Hospital Pequeno Príncipe oferece opções de cultura para crianças internadas. - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

    Hospital Pequeno Príncipe oferece opções de cultura para crianças internadas.

    O grupo Malasartes dedicou 45 oficinas para a contação de histórias populares
    18/07/2013

    O Hospital Pequeno Príncipe é reconhecido pelo tratamento integral a crianças e adolescentes. Neste primeiro semestre do ano, um dos projetos que chamou a atenção foi o Pipoca de Histórias, desenvolvido especialmente para a nossa instituição. O grupo Malasartes dedicou 45 oficinas para a contação de histórias populares a crianças e adolescentes internados. Por meio de apresentações teatrais e musicais pacientes foram contagiados pela magia da música e das histórias. Aprendizado garantido por meio da cultura.

    O projeto Pipoca de Histórias foi viabilizado por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e patrocinado pela empresa JMalucelli. Atingiu mais de 1.700 crianças, adolescentes e familiares de janeiro a julho deste ano.

     O projeto:
    O Pipoca de Histórias, elaborado pelo Grupo Malasartes – Educação Sensível, consiste em contação de histórias populares por meio de apresentações teatrais e musicais nos quartos e em outras dependências do Pequeno Príncipe.

    Uma das linguagens utilizadas é um carrinho de pipoca, que em seu trajeto oferece histórias diversas para entreter e despertar a imaginação dos pacientes. Segundo Luís Teixeira, coordenador-geral do grupo, “as pipocas-histórias são doces, salgadas, apimentadas, carameladas, e tantas outras, capazes de atiçar o apetite e atender o gosto de cada freguês”.

    A metáfora com a pipoca, que estoura quando aquecida, visa a despertar o entusiasmo nos pequenos, fazendo com que “as flores-pipocas desabrochem e revelem suas histórias. Este jogo simbólico, que traz o alento para a transformação, aquece também a alma de cada criança e repercute internamente”, complementou.

    Malasartes Educação Sensível
    O Grupo Malasartes – Educação Sensível desenvolve montagens teatrais, oficinas lúdicas e temáticas, contação de histórias, rodas de leitura e núcleos de estudo para crianças e jovens de escolas e projetos sociais, educadores e outros profissionais de instituições de ensino. Atua em espaços públicos, escolas, casas de leitura, hospitais, centros de cultura, entre outros pontos.

    “ Nossa origem remonta a projetos culturais autônomos levados de forma itinerante a diversos locais. Em mais de 15 anos, foram milhares de crianças atendidas, centenas de apresentações e oficinas, incontáveis oportunidades de intercâmbio com educadores”, disse o coordenador.

    + Notícias

    21/06/2024

    Pequeno Príncipe lamenta morte de dona Celeste, mãe de Pelé

    A matriarca doou um diamante ao maior e mais completo hospital pediátrico do país
    21/06/2024

    Primeiríssima Infância: como criar um ambiente rico em estímulos?

    Proporcionar um local diverso em interações é essencial para o desenvolvimento infantil integral e saudável
    20/06/2024

    Professor Kiyoshi Tanaka, da Universidade Shinshu, visita Pequeno Príncipe

    O objetivo principal foi estreitar os laços para futuras colaborações
    14/06/2024

    II Encontro Internacional de Especialidades em Pediatria reforça a importância da educação continuada em saúde

    Evento on-line promovido pelo Pequeno Príncipe contou com mais de 530 participantes de 24 estados brasileiros e do Distrito Federal
    12/06/2024

    Cardiopatias congênitas: diagnóstico precoce evita complicações graves

    Neste Dia Nacional de Conscientização da Cardiopatia Congênita, o alerta é para os exames disponíveis para diagnóstico e à importância do tratamento adequado para cada caso
    11/06/2024

    Gala Pequeno Príncipe 2024 será realizado em São Paulo

    Jantar com a participação das madrinhas marcou o lançamento do evento, programado para o dia 30 de setembro
    Ver mais