa na cidade, ouve um humano pedindo ajuda. “Eu quero acordar, mas não consigo”, diz ele. Amanda sem pensar nas consequências, resolve levá-lo ao Mundo das Fadas. Um humano no Mundo das Fadas? E agora, como Amanda vai resolver essa confusão?

O projeto Fada de Botas e o Menino Adormecido foi viabilizado pela Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e conta com o patrocínio das empresas: Cesbe S.A. Engenharia e Empreendimentos, Fresenius Medical Care Ltda.,  Nunesfarma Distribuidora de Produtos Farmacêuticos Ltda., Procópio Indústria e Comércio Ltda. e Tratornew S/A.

+ Notícias

07/12/2022

5 dicas para manter uma alimentação saudável nas férias

O Hospital Pequeno Príncipe relembra a importância de cuidar de alguns hábitos nesta época do ano
06/12/2022

Espetáculo de Natal vai alterar o trânsito no entorno do Hospital

As apresentações do “Papai Noel na Sumiçolândia” acontecerão nos dias 9, 10 e 11 de dezembro, às 21h, na fachada histórica da instituição
05/12/2022

Serviço de Ortopedia do Pequeno Príncipe é referência em tratamento de doenças e síndromes complexas

Em 2021, o serviço realizou 17.249 procedimentos cirúrgicos, além de 13.040 consultas ambulatoriais
02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
Ver mais