Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe completa 13 anos de estudos científicos em prol da vida - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

    Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe completa 13 anos de estudos científicos em prol da vida

    Os trabalhos contribuem, de forma inovadora, para diagnósticos precoces, tratamentos mais assertivos e a diminuição da mortalidade infantojuvenil
    26/04/2019
    Parte da equipe do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe: ciência em favor da saúde infantojuvenil.

    O Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe chega ao 13º aniversário nesta sexta-feira, dia 26, reforçando seu compromisso com a causa da saúde infantojuvenil. Mais de uma centena de estudos foram realizados e  contribuem para assegurar, além do diagnóstico precoce,  métodos de tratamento mais assertivos e a diminuição da mortalidade infantojuvenil.

    Unidade de pesquisa do Complexo Pequeno Príncipe, o Instituto é a prova de que o investimento em ciência gera novas oportunidades para salvar vidas. O campo do conhecimento científico influencia a prática médica, assim como esta provoca questões a serem pesquisadas, enquanto a educação de profissionais de saúde dissemina o conhecimento sistematizado e se abre para novas perspectivas, tudo em sinergia.

    A ousadia de investir em ciência tornou-se uma realidade em 2006 e hoje, 26 de abril de 2019, ano do centenário da instituição, o Pequeno Príncipe tem muito a celebrar. No Brasil, no entanto, ainda não há uma cultura estabelecida de incentivos à pesquisa e o país investe em ciência, tecnologia e inovação menos de 1% do PIB. O Ministério da Ciência e Tecnologia investiu R$ 8,7 bilhões em 2010. Já este ano a pasta deve receber R$ 2,9 bilhões.

    “Fazer pesquisa é um desafio no Brasil, mas o Pequeno Príncipe, pioneiramente, tem mostrado resultados que comprovam que investir em estudos científicos voltados à saúde infantojuvenil transforma e salva vidas”, ressalta a diretora-geral do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro.
    Aliar assistência em saúde, ensino e pesquisa faz parte do DNA do Pequeno Príncipe. “Nosso compromisso é colocar os avanços tecnológicos a serviço da vida e da qualidade de vida de toda a população infantojuvenil”, completa Ety Cristina Forte Carneiro.

    + Notícias

    08/08/2022

    Colesterol pode ser prevenido com consumo de alimentos saudáveis

    O Hospital Pequeno Príncipe ressalta a importância da adoção de bons hábitos para melhor qualidade de vida desde a infância
    05/08/2022

    Cirurgia de correção de malformação rara é realizada no Pequeno Príncipe

    A reparação da extrofia de cloaca foi feita com a técnica de Kelley, considerada inovadora
    04/08/2022

    Cientistas estão desenvolvendo gel bucal para tratar mucosite

    Principal reação adversa da quimioterapia, a mucosite oral causa intensa dor e pode ser porta de entrada para outras infecções
    02/08/2022

    Doenças raras é tema de mesa-redonda organizada pelo Pequeno Príncipe

    A iniciativa fez parte da programação da 74.ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)
    01/08/2022

    Aleitamento materno favorece desenvolvimento da inteligência e estrutura da face

    Especialistas do Hospital Pequeno Príncipe explicam ligação entre o neurodesenvolvimento e o crescimento ósseo adequado da face
    28/07/2022

    Hepatites A e B podem ser prevenidas por meio da vacinação

    O Centro de Vacinas Pequeno Príncipe disponibiliza imunizantes contra essas duas formas da doença, que ocorrem de forma endêmica no Brasil
    Ver mais