Movimente-se pelo Pequeno Príncipe é encerrado com aulão presencial

Notícias

Movimente-se pelo Pequeno Príncipe é encerrado com atividade presencial

A programação teve o intuito de reforçar a importância da prática de atividades físicas para toda a família
26/07/2022
movimente-se
A programação deste ano incluiu atividades voltadas à saúde e ao lazer para toda a família.

 

A edição de 2022 do Movimente-se, realizado pelo Hospital Pequeno Príncipe, reuniu inscritos do projeto e seus familiares para celebrarem o encerramento da iniciativa no domingo, dia 24, na Praça Afonso Botelho. Em seu terceiro ano consecutivo, a ação incentivou os cuidados com a saúde física e mental, além de ter apoiado a captação de recursos destinados às áreas de assistência e pesquisa da instituição.

Após dois anos com atividades limitadas devido à pandemia do coronavírus, a programação deste ano incluiu um momento no formato presencial, ao ar livre, contando com atividades voltadas à saúde e ao lazer para toda a família. Brincadeiras, aulas de ginástica, jogos gigantes e aferição de pressão e de diabetes eram algumas das opções disponíveis para o público ao longo do dia.

parceria Betterfly
Betterfly participou como um dos patrocinadores do projeto.

O coordenador do Setor de Novos Projetos do Hospital Pequeno Príncipe, Antony Assumpção, reforçou os feitos da terceira edição do projeto. “Esse foi o melhor ano do Movimente-se. Tivemos mais de mil inscritos, um número inédito, além de várias parcerias com empresas que se engajaram e engajaram seus colaboradores a participar. A ação é um desdobramento da tradicional Corrida e Caminhada Pequeno Príncipe, que tivemos que reinventar devido à pandemia. É muito gratificante voltarmos a reunir os participantes e seus familiares em um evento ao ar livre”, pontuou.

O evento, realizado em parceria com a Prefeitura de Curitiba, contou com a Betterfly como um dos patrocinadores, que realizou uma ação de ativação no espaço. “Acreditamos que todos têm que cuidar da saúde e ficar atento sobre o tema. O Hospital Pequeno Príncipe está no nosso coração, então poder usar o que tem de mais novo na tecnologia para ajudar essa instituição centenária que tanto já fez, faz e ainda irá fazer é um orgulho sem tamanho”, finalizou o head de parcerias da Betterfly, João Kohn.

Patrocinadores do Movimente-se

A iniciativa contou com o patrocínio da Betterfly, uma plataforma de benefícios de bem-estar que integra hábitos saudáveis, proteção financeira e impacto social para inspirar e empoderar as pessoas a viverem sua melhor versão, dentro e fora das empresas. O evento teve como patrocinadores também as demais empresas: Grupo Doce D’ocê, Pipoteca, Subway, BS Autocenter, Pumatronix e Unimed; e apoio do Instituto RIC.

Acompanhe os conteúdos também nas redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade – Facebook, InstagramTwitterLinkedInYouTube

+ Notícias

02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
Ver mais