Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe completa 13 anos de estudos científicos em prol da vida - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

    Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe completa 13 anos de estudos científicos em prol da vida

    Os trabalhos contribuem, de forma inovadora, para diagnósticos precoces, tratamentos mais assertivos e a diminuição da mortalidade infantojuvenil
    26/04/2019
    Parte da equipe do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe: ciência em favor da saúde infantojuvenil.

    O Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe chega ao 13º aniversário nesta sexta-feira, dia 26, reforçando seu compromisso com a causa da saúde infantojuvenil. Mais de uma centena de estudos foram realizados e  contribuem para assegurar, além do diagnóstico precoce,  métodos de tratamento mais assertivos e a diminuição da mortalidade infantojuvenil.

    Unidade de pesquisa do Complexo Pequeno Príncipe, o Instituto é a prova de que o investimento em ciência gera novas oportunidades para salvar vidas. O campo do conhecimento científico influencia a prática médica, assim como esta provoca questões a serem pesquisadas, enquanto a educação de profissionais de saúde dissemina o conhecimento sistematizado e se abre para novas perspectivas, tudo em sinergia.

    A ousadia de investir em ciência tornou-se uma realidade em 2006 e hoje, 26 de abril de 2019, ano do centenário da instituição, o Pequeno Príncipe tem muito a celebrar. No Brasil, no entanto, ainda não há uma cultura estabelecida de incentivos à pesquisa e o país investe em ciência, tecnologia e inovação menos de 1% do PIB. O Ministério da Ciência e Tecnologia investiu R$ 8,7 bilhões em 2010. Já este ano a pasta deve receber R$ 2,9 bilhões.

    “Fazer pesquisa é um desafio no Brasil, mas o Pequeno Príncipe, pioneiramente, tem mostrado resultados que comprovam que investir em estudos científicos voltados à saúde infantojuvenil transforma e salva vidas”, ressalta a diretora-geral do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro.
    Aliar assistência em saúde, ensino e pesquisa faz parte do DNA do Pequeno Príncipe. “Nosso compromisso é colocar os avanços tecnológicos a serviço da vida e da qualidade de vida de toda a população infantojuvenil”, completa Ety Cristina Forte Carneiro.

    + Notícias

    20/02/2024

    Crianças podem ter uma dieta vegetariana?

    A prática é adequada em qualquer fase da vida, mas é preciso garantir o consumo de todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento infantil
    15/02/2024

    Quando levar a criança ao dermatologista?

    Hospital Pequeno Príncipe destaca quais são as doenças de pele mais comuns e os cuidados desde a infância
    08/02/2024

    Serviço de Gastroenterologia do Pequeno Príncipe completa 30 anos

    A especialidade da instituição é considerada a mais importante do Paraná e uma das principais do país na área da pediatria
    07/02/2024

    Dicas para facilitar a mudança de escola de crianças e adolescentes

    Ao seguir estas estratégias, os pais podem desempenhar um papel crucial no apoio emocional e na facilitação da adaptação de seus filhos
    01/02/2024

    Presidente da Representação Central Ucraniano-Brasileira visita Pequeno Príncipe

    Vitório Sorotiuk agradeceu as ações humanitárias realizadas pelo Hospital
    01/02/2024

    O que é a síndrome de Patau?

    A doença não tem cura, mas o acompanhamento de uma equipe médica multidisciplinar pode melhorar a qualidade de vida
    Ver mais