Hospital Pequeno Príncipe dá início à 1.ª Semana de Bioética - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Hospital Pequeno Príncipe dá início à 1.ª Semana de Bioética

A abertura do evento nesta segunda-feira, dia 19, contou com quase 100 colaboradores de diferentes setores da instituição
20/03/2018


O Hospital Pequeno Príncipe integra o seleto grupo de hospitais brasileiros que contam com o apoio de um Comitê de Bioética. Com o objetivo de aconselhar, consultar e discutir questões relacionadas ao paciente considerando todos os aspectos que envolvem o tratamento, o grupo multidisciplinar também promove ações que disseminem a bioética hospitalar. Uma delas é a 1.ª Semana de Bioética que, em sua abertura, reuniu quase 100 colaboradores nessa segunda-feira, dia 19.

Tendo como princípios respeito à autonomia, não-maleficência (não causar mal ou dano ao outro) e beneficência (prevenir danos ao próximo), o Comitê de Bioética reflete sobre conflitos éticos recorrentes na comunidade hospitalar. O diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, ressaltou a trajetória da instituição no processo de institucionalização da bioética. “Trouxemos para dentro do Hospital um curso sobre o tema para desenvolver a ideia de um Comitê permanente. Algumas situações precisam de um olhar diferenciado.”

Para o diretor técnico do Hospital Pequeno Príncipe, Donizetti Dimer Giamberardino Filho, a Bioética abre um espaço para a reflexão ética e de diálogo entre as diversas especialidades do conhecimento científico. “Vale ressaltar que é preciso uma reflexão moral em todas as nossas atitudes, pois diz respeito ao futuro das próximas gerações. No âmbito da pediatria, acredito que esse assunto nos faz aprender a respeitar, com o dever de proteger o vulnerável”, apontou.

Bioética em pauta
A presidente do Comitê de Bioética Hospitalar e coordenadora do Serviço de Oncologia e Hematologia do Hospital, Flora Mitie Watanabe, destacou que o Comitê é multiprofissional e multidisciplinar, com o objetivo de fazer com que todos estudem, trabalhem e cresçam juntos. “Temos o dever de cuidar das crianças e tomar atitudes com o assentimento delas. É necessário pensar e sentir os valores do outro e que o interesse da criança seja protegido pelos profissionais pensando na melhor solução.”

“Podemos considerar esse tema como uma revolução, pois trabalha com uma nova visão de mundo. Acredito que a construção de confiança com a instituição e paciente aprimora a beneficência, prevenindo danos ao próximo”, enfatizou o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Bioética da PUCPR, Mário Antônio Sanches, que também integra o Comitê como membro convidado.

A Bioética no Paraná acompanha o desenvolvimento da Bioética no Brasil, com atividades educativas sendo organizadas desde o início da década de 1990. A presidente da Sociedade Brasileira de Bioética Regional Paraná – gestão 2017-2019 – e diretora-geral da Faculdades Pequeno Príncipe, Patrícia Maria Forte Rauli, contextualizou a trajetória do tema no estado. “Por fim deixo um pensamento, que é nosso compromisso defender a vida, desenvolver a ciência com consciência e utilizar a reflexão ética com base nos valores fundamentais”, finalizou.

+ Notícias

02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
Ver mais