Gala Pequeno Príncipe em Nova York celebra a vida - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Gala Pequeno Príncipe em Nova York celebra a vida

Evento, que chegou à sua oitava edição, foi realizado nessa quinta-feira, 12, Dia das Crianças. O tradicional espaço de eventos Gotham Hall acolheu 370 apoiadores em uma noite em prol da saúde infantojuvenil
13/10/2017


Uma noite especial de celebração da vida, marcada pela união da alta gastronomia e da solidariedade. Assim pode ser definido o Gala Pequeno Príncipe 2017, realizado nessa quinta-feira, 12, Dia das Crianças, em Nova York. O evento, que chegou à sua oitava edição, ocorreu no tradicional espaço de eventos Gotham Hall e reuniu 370 apoiadores em prol da saúde infantojuvenil.

O Gala – comandado pelos mestres de cerimônia Mila Burns e Pedro Andrade – foi uma oportunidade  de mobilizar recursos que contribuem para transformar a realidade de crianças e adolescentes. Um menu exclusivo foi preparado pelo padrinho do evento, o chef Claude Troisgros, e um time de renomados chefs convidados para a ocasião: Roberta Sudbrack, Daniel Boulud e Thomas Troisgros.

“Juntos, estamos transformando positivamente os indicadores da saúde infantojuvenil. Essas conquistas são possíveis somente com o trabalho e o comprometimento de nossas equipes nas áreas de assistência, ensino e pesquisa, e com a contribuição de nossos apoiadores”, declarou a diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro.

Ety também recordou conquistas alcançadas recentemente pelo Pequeno Príncipe. “Trabalhamos em busca de métodos efetivos para lutar contra o câncer e outras doenças complexas da infância. Com o apoio de cidadãos e empresas, ampliamos nossa unidade de transplante de medula óssea de três para dez leitos, implantamos o Biobanco e equipamos o Laboratório Genômico”, completou.

As co-chairs do evento, Amalia Spinardi Thompson Motta, Daniele Giacomazzi Behring e Belinda Badcock Brito, e a diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro

Momentos de emoção
O Gala Pequeno Príncipe foi marcado por momentos de emoção e gratidão. “Eu gostaria de oferecer este evento a todos aqueles que dedicam seu tempo a essa missão desafiadora, é por isso que estamos aqui nesta noite. Sua contribuição proporciona novas chances de vida não somente no Pequeno Príncipe, mas em todo o mundo, pois a pesquisa não tem fronteiras. Gostaria de agradecer a todos vocês que têm nos apoiado em todos esses anos”, ressaltou a embaixadora do Hospital e co-chair do evento, Daniele Giacomazzi Behring, que juntamente com as também co-chairs Amalia Spinardi Thompson Motta e Belinda Badcock Brito estimularam suas redes de contatos em Nova York em prol da instituição. “Do fundo de nossos corações, muito obrigada por terem vindo ao Gala”, acrescentou Amalia.

Um dos pontos altos da noite foi a homenagem ao médico curitibano Rodrigo Vianna. Radicado nos Estados Unidos, ele é diretor do Miami Transplant Institute e um dos três melhores cirurgiões do mundo em transplante multivisceral. “Vinte anos atrás, minha esposa Adriana e eu deixamos nossa cidade natal e com apenas uma coisa em nossas cabeças: estávamos cheios de sonhos. Tivemos vários obstáculos no caminho, momentos felizes, vitórias e também várias lágrimas. Se não fosse por nossas lágrimas, não seríamos capazes de reconhecer e dar valor à felicidade”, disse ele, que no início da carreira atuou pelo Pequeno Príncipe.

“Foram várias noites sem dormir e muitas horas passadas na sala de cirurgia, com a esperança de que mais uma vida pudesse ser salva. Hoje, eu posso dizer que valeu a pena, e faria tudo novamente. Poder participar da vida de tantas pessoas, que estão buscando uma nova chance por meio do transplante, faz da minha jornada neste mundo mais agradável todos os dias”, completou. “O sorriso de uma criança vale mais do que todos os tesouros que possamos encontrar neste mundo”, finalizou.

Alta gastronomia
Os convidados do Gala Pequeno Príncipe em Nova York puderam degustar deliciosos pratos preparados pelos chefs Claude Troisgros, Roberta Sudbrack, Daniel Boulud e Thomas Troisgros. “Este jantar é muito especial, sempre um momento magnífico dividido com o Pequeno Príncipe e, nesta noite, com amigos do Brasil e de Nova York”, falou Claude. “Cozinhar com Claude é muito empolgante, somos amigos há décadas. Já participamos de vários eventos juntos. Então, é maravilhoso”, complementou Boulud.

Animação
Momentos de muita animação também deram o tom à noite. A música brasileira invadiu os salões do Gotham Hall com o DJ Gaspar Muniz e um pocket show do cantor e ator Tiago Abravanel, além de uma participação especial da cantora Rafa Gomes, curitibana finalista do “The Voice Kids Brasil”.

Leilão
Um leilão em prol do Pequeno Príncipe foi comandado pela leiloeira Aileen Agopian. Foram arrematados lotes especiais: um relógio exclusivo da marca suíça de alta relojoaria IWC Schaffhausen, que contém no verso a gravação de um desenho feito por um dos pacientes do Hospital Pequeno Príncipe; uma joia doada pelo designer Jack Vartanian; e itens da memorabília do maior jogador de todos os tempos e apoiador da instituição, Pelé.

Pequeno Príncipe em vídeo
Uma animação produzida gentilmente para o Pequeno Príncipe pela Agência Africa, apresentou o trabalho da instituição de uma maneira atrativa. Uma oportunidade para que o trabalho desenvolvido alcance mais apoiadores.

+ Notícias

11/04/2024

Renúncia fiscal transforma a vida de crianças e adolescentes

Destinação do Imposto de Renda contribui para a equidade no atendimento em saúde a pacientes vindos de todo o país
08/04/2024

Pronon e Pronas: Pequeno Príncipe contribui com consulta pública

Há dez anos, o Hospital elabora, executa e presta contas de projetos desenvolvidos dentro dos programas
07/04/2024

Dia Mundial da Saúde: “Minha Saúde, Meu Direito”

O Hospital Pequeno Príncipe desenvolve uma série de iniciativas em favor da proteção integral de meninos e meninas
02/04/2024

TDAH e autismo: quais são as semelhanças e diferenças?

A identificação da manifestação dos sintomas é crucial para o diagnóstico e tratamento adequados e individualizados
30/03/2024

Como ajudar a criança ou o adolescente com transtorno bipolar?

Por ser uma doença crônica, que não tem cura, o apoio dos pais, familiares e amigos é essencial
25/03/2024

Sociedade Paranaense de Pediatria: 90 anos em prol da saúde infantojuvenil

Berço da pediatria no Paraná, o Pequeno Príncipe se orgulha da semente plantada naquele 25 de março de 1934
Ver mais