“Meu papel no mundo”: estudantes em prol da saúde infantojuvenil - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

    “Meu papel no mundo”: estudantes em prol da saúde infantojuvenil

    Campanha motiva alunos a arrecadar resmas de sulfite para o Hospital Pequeno Príncipe
    03/08/2016

    DSC_0014
    Enfrentar desafios faz parte da realidade do maior hospital exclusivamente pediátrico do Brasil e projetos desenvolvidos pela instituição têm engajado cidadãos e empresas em prol da causa da saúde infantojuvenil. Uma dessas iniciativas é a campanha “Meu papel no mundo”, que nesta semana ganhou mais um aliado: o Colégio Bom Jesus. Nesta quarta-feira, dia 3, representantes do Hospital Pequeno Príncipe foram até as sedes Centro e Lourdes para falar sobre a ação, que tem como objetivo mobilizar estudantes a arrecadar resmas de papel sulfite, além de repercutir a importância de colaborar com a sociedade.

    Dentre prontuários, receitas, materiais educativos e outras atividades, o Hospital utiliza cerca de 15 mil resmas de papel sulfite por ano e essa quantidade resulta em um gasto de aproximadamente R$ 170 mil. Pensando em formas de reduzir esse custo e aplicar o valor em outros materiais e insumos, o Pequeno Príncipe lançou a campanha mobilizadora, que já arrecadou 658 resmas no Colégio Positivo.

    “Futuramente, os adolescentes verão o quão gratificante é realizar ações sociais”, afirmou o coordenador da sede Lourdes do Bom Jesus, José Geraldo Turezo. Para ele, a campanha não é uma simples gincana e sua importância está no fator final. “O maior desafio é formar valores entre os alunos e seus familiares, e mostrá-los a verdadeira necessidade de olhar ao próximo”, ressaltou.

    DSC_0078Cerca de 700 alunos do 2º ano do ensino médio farão parte da arrecadação. De acordo com os estudantes, a motivação encontra-se na bondade e no desejo de contribuir com a causa da saúde de crianças e adolescentes. Além da nobre missão, eles têm mais um motivo para arregaçar as mangas: a turma com o melhor desempenho será premiada com uma surpresa que será oferecida pelo Bom Jesus. “Juntos conseguimos muito mais. Estamos unidos e animados para recolher o maior número possível de papel”, garantiu a aluna Carolina Victor Veiga.

    DSC_0086

    Meu_Papel_No_MUndo_PositivoResultados já alcançados
    Neste ano, estudantes de outra instituição de ensino de Curitiba, o Colégio Positivo, também participaram da campanha “Meu papel no mundo”. Os alunos dos 1º e 2º anos do ensino médio das sedes Ambiental e Ângelo Sampaio deram início ao projeto. Entre 15 de maio e 16 de junho, eles arrecadaram 658 resmas de papel sulfite para o Hospital Pequeno Príncipe, superando a meta inicial que era de 462.

    + Notícias

    07/12/2022

    5 dicas para manter uma alimentação saudável nas férias

    O Hospital Pequeno Príncipe relembra a importância de cuidar de alguns hábitos nesta época do ano
    06/12/2022

    Espetáculo de Natal vai alterar o trânsito no entorno do Hospital

    As apresentações do “Papai Noel na Sumiçolândia” acontecerão nos dias 9, 10 e 11 de dezembro, às 21h, na fachada histórica da instituição
    05/12/2022

    Serviço de Ortopedia do Pequeno Príncipe é referência em tratamento de doenças e síndromes complexas

    Em 2021, o serviço realizou 17.249 procedimentos cirúrgicos, além de 13.040 consultas ambulatoriais
    02/12/2022

    Mitos e verdades sobre convulsões

    Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
    29/11/2022

    Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

    Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
    25/11/2022

    Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

    O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
    Ver mais