Meningite: tudo o que você precisa saber

Notícias

Meningite: tudo o que você precisa saber

A vacinação é a principal forma de prevenir a doença
24/04/2023
A vacina é a principal forma de prevenir a meningite.
A vacina é a principal forma de prevenir a meningite.

O sistema nervoso central do corpo humano – responsável por receber e processar informações que chegam ao cérebro – é envolto por três membranas, chamadas de meninges. Elas atuam como uma capa de proteção contra choques e ajudam a regular a pressão no interior do sistema. Quando essas membranas são infectadas por bactérias, vírus ou fungos específicos, ocorre a meningite.

Segundo o Ministério da Saúde, entre 2018 e 2022, o Paraná foi o segundo estado que mais registrou casos da doença em crianças e adolescentes. Neste Dia Mundial da Meningite, o Pequeno Príncipe reforça a importância da vacinação e das medidas de higiene para garantir a proteção de meninos e meninas.

A meningite causa uma inflamação grave e se divide em três principais tipos. A viral é mais frequente em crianças e adolescentes imunossuprimidos, além de ser responsável pela maioria dos casos no Brasil. Já a meningite bacteriana afeta mais as crianças menores de 5 anos e adolescentes. Esse tipo é mais grave que a meningite viral e pode deixar sequelas caso não seja tratada corretamente – causando dano cerebral, perda auditiva e dificuldade na aprendizagem. Já no caso da meningite fúngica, tipo menos comum, pessoas com imunidade comprometida estão mais propensas. O principal fungo causador desse tipo de meningite é o Cryptococcus.

Cuidado aos primeiros sintomas

A transmissão ocorre por contato direto com uma pessoa ou um ambiente infectado. Os sintomas das três formas da doença são parecidos e incluem febre, dores de cabeça e musculares, vômitos e rigidez no pescoço. Em recém-nascidos e bebês, alguns sintomas podem ser mais discretos ou nem aparecer. Por isso é preciso atenção redobrada caso a criança demostre irritação, reflexos anormais e letargia – estado de inconsciência, em que ela parece estar em sono profundo e perde totalmente a capacidade de responder aos estímulos externos.

O período de incubação pode durar dias ou meses e depende do agente que causou a infecção. Aos primeiros sinais, procure o atendimento de saúde mais próximo ou um pediatra de confiança. Isso porque o quadro clínico da meningite, em geral, é grave – e, a depender do tipo diagnosticado, o tratamento pode evitar sequelas da doença.

Prevenção da meningite

Realizar a higiene correta das mãos, evitar contato com pessoas infectadas e não compartilhar alimentos e itens de higiene pessoal, tudo isso contribui para a prevenção da meningite. Mas a principal medida ainda é a vacinação. No Brasil, os imunizantes disponíveis no serviço público protegem contra as formas mais graves da doença: vacinas da meningocócica C e pneumocócica 10, além da proteção inserida na pentavalente e BCG.

Veja também – Conheça a especialidade de infectologia

Pequeno Príncipe é signatário do Pacto Global desde 2019. A iniciativa presente nesse conteúdo contribui para o alcance do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS): Saúde e Bem-Estar (ODS 3).

Acompanhe os conteúdos também nas redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade – FacebookInstagramTwitterLinkedIn e YouTube.

+ Notícias

16/04/2024

COVID-19 e dengue são ameaças à saúde das crianças no Brasil

Primeiro trimestre de 2024 foi marcado pela elevação do número de casos e de mortes provocadas pelas duas doenças
11/04/2024

Renúncia fiscal transforma a vida de crianças e adolescentes

Destinação do Imposto de Renda contribui para a equidade no atendimento em saúde a pacientes vindos de todo o país
08/04/2024

Pronon e Pronas: Pequeno Príncipe contribui com consulta pública

Há dez anos, o Hospital elabora, executa e presta contas de projetos desenvolvidos dentro dos programas
07/04/2024

Dia Mundial da Saúde: “Minha Saúde, Meu Direito”

O Hospital Pequeno Príncipe desenvolve uma série de iniciativas em favor da proteção integral de meninos e meninas
02/04/2024

TDAH e autismo: quais são as semelhanças e diferenças?

A identificação da manifestação dos sintomas é crucial para o diagnóstico e tratamento adequados e individualizados
30/03/2024

Como ajudar a criança ou o adolescente com transtorno bipolar?

Por ser uma doença crônica, que não tem cura, o apoio dos pais, familiares e amigos é essencial
Ver mais